Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9364

Título: Equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico: equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico
Autor(es): Granados, Chary Paola Rojas
Orientador: Saad, Flavia Maria de Oliveira Borges
Coorientador(es): Zangeronimo, Marcio Gilberto
Membro da banca: França, Janine
Zangeronimo, Marcio Gilberto
Área de concentração: Produção e Nutrição de não Ruminantes
Assunto: pH urinário
Gasometria
Urolitiase
Felinosdomésticos
Urinary pH
Blood gases
Urolithiasis
Domesticcats
Data de Defesa: 26-Fev-2015
Data de publicação: 7-Mai-2015
Referência: ROJAS GRANADOS, C. P. Equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico: equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico. 2015. 69 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Estudaram-se os efeitos da inclusão de um acidificante comercial, em duas rações comerciais com excesso de base (EB) conhecido, sobre o consumo de alimento, consumo de água, pH, volume e densidade urinária , assim como o equilíbrio ácido básico de gatos adultos. O experimento foi conduzido no Centro de Estudos em Nutrição de Animais de Companhia (CENAC), do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras, utilizando-se 10 gatos adultos, sem raça definida, de ambos os sexos. Cada uma das duas dietas comerciais foi acrescida com o acidificante comercial, até atingir as quantidades de 0mEq/kg , -25 mEq/kg, -50 mEq/kg, -75 mEq/kg e -100 mEq/kg, constituindo um delineamento em blocos casualizados, em esquema fatorial 2x5(2 rações e 5níveis de acidificante).Os dados obtidos foram submetidos aANAVA e à análise de regressão para os níveis de acidificante, usando o pacote estatístico Action 2.7. A ração A apresentou um EB menos catiônico (17,42 mEq/kg), em comparação com a ração B (508,79 mEq/kg ); já, os EB, para cada ração, com a inclusão dos diferentes níveis de acidificante, variaram entre -82,57 mEq/kg e 483,79 mEq/kg .Observou-se um comportamento quadrático dos diferentes níveis de acidificante na ração A (P˂0,05), mostrando que, a partir do nível de inclusão de acidificante de -51,6 mEq/kg, diminuiu o consumo diário de alimento. Com relação ao pH urinário, o nível de acidificante começa a ter influência na queda do pH, a partir de -38,2 mEq/kg na ração A, também apresentando um efeito quadrático. Para os parâmetros gasométricosde sangue venosa, não houve interação em nenhuma das variáveis analisadas, no entanto, foram observados efeitos significativos da ração sobre o pH, [HCO3-]e CO2T, mostrando menores concentrações desses gases no sangue dos gatos, consumindo a ração A. Para os eletrólitos sódio, cloreto e potássio sérico não houve diferença significativas (P<0,05) para nenhuma das variáveis analisadas nas duas dietas. A inclusão de acidificante à base de ácido fosfórico reduz o pH urinário somente quando utilizado em dietas com EB negativo ou próximos a zero, não sendo eficaz em dietas com EB elevado ou muito positivo.
Abstract: We studied the effects of the inclusion of a commercial acidifier in two commercial diets with known Base Excess (BE), on food intake, water intake, pH, urine volume and density , as well as the basic-acid balance of adult cats. The experiment was conducted at the Center for Studies in Companion Animal Nutrition (CENAC) of the Department of Animal Science at the Universidade Federal de Lavras, using 10 mixed breed adult cats, of both sexes. Each of the commercial diets was supplemented with the commercial acidifier until reaching the amounts of 0 mEq/kg, -25 mEq/kg, -50 mEq/kg, -75mEq/kg and -100 mEq/kg, forming a randomized blocks design in a 2x5 factorial scheme (2 rations and 5 levels of acidifier).The data obtained were submitted to ANOVA and regression analysis for acidifying levels, using the Action 2.7 statistical package. The diet A showed a less cationic BE (17.42 mEq/kg) when compared with diet B (508.79 mEq/kg), while the BE for each feed with the inclusion of different levels of acidifier ranged from -82.57 mEq/kg to 483.79 mEq/kg. We observed a quadratic behavior of the different levels of acidifier in feed A (P˂0.05) showing that, from the level of acidifier inclusion of -51.6 mEq/kg, daily food intake decreased. Regarding urinary pH, the acidifier level begins influence the decrease in pH from -38.2 mEq/kg in feed A, also presenting a quadratic effect. For gas parameters of venous blood, there was no interaction in any of the variables analyzed, however, we observed significant effects of the diets over pH, [HCO3-] and CO2T, showing lower concentrations of these gases in the blood of cats consuming feed A. For the sodium, chloride and potassium serum electrolytes, there was no significant difference (P˂0.05) for any of the variables analyzed in both diets. The inclusion of phosphoric-based acidifier reduces urinary pH only when used in diets with negative or near zero BE, not being effective in diets with elevated or very positive BE.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9364
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico: equilíbrio ácido básico de gatos recebendo dietas com acidificante a base de ácido fosfórico.pdf282,1 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback