Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9049

Título: Atitudes de coordenação de produtores rurais na cadeia da carne bovina: o caso do CITE 120
Título Alternativo: Attitudes of coordination of farmers in the beef chain: the case of CITE 120
Autor(es): Malafaia, Guilherme Cunha
Maciel, Alessandra Costenaro
Camargo, Maria Emilia
Assunto: Redes
Competitividade sistêmica
Pecuária de corte
Network
Systemic competitiveness
Beef cattle
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 4-Abr-2011
Referência: MALAFAIA, G. C.; MACIEL, A. C.; CAMARGO, M. E. Atitudes de coordenação de produtores rurais na cadeia da carne bovina: o caso do CITE 120. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 11, n. 3, 2009.
Resumo: As mudanças no cenário competitivo mundial têm dificultado a sobrevivência das empresas, obrigando as mesmas a estabelecerem relações cooperativas necessárias à sua manutenção e sobrevivência nos mercados. Entretanto, a falta de coordenação e de cooperação é considerada um problema clássico na cadeia da carne bovina. A partir de tais pressupostos, objetivou-se, no presente artigo identificar como a rede organizacional CITE 120, criada por um grupo de produtores de carne bovina, no estado do Rio Grande do Sul (RS), promoveu e organizou uma rede de interesses, visando uma melhor situação competitiva. Dentro da contextualização da formação e desenvolvimento dessa rede, também foram discutidos a evolução e os passos futuros da rede. Para tanto, realizaram-se entrevistas em profundidade com os seus integrantes. Os resultados apontaram para uma notável importância desse formato organizacional para os parceiros, principalmente no que tange à disseminação do conhecimento, a aprendizagem organizacional, as vantagens competitivas tanto na compra de insumos, equipamentos e máquinas, quanto na comercialização de carnes a preços mais competitivos. Esses fatores podem proporcionar a sustentabilidade do negócio a médio e longo prazo.
Abstract: The changes in the worldwide competitive scenario have posed difficulties to the survival of companies, forcing them to establish necessary cooperative relations for maintenance and survival in the markets. However, the lack of coordination and cooperation is considered a classic problem in the beef chain. Taking these assumptions into account, the purpose of the present article is to verify how the organizational network CITE 120, established by a group of beef producers in the state of Rio Grande do Sul (RS), has addressed the environmental demands in the meat production sector and how the systemic relationships for the strengthening of the network’s interests are being promoted and organized. For the purpose of this research in-depth interviews were carried out with members of the network. The results reinforce the remarkable importance for the partners of this type of organizational format, mainly regarding the dissemination of knowledge, organization of learning, raising of competitive advantages in the purchase of inputs, equipments and machines, as well as in the commercialization of beef at more competitive prices. These factors can provide the long-term and medium-term sustainability of the business.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/41
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback