Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9137

Título: Uma estimativa da demanda industrial de energia elétrica no Brasil: 1974-2002
Autor(es): Mattos, Leonardo Bornacki de
Assunto: Demanda de energia elétrica
Co-Integração
Mecanismo de Correção de Erros
Electricity demand
Cointegration
Error correction mechanism
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 1-Mai-2005
Referência: MATTOS, L. B. de. Uma estimativa da demanda industrial de energia elétrica no Brasil: 1974-2002. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 7, n. 2, p. 238-246, 2005.
Resumo: Com este trabalho, objetivou-se quantificar as relações entre a demanda de energia elétrica e seus principais determinantes na classe Industrial do Brasil, no período de 1974 a 2002. Após identificar que as séries estudadas eram não-estacionárias, optou-se pela utilização do método de Co-Integração e Mecanismo de Correção de Erros (MCE). Os resultados encontrados foram condizentes com o esperado. A demanda industrial mostrou-se inelástica ao preço da energia, no curto e no longo prazo. Com relação à renda, a demanda industrial mostrou-se inelástica no curto prazo, mas elástica no longo prazo. O parâmetro estimado para um fator substituto à energia não foi estatisticamente significativo, indicando que não há um substituto próximo para a energia elétrica no setor Industrial. Este fato evidenciou a necessidade de um programa de reestruturação e expansão do Sistema Elétrico brasileiro, de forma sustentada, como condição para a manutenção e o crescimento da atividade industrial no País.
Abstract: This work aims to quantify the relations between the electricity demand and its main determinants in the Industrial sector of Brazil, in the period between 1974 and 2002. After identifying that the studied series were nonstationary, the use of the Cointegration Approach and an Error-Correction Mechanism was opted . The results obtained have turned out as according to the expected. The industrial electricity demand is price inelastic in both short and long run. The results still pointed out that such demand is inelastic to income in the short run, but elastic in the long run. The parameter estimated for a substitute factor to the energy was not significant, indicating that there is no close substitute for electricity in the Industrial sector. This fact evidenced the necessity of a program of reorganization and expansion for the Brazilian Electrical system as condition for the maintenance and the growth of the industrial activity in the country.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/204
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback