Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9196

Title: Desenvolvimento sustentável nas inovações tecnológicas da indústria alimentícia brasileira: em qual estágio estamos?
Other Titles: Technological innovations and sustainable development in the Brazilian food industry: At what stage are we?
???metadata.dc.creator???: Dias, Marcelo Fernandes Pacheco
Pedrozo, Eugenio Ávila
Keywords: Inovação tecnológica
PINTEC
Sustentabilidade
Criação de valor
Indústria de alimentos
Technological innovations
Sustainability
Value added
Food industry
Publisher: Organizações Rurais & Agroindustriais
???metadata.dc.date???: 11-Mar-2013
Citation: DIAS, M. F. P.; PEDROZO, E. A. Desenvolvimento sustentável nas inovações tecnológicas da indústria alimentícia brasileira: em qual estágio estamos? Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 14, n. 3, p. 297-311, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Hoje estamos vivendo o desafio da sustentabilidade. Não há consenso entre os executivos sobre o papel das empresas nesse processo, apesar de algumas delas já inserirem a sustentabilidade no seu discurso. Assim, buscou-se, com base em estudos realizados sobre inovação tecnológica nas indústrias brasileiras, avaliar como essas estão sendo orientadas para influenciar a sustentabilidade (dimensões econômica, social e ambiental) e a agregação de valor empresarial. O setor alimentício foi escolhido dada sua grande importância social, intensivo uso de recursos naturais e a sua importância econômica no agronegócio brasileiro. Trata-se de uma pesquisa de natureza predominantemente qualitativa que utilizou dados secundários referentes a três pesquisas sobre inovação tecnológica realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Os resultados demonstram que, em relação aos pilares da sustentabilidade, a dimensão econômica recebeu mais ênfase nas inovações do setor. Constatou-se que a agregação de valor sustentável, originada das inovações tecnológicas com foco nas dimensões ambientais e sociais, está num estágio inicial e que essas inovações estão reforçando,predominantemente, a busca de oportunidades de negócios, que ainda é orientada por uma lógica quase que exclusivamente econômica.
Abstract: We presently experience the challenge of sustainable development. Although there is still no consensus among executives about the role of companies in this process, some of them already include sustainability in their discourses. Thus, the aim of the present study, based on studies performed about the Brazilian food industry, was to assess, how technological innovations are being conduct in order to influence sustainability dimensions (economical, social, and environmental) and add business value. The food sector was chosen because of its great social importance, intensive use of natural resources and its economic importance in Brazilian agribusiness. The research was predominantly qualitative and made use of secondary data related to three studies on technological innovation performed by IBGE (Brazilian Institute for Geography and Statistics). The results demonstrate that, regarding the pillars of sustainability, the economical dimension received more attention from the innovations of the sector. It was found that the sustainable value added from technological innovations focused on environmental and social dimensions is still in an early stage and these innovations predominantly reinforce the search for business opportunities, which is still guided by an almost exclusively economic logic.
Other Identifiers: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/566
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:Organizações Rurais & Agroindustriais

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback