Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9344

Título: Conservação pós-colheita de Bastão-do-imperador
Autor(es): Mattos, Drucylla Guerra
Orientador: Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira
Coorientador(es): Nery, Fernanda Carlota
Membro da banca: Vilas Boas, Eduardo Valério de Barros
Reis, Simone Novaes
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Etlingera elatior
Longevidade
Longevity
Storage
Data de Defesa: 25-Fev-2015
Data de publicação: 7-Mai-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: MATTOS, D. G. Conservação pós-colheita de Bastão-do-imperador. 2015. 79 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O uso de técnicas pós-colheita que proporcionam qualidade e longevidade, é essencial para o êxito na comercialização de flores. Assim, objetivou-se avaliar a longevidade e qualidade pós-colheita de hastes florais de bastão-do-imperador, em dois estádios de abertura floral, utilizando-se da aplicação de cera de carnaúba e armazenamento em temperaturas de 16º C e 21º C. Foram aplicadas diferentes concentrações de cera de carnaúba (0,0% - controle; 0,75%; 1,5%; 3,0 %) em combinação com dois estádios de abertura floral (brácteas semiabertas e abertas), resultando em 8 tratamentos, os quais foram distribuídos inteiramente casualizados, com 4 repetições por tratamento, em parcela subdivida no tempo. As avaliações foram realizadas a cada dois dias durante 20 dias. Observou-se a qualidade visual por meio de uma escala de notas atribuídas por três avaliadores; além de avaliação de massa fresca relativa, absorção de água, transpiração e balanço hídrico. Brácteas foram retiradas para análise em microscópio de luz e eletrônico de varredura, possibilitando a verificação do padrão de deposição da cera de carnaúba nas brácteas. Também, retiraram-se a cada três dias, amostras de brácteas para determinação dos teores de açúcares solúveis totais e amido. Observou-se que a cera se deposita de maneira epicuticular em formato de placas. Mas, não foi observado efeito da cera de carnaúba sobre os aspectos fisiológicos ou qualidade visual. Em ambas as temperaturas de armazenamento, o estádio de abertura floral semiaberto proporcionou melhor qualidade visual por um maior número de dias durante o período de armazenamento avaliado como também respostas fisiológicas que contribuem para uma maior longevidade pós-colheita.
Abstract: The use of post-harvest techniques that afford quality and longevity, it is essential for successful marketing of flowers. Thus, the objective was to evaluate the longevity and post-harvest quality of torch ginger flower stems in two floral opening stages using carnauba wax treatment and stored at temperatures of 16° C and 21° C. It was applied different concentrations of carnauba wax (0.0% - control; 0.75%; 1.5%; 3.0%) in combination with two stages of flower opening (semi-open and open bracts), resulting in 8 treatments, which were distributed completely randomized, with 4 repetitions for treatment, in split plot in time. Evaluations were performed every two days during 20 days. It was observed the visual quality through a scale of notes given by three evaluators; besides evaluation of relative fresh weight, water uptake, transpiration and water balance. Bracts were taken for analysis by light microscopy and scanning electron, allowing the verification of the deposition standard of carnauba wax in the bracts. Also, it was taken samples every three days of bracts to determine the levels of total soluble sugars and starch. It was observed that wax is deposited in epicuticular way with plate format. But it was not observed effect of carnauba wax on the physiological aspects or visual quality. In both storage temperatures, the semi-open flower opening stage provided better visual quality for a larger number of days during the storage time evaluated, also physiological responses that contribute to greater post-harvest longevity.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9344
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Conservação pós-colheita de Bastão-do-imperador.pdf4,46 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback