Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/894

Título: Características ecofisiológicas, anatômicas e ultraestrutura de Vitex polygama Cham.(Verbenaceae) submetida à diferentes concentrações de flúor
Autor(es): Rossi, Zélia Terezinha Teixeira
Orientador: Castro, Evaristo Mauro de
Coorientador(es): Barbosa, João Paulo R. A. D.
Membro da banca: Costa, Fernando Antônio Frieiro
Pereira, Fabrício José
Área de concentração: Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Assunto: Ecofisiologia
Fluorescência da clorofila a
Microscopia eletrônica
Anatomia vegetal
Biomonitoramento
Ecophysiology
Chlorophyll a fluorescence
Electron Microscopy
Plant anatomy
Biomonitoring studies
Data de Defesa: 28-Fev-2012
Data de publicação: 19-Ago-2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: ROSSI, Z. T. T. Características ecofisiológicas, anatômicas e ultraestrutura de Vitex polygama Cham. (Verbenaceae) submetida à diferentes concentrações de flúor. 2012. 91 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: O flúor (F), liberado por indústrias ligadas à produção de alumínio, adubos, vidros e cerâmicas, é um elemento de elevada toxicidade, podendo causar danos em plantas em concentrações relativamente pequenas. Neste trabalho, o objetivo foi avaliar os efeitos do F sobre Vitex polygama Cham., visando obter informações que permitam maior entendimento do mecanismo de ação deste poluente nesta espécie e a possibilidade de sua utilização no biomonitoramento da poluição atmosférica. Para isto, plantas foram expostas a chuvas simuladas contendo fluoreto de potássio em concentrações de 5, 10, 15 e 20 mg L-1, e a um tratamento controle contendo água deionizada por 15 minutos durante 10 dias. As plantas de Vitex polygama não demonstraram injúrias visuais após o término das simulações, e acumularam uma quantidade relativamente baixa de F, significativa apenas para os tratamentos com maiores concentrações do poluente. Foi observado aumento do quenching não-fotoquímico (qN) e do coeficiente devido à extinção não-fotoquímica (NPQ) nas doses crescentes de flúor, o que indica aumento da dissipação da energia radiante na forma de calor. O F promoveu alterações estruturais nos cloroplastos, citoplasma e membrana celular, além de danos nas ceras epicuticulares e irregularidades no formato e na parede de células epidérmicas. Não foram verificadas alterações na espessura dos tecidos foliares das plantas expostas ao poluente. Os resultados obtidos demonstram uma considerável resistência de Vitex polygama ao F e reforçam o valor prognóstico das análises fisiológicas, anatômicas e ultraestruturais na detecção de danos pelo poluente na estrutura foliar da espécie
Fluorine (F), released during the manufacture of aluminum, fertilizers, glass and ceramics, is an element highly toxic that can cause damage to plants in relatively small concentrations. In this study, we aimed to evaluate the effects of this pollutant on Vitex polygama Cham., in order to obtain information that enable a better understanding of fluorine action mechanism on this species and the possibility of using it in biomonitoring studies. With this purpose, plants were exposed to simulated rain containing potassium fluoride in concentrations of 5, 10, 15 and 20 mg L-1, and to a control treatment containing deionized water for 15 minutes during 10 days. Vitex polygama presented no visual injuries after the end of the simulations, and accumulated a relatively small amount of F, significant only for the treatments with higher concentrations of the pollutant. An increase in non-photochemical quenching (qN) and in the coefficient due to non-photochemical extinction (NPQ) was observed in the increasing fluoride doses, which indicates higher dissipation of radiant energy as heat. F promoted structural changes in the chloroplasts, cytoplasm and cell membrane, damages in epicuticular waxes and irregularities in the epidermal cell walls. No significant change was detected in the leaf tissue thickness of the plants exposed to the pollutant. The results demonstrate a considerable resistance of Vitex polygama against F and reinforce the prognostic value of physiological, anatomical and ultrasctructural analysis in the detection of damages caused by the pollutant in the leaf structure of this species
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ecologia, área de concentração Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas, para a obtenção do título de Mestre
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/894
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Características ecofisiológicas, anatômicas e ultraestrutura de Vitex polygama Cham.(Verbenaceae) submetida à diferentes concentrações de flúor.pdf11,14 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback