Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9361

Título: Densidade e diversidade de esporos de fungos micorrízicos arbusculares em áreas do Quadrilátero Ferrífero
Autor(es): Teixeira, Anita Fernanda dos Santos
Orientador: Moreira, Fatima Maria de Souza
Coorientador(es): Carneiro, Marco Aurélio Carbone
Membro da banca: Pereira, Marlon Corrêa
Stürmer, Sidney Luiz
Área de concentração: Biologia, Microbiologia e Processos Biológicos do Solo
Assunto: Pilhas de rejeito
Micorrizas
Canga
Áreas em reabilitação
Mineração
Tailing piles
Mycorrhizae
Rehabilitation areas
Mining
Data de Defesa: 23-Fev-2015
Data de publicação: 7-Mai-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Vale
Referência: TEIXEIRA, A. F. dos S. Densidade e diversidade de esporos de fungos micorrízicos arbusculares em áreas do Quadrilátero Ferrífero. 2015. 75 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O solo é habitat de grande diversidade de organismos. Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMAs) interagem com grande parte das plantas e, iniciada a simbiose, ambos são beneficiados, facilitando revegetação de áreas em reabilitação. A diversidade desses fungos pode variar dentre diferentes ambientes e ser influenciada pela vegetação e características do solo. O presente estudo apresenta, na primeira parte, levantamento bibliográfico relevante sobre FMAs, sua ocorrência e importância em ambientes, e na segunda parte, resumida em seqüência, avaliação da densidade de esporos e diversidade desses fungos em área reabilitada após mineração de ferro e no seu entorno. A coleta de solo foi realizada na mina Córrego do Meio, em Sabará – MG, em áreas de pilha de rejeito (área de reabilitação), canga, cerrado, mata e de eucalipto. Foram realizadas análises química e física e extração de esporos de 100 mL de solo, para análises e identificação taxonômica das espécies de FMAs. Riqueza de espécies (R), índice de diversidade de Shannon (H’) e equitabilidade (J) foram estimados. Análise de componentes principais (PCA) foi feita para verificar relação entre espécies de FMAs e atributos do solo. A densidade de esporos encontrada foi alta e não diferiu estatisticamente entre as áreas avaliadas. Foram encontradas 31 espécies de FMAs em todas as áreas, sendo esse, o primeiro relato de ocorrência no Brasil de Acaulospora nivalis e Acaulospora alpina. Acaulospora mellea, Acaulospora morrowiae e Glomus bastonete foram Generalistas, e essa última espécie apresentou a maior abundância relativa em todas as áreas. A maior diversidade foi encontrada em pilha de rejeito (H’ 2,02) e a menor em canga (H’ 0,582). Alguns atributos químicos do solo se associaram à distribuição das espécies, fato que não foi observado para atributos físicos. A maior diversidade de espécies em pilha de rejeito pode facilitar o processo de reabilitação dessa área.
The soil is habitat of a great diversity of organisms. The arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) interact with most of the plants and, after the symbiosis begins, both fungi and plants are benefited, which facilitates revegetation in rehabilitation areas. The diversity of these fungi may vary among different environments and be influenced by vegetation and soil characteristics. This study presents, in the first part, relevant review on literature about AMF, its occurrence and importance in environments, and, in the second part, summarized in sequence, evaluation of spore density and diversity of these fungi in rehabilitated area and in its surroundings after iron mining. The soil samples were collected in the Córrego do Meio mine, in Sabará – MG, in tailings pile areas (rehabilitation area), canga, cerrado, forest and eucalyptus. We performed chemical and physical soil analyses and spores extraction from 100 mL of soil for analyzes and taxonomic identification of the AMF. Species richness (R), Shannon diversity index (H') and evenness (J) were estimated. Principal component analysis (PCA) was performed to verify the relationship between AMF and soil properties. The spore density found was high and did not differ statistically among the evaluated areas. We found 31 species of AMF in all areas, and being these findings the first report of occurrence in Brazil of Acaulospora nivalis and Acaulospora alpina. Acaulospora mellea, Acaulospora morrowiae and Glomus bastonete were generalists, and the latter species showed the highest relative abundance in all areas. The greatest diversity was found in tailings pile (H'2,02) and the lowest in canga (H' 0,582). Some soil chemical properties were associated with distribution of species, a fact that was not observed for physical attributes. The greatest diversity of species in tailings pile can facilitate the process of rehabilitation of this area.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9361
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Densidade e diversidade de esporos de fungos micorrízicos arbusculares em áreas do Quadrilátero Ferrífero.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback