Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/927
Título: Educação profissional de pessoas com deficiência: um estudo na cidade de São Paulo
Autor : Lima, Michelle Pinto de
Primeiro orientador: Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Primeiro membro da banca: Mafra, Flávia Luciana Naves
Freitas, Maria Nivalda de Carvalho
Área de concentração: Organizações, Gestão e Sociedade
Palavras-chave: Ensino profissional
Deficientes - Formação profissional
Mercado de trabalho
Professional education
Labor market
People with disabilities
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: LIMA, M. P. de. Educação profissional de pessoas com deficiência: um estudo na cidade de São Paulo. 2012. 189 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: The aim of this work was to understand the organization and provision of vocational education is for people with disabilities in Sao Paulo. For this study, we selected eight institutions qualified under the MEC, for the provision of vocational education, namely: SENAC, SENAI and nongovernmental organizations of care for PCD and that offer this type of education. Data collection took place with the use of semi-structured interviews with representatives of these institutions are in charge of planning and organization of courses. This qualitative study allowed processing of the data by content analysis, so essentially thematic. The present results show that addition of the S system, many institutions ONGs, to support PCD, offer professional education. The organization and provision of vocational education in ONGs are guided by the concept of education to work through training and qualification, prioritizing subjective aspects of individual development for the world of work. In SENAI schools and SENAC the design of technical skill guides all the work of professional education. The results show that there are large concentrations of students in ONGs that offer professional education at the basic level and in special classes. The labor market and business demand for people with disabilities influence the portfolio of courses offered in most institutions surveyed. ONGs are highlighted in this work due to conditions of supply of courses: adaptation of instructional resources, adequacy of physical resources and construction of curricula aimed at meeting the educational needs of these people. System S in schools, provision of vocational education for persons with disabilities is made by equal conditions of access that other people without disabilities in regular classes and adaptation of some resources. When it comes to the unequal equally, equal opportunities to access vocational education is compromised.
Este trabalho foi realizado com o objetivo de compreender a organização e a oferta de educação profissional voltada para pessoas com deficiência (PcD), em São Paulo, SP. Para o estudo, foram selecionadas oito instituições qualificadas, segundo o MEC, para a oferta de educação profissional, sendo elas: SENAC, SENAI e Organizações não governamentais de atendimento à PcD e que oferecem esta modalidade de ensino. A coleta de dados se deu com o uso de entrevistas semiestruturadas realizadas com representantes destas instituições que estão à frente do planejamento e da organização dos cursos. A natureza qualitativa do estudo permitiu o tratamento dos dados por análise de conteúdo, de forma essencialmente temática. Os resultados obtidos na investigação demonstram que, além do sistema S, muitas instituições e ONGs, de apoio à PcD, oferecem educação profissional. A organização e a oferta da educação profissional nas ONGs são orientadas pela concepção de educação para o trabalho por meio de capacitação e qualificação, priorizando aspectos subjetivos de desenvolvimento do indivíduo para o mundo do trabalho. Nas escolas do SENAI e do SENAC, a concepção de qualificação técnica orienta todo o trabalho de educação profissional. Os resultados encontrados demonstram que há grande concentração de alunos nas ONGs que ofertam educação profissional no nível básico e em classes especiais. O mercado de trabalho e a demanda das empresas por pessoas com deficiência influenciam o portfólio dos cursos ofertados na maior parte das instituições pesquisadas. As ONGs se destacam neste trabalho devido às condições de oferta dos cursos, que incluem adaptação de recursos instrucionais, adequação de recursos físicos e construção de currículos voltados para o atendimento das necessidades educacionais destas pessoas. Nas escolas do Sistema S, a oferta de educação profissional para pessoas com deficiência é feita mediante as mesmas condições de acesso oferecidas a outras pessoas sem deficiência, em turmas regulares e com adaptação de alguns recursos. Quando se tratam de forma igual os desiguais, a igualdade de oportunidades para acessar a educação profissional fica comprometida.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração em Organizações, Gestão e Sociedade, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/927
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Educação profissional de pessoas com deficiência um estudo na cidade de São Paulo.pdf938,93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.