Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9111

Título: Revisitando o mito de Ceres: a presença das mulheres na pesquisa agrícola do Paraná
Título Alternativo: Revisiting the Ceres myth: the presence of women in agri-research in Paraná
Autor(es): Ichikawa, Elisa Yoshie
Bonilha, Maíra Coelho
Assunto: Ciência, tecnologia e sociedade
Gênero e organizações
Mulheres cientistas
Gender and organizations
Women-scientists
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 18-Abr-2011
Referência: ICHIKAWA, E. Y.; BONILHA, M. C. Revisitando o mito de ceres: a presença das mulheres na pesquisa agrícola do Paraná. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 6, n. 2, jul./dez. 2004.
Resumo: Tendo como pano de fundo as discussões realizadas no campo da CTS – Ciência, Tecnologia e Sociedade -, o objetivo deste trabalho é apresentar os resultados de um projeto que vem sendo conduzido com o propósito de levantar e analisar o perfil de mulheres cientistas que trabalham num ambiente tipicamente masculino, ou seja, o da pesquisa agropecuária. A organização pesquisada foi o IAPAR – Instituto Agronômico do Paraná, entidade responsável pela geração e adaptação de novas tecnologias, visando à melhoria no processo de produção agropecuária do Estado. Os resultados da pesquisa possibilitam reflexões que podem vir a contribuir para a discussão sobre o tema: grande parte das pesquisadoras não acredita que a questão de gênero seja relevante no meio científico; porém, elas sentem o preconceito de seus pares no exercício de suas atividades cotidianas, além de perceberem que os cargos-chave, no mundo da ciência, são ocupados pelos homens. Os dados coletados mostram ainda que a transformação desse cenário para um outro - mais democrático e que contemple homens e mulheres de forma mais igualitária – vem ocorrendo de forma gradual.
Abstract: Taking as a background the discussions carried out in the STS field - Science, Technology and Society - the aim of this piece of work is to present the results of a project that has been carried out with the purpose of analizing the profile of women-scientists who perform their job in a typically male environment, that is, the environment of agricultural research. The organization researched was the IAPAR - Agronomic Institute of Paraná, the entity responsible for generating and adopting new technologies seeking improvement in the state's agro-production process. The results obtained enable for reflections which may come to contribute to the discussions over the theme: a large part of the women-researchers do not believe that the gender question is relevant in the scientific environment; however, they do sense the prejudice from their counterparts during the performance of their daily activities besides realizing that men-scientists occupy the key-positions in the world of science. The collected data also show that the switch from this scenario to a more democratic one, contemplating both men and women in a more equal manner, is gradually taking place.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/223
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback