Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9092

Título: Comportamento do consumidor de produtos orgânicos: uma aplicação da teoria da cadeia de meios e fins
Título Alternativo: Consumer behavior of organic products: an application of the means end chain theory
Autor(es): Vilas Boas, Luiz Henrique de Barros
Sette, Ricardo de Souza
Brito, Mozar José de
Assunto: Comportamento do consumidor
Valores
Consumer behavior
Values
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 18-Abr-2011
Referência: VILAS BOAS, L. H. de B.; SETTE, R. de S.; BRITO, M. J. de. Comportamento do consumidor de produtos orgânicos: uma aplicação da teoria da cadeia de meios e fins. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 8, n. 1, 2006.
Resumo: Este trabalho teve por objetivo estudar o comportamento do consumidor de alimentos orgânicos, particularizando a estrutura de valores que orientam a compra destes alimentos em feiras livres na cidade de Belo Horizonte. Para tanto, a teoria da cadeia de meios-fins e os métodos de escalonamento (laddering) e de construção do mapa hierárquico de valores foram aplicados nessa investigação. Pelas análises dos resultados, ficou evidenciado que os consumidores estudados possuem um estilo de vida que se aproxima do denominado comportamento ego-trip, em que a valorização da autonomia, do prazer e bem-estar, da vida saudável e de uma relação com a natureza mais personalizada lhe é característico. Trata-se de um comportamento marcado por valores terminais (longevidade, qualidade de vida, tranqüilidade e felicidade) e por valores instrumentais (harmonia interior e com a natureza, consumo responsável, viver bem a vida, cuidar da saúde, economizar tempo e dinheiro) que influenciam a conduta de consumo de produtos orgânicos. Observou-se também uma sobreposição de valores individuais sobre coletivos, ou seja, na escala de valores destes consumidores, interesses de natureza coletiva estão numa segunda ordem de prioridade. A evidência do potencial analítico desta abordagem teórico-metodológica caracteriza a contribuição deste trabalho no desenvolvimento da pesquisa em marketing no contexto brasileiro, em especial na compreensão do comportamento dos consumidores de alimentos orgânicos.
Abstract: The objective of this work was to study the behavior of consumers of organic foods, particularly the values structure that leads to the buying of these foods in open markets in the city of Belo Horizonte. The means end chain theory, the laddering and the hierarchic value map methods were applied. According to the analyses of the results, the consumers studied have a lifestyle that is close to the ego-trip behavior, which is characterized by valorization of autonomy, of pleasure and welfare, of a healthy lifestyle and a more personalized relationship with nature. It is a behavior marked by terminal values (longevity, quality of life, tranquility and happiness) and by instrumental values (inner harmony and harmony with nature, responsible consumption, living life well, health, saving time and money) which influence the consumption of organic products. An overlaying of individual values over collective ones was also observed, in other words, in these consumers’ values scale, collective interests are the second priority. Evidencing the analytical potential of this theoretical-methodological approach, this work contributes to the development of marketing research in Brazil, particularly regarding the understanding of the consumer behavior of organic foods.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/176
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback