Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9097

Title: Diagnóstico organizacional em sociedades cooperativas de crédito: um estudo de caso
Other Titles: Organizational diagnosis in credit society cooperatives: a case study
???metadata.dc.creator???: Hocayen-da-Silva, Antônio João
Deboçã, Leonardo Pinheiro
Keywords: Cooperativas de crédito
Eficiência organizacional
Eficiência econômico-financeira
Credit cooperatives
Organizational efficiency
Economic-financial efficiency
Publisher: Organizações Rurais & Agroindustriais
???metadata.dc.date???: 6-Apr-2011
Citation: HOCAYEN-DA-SILVA, A. J.; DEBOÇÃ, L. P. Diagnóstico organizacional em sociedades cooperativas de crédito: um estudo de caso. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 9, n. 3, p. 349-361, 2007.
???metadata.dc.description.resumo???: As cooperativas de crédito avançam na conquista de novos espaços que são propiciados pelas condições de funcionamento do sistema financeiro convencional. Para enfrentar a concorrência do setor, essas organizações buscam a eficiência econômica e administrativa. A partir de um estudo de caso, buscou-se analisar a situação econômica e administrativa da cooperativa de crédito Alpha. Além de uma análise documental, que incluiu relatórios gerenciais do período de 1999 a 2002, com informações dos Balanços Patrimoniais e Demonstrações de Resultado do Exercício, quanto aos procedimentos gerenciais utilizou-se a técnica de observação direta, além de entrevista informal com os gestores da organização. Por meio do diagnóstico organizacional foi possível observar que, apesar do oferecimento de treinamentos destinados à capacitação e da preocupação da organização em manter um relacionamento mais próximo com os associados, o nível de participação é reduzido, prejudicando a conquista dos interesses do grupo. Por sua vez, com relação ao diagnóstico econômico, a cooperativa apresentou uma situação segura, indicando que os gestores mantêm uma eficiente administração dos recursos financeiros disponíveis. Contudo, questiona-se a necessidade da eficiência econômica e organizacional ser traduzida em vantagens sociais para os cooperados, tendo em vista ser essa uma das funções básicas do modelo organizacional cooperativista.
Abstract: Credit cooperatives are achieving new markets due to the current finance market system. In order to face the industry’s competition, such organizations seek economical and managerial efficiency. This work aims to analyze the economical and managerial status of the “Alpha” credit cooperative. A documental analysis of the financial statements from 1999 to 2002 was used for the financial analysis, based on the data obtained; direct observation was performed along with casual interviews with the managers in order to raise the managerial analysis. Through organizational diagnosis it was possible to observe that despite the availability of training programs and the effort to keep a closer relationship with the members, the participation level is reduced, which harms the group’s interest achievements. In relation to the economical diagnosis, the credit cooperative has shown a stable status suggesting that the managers are maintaining an efficient management of the financial resources available. However, it is questioned whether the economic and managerial efficiency work as proxies for social gain for the union members once this is a basic function of the cooperative organizational model.
Other Identifiers: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/101
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:Organizações Rurais & Agroindustriais

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback