Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9103

Título: Singularidades na gestão de cooperativas tradicionais e populares: estudo de caso em cooperativas rurais do Paraná
Título Alternativo: Singularities in the management of traditional and popular cooperatives: case study of in rural cooperatives
Autor(es): Chiariello, Caio Luis
Eid, Farid
Assunto: Elementos de gestão
Cooperativas tradicionais
Cooperativas populares
Management elements
Traditional cooperatives
Popular cooperatives
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 4-Abr-2011
Referência: CHIARIELLO, C. L.; EID, F. Singularidades na gestão de cooperativas tradicionais e populares: estudo de caso em cooperativas rurais do Paraná. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 12, n. 1, p. 98-112, 2010.
Resumo: Objetivou-se no seguinte artigo, analisar elementos de gestão de cooperativas tradicionais e populares, como parte integrante de um amplo debate acerca da gestão de cooperativas que vem ocorrendo no Brasil, desde a década de 1990. Com base na investigação empírica realizada em duas cooperativas rurais, a primeira uma cooperativa tradicional atuante no agronegócio, a Cooperativa dos Cafeicultores e Agropecuarístas de Maringá - COCAMAR – e a segunda uma cooperativa popular, ligada ao MST, a Cooperativa de Produção Agropecuária Vitória - COPAVI, buscou-se, através da metodologia de estudo de caso, identificar as singularidades na trajetória desses empreendimentos, com especial ênfase na gestão dos ativos, finanças, processo decisório e organização do trabalho em seu interior. Os resultados da investigação empírica apontaram para uma dinâmica de gestão voltada para aferição de resultado econômico, no caso da COCAMAR, enquanto que na COPAVI a dinâmica de gestão tem por objetivo a aferição de melhores condições sociais para os cooperados, além de manter seu caráter de resistência ao processo de concentração e centralização da terra, da renda e do poder no meio rural.
Abstract: This article analyzes management elements in traditional and popular cooperative, as part of a debate that is taking place in Brazil since the 1990´s. Based on the empirical assessment of two agricultural cooperatives - a traditional agribusiness cooperative – COCAMAR, and a popular cooperative belonging to MST (Movement of Rural Workers Without Land)- COPAVI, and using a case study methodology, the aim was to identify the singularities of these cooperatives’ management history, focusing on assets, finance, decision processes and work organization. The results pointed to a management dynamics directed towards gauging of economic results in the case of the COCAMAR, while in the COPAVI the management dynamics pointed to the gauging of better social conditions for the members, apart from maintaining its resistance to processes of land, income and power concentration and centralization in the rural environment.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/37
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback