Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9398

Título: Combinações de análises físico-químicas e técnicas analíticas para detecção da parafina à cera de Apis mellifera Linnaeus
Autor(es): Santos, Kelinton Cândido
Orientador: Carvalho, César Freire
Coorientador(es): Guerreiro, Mário César
Membro da banca: Sales, Priscila Ferreira de
Carvalho, Stephan Malfitano
Área de concentração: Entomologia
Assunto: Cera de abelha
Adição de parafina
Análises físico-químicas
Cromatografia gasosa associada à espectrometria de massas
Espectroscopia na região do infravermelho com transformada de Fourier
Calorimetria exploratória diferencial
Bees wax
Adding paraffin
Physical-chemical analysis
Gas chromatography–mass spectrometry
Fourier Transform Infrared Spectroscopy
Differential Scanning Calorimeter
Data de Defesa: 25-Fev-2015
Data de publicação: 8-Mai-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SANTOS, K. C. Combinações de análises físico-químicas e técnicas analíticas para detecção da parafina à cera de Apis mellifera Linnaeus. 2015. 59 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Objetivou-se neste trabalho analisar física e quimicamente a cera de Apis mellifera na qual foram adicionados diferentes teores de parafina. As avaliações foram realizadas por meio de técnicas de cromatografia gasosa associada espectrometria de massas (GC-MS), espectroscopia na região do infravermelho com transformada de Fourier (FT-IR), calorimetria diferencial exploratória (DSC) e análises físico-químicas, as quais incluem índice de acidez, índice de saponificação e temperatura de fusão, para tanto, empregou-se cera contendo parafina em diferentes proporções, correspondentes a 1,5%; 3%; 6%; 12%; 24% e 48%. O preparo das amostras foi realizado no Departamento de Entomologia (DEN/UFLA) e analisadas no Departamento de Química, central de análises e prospecção química (CAPQ/DQI-UFLA). O conjunto de dados provenientes das análises de GC-MS e FT-IR foi analisado utilizando o reconhecimento de padrões, o qual envolveu a análise de componentes principais (PCA) e a análise de Componentes Hierárquicos (HCA). A análise de CG-MS permitiu identificar 21 compostos presentes na cera pura de A. mellifera e cera com parafina, sendo que pelas análises de PCA e HCA, a amostra contendo 48% de parafina (T6) foi a que mais permitiu detectar a presença de parafina à cera. Na análise do índice de acidez foi verificado que o aumento do teor de parafina na cera ocasionou a redução da acidez quando comparado com a cera pura. A análise de saponificação revela que essa técnica não pode ser considerada como satisfatória para a detecção de adição de parafina à cera. A análise de DSC mostra uma redução na temperatura de fusão de acordo com o aumento de adição de parafina, conduzindo a resultados não condizentes com o parâmetro pré-estabelecido na literatura quando se tem adição de parafina acima de 12%. Os resultados foram conclusivos e permitiram caracterizar uma amostra de cera com adição de parafina.
The objective was to analyze physical and chemically the wax of Apis mellifera in which were added different paraffin contents. The evaluations were performed by gas chromatography techniques associated mass spectrometry (GC-MS) spectroscopy in the infrared with Fourier transform (FT-IR), differential scanning calorimetry (DSC) and physic-chemical analyzes, which include acid value, saponification value and melting temperature, therefore, it was used wax containing paraffin in different proportions, corresponding to 1.5%; 3%; 6%; 12%; 24% and 48%. The sample preparation was conducted at the Entomology Department (DEN/UFLA) and analyzed at the Chemistry Department, central analysis and chemical prospecting (CAPQ/DQI-UFLA). The data set from the GC-MS and FT-IR analysis was analyzed using pattern recognition, which involved the principal component analysis (PCA) and the analysis of Hierarchical Components (HCA). The GC-MS analysis identified 21 compounds in pure wax A. mellifera and wax with paraffin, and by analysis of PCA and HCA, the sample containing 48% paraffin (T6 ) was the most possible to detect the presence of paraffin in the wax . In the analyzing of the acid value was found that increasing the paraffin wax content caused the acidity reduction when compared with pure wax. Saponification analysis reveals that this technique can not be considered satisfactory for the detection of adding paraffin in the wax. The DSC analysis shows a decrease in melting temperature according increasing addition of paraffin, leading to inconsistent results with pre-defined parameter in the literature when it is added paraffin above 12%. The results were conclusive and allowed to characterize a wax sample with paraffin addition.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9398
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Combinações de análises físico-químicas e técnicas analíticas para detecção da parafina à cera de Apis mellifera Linnaeus.pdf546,82 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback