Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8942

Título: Governança e mecanismos de controle social em redes organizacionais
Título Alternativo: Governance and social control mechanisms in organizational networks
Autor(es): Tureta, César
Lima, Juvêncio Braga de
Paço-Cunha, Elcemir
Assunto: Governança em rede
Controle social
Confiança
Network governance
Social control
Trust
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 18-Abr-2011
Referência: TURETA, C.; LIMA, J. B. de; PAÇO-CUNHA, E. Governança e mecanismos de controle social em redes organizacionais. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 8, n. 1, p. 58-70, 2006.
Resumo: O objetivo deste trabalho é descrever e analisar a estrutura de governança de uma rede interorganizacional de pequenas e médias empresas (PMEs) e os mecanismos de controle social empregados para a coordenação das atividades desempenhadas por atores com objetivos comuns e divergentes, tomando como base o modelo proposto por Jones et al. (1997). A governança é considerada um instrumento capaz de ajustar possíveis desequilíbrios decorrentes de divergências, buscando manter a harmonia e fortalecer os vínculos de confiança nas redes organizacionais. A estratégia de pesquisa foi um estudo de caso, incluindo entrevistas com associados e com o atual gestor da rede, procurando identificar a dinâmica deste processo. Constatou-se que a dinâmica da rede estudada comporta práticas e elementos que traduzem aspectos de controles sociais, tais como reputação dos membros, a restrição ao acesso por parte de novos membros, a macrocultura e as sanções aplicadas àqueles que cometem desvios. Assim, foi possível evidenciar, no caso estudado, a utilização destes mecanismos como uma alternativa viável de governança de redes organizacionais.
Abstract: In this paper a small and medium size firm’s network governance structure and social mechanisms of coordination were studied in the light of the model proposed by Jones et al. (1997). The governance is considered a capable tool to regulate any instability originating from divergences, trying to keep the harmony and to strengthen the trust ties within the inter-organizational networks. A case study data analysis was carried out. In so doing, the associated members and the network’s manager were interviewed. The dynamics of the network reveals some practices and elements linked with social control mechanisms such as actor’s reputation, entrant members restrict access, macro-culture and the collective sanctions over individual members. By the interpretive exploitation of these questions one can say that, in this case, these mechanisms were a viable alternative of network governance.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/179
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback