Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9498

Título: Análise anatômica e de crescimento em interenxertos de marmeleiros e porta-enxertos Pyrus calleryana e Chaenomeles sinensis para pereiras de baixa exigência em frio
Autor(es): Balbi, Rodrigo Vieira
Orientador: Pio, Rafael
Membro da banca: Alvarenga, Angelo Alberico
Pio, Leila Aparecida Salles
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Cydonia oblonga
Pyrus calleryana
Chaenomeles sinensis
Compatibilidade
Compatibility
Data de Defesa: 26-Fev-2015
Data de publicação: 12-Mai-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: BALBI, R. V. Análise anatômica e de crescimento em interenxertos de marmeleiros e porta-enxertos Pyrus calleryana e Chaenomeles sinensis para pereiras de baixa exigência em frio. 2015. 49 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O Brasil apresenta uma produção de peras muito aquém do ideal, cerca de oito vezes menor do que o próprio consumo. Esse fato tem resultado em uma alta taxa de importação dessa fruta no Brasil. Os porta-enxertos Pyrus calleryana e Pyrus betulaefolia, normalmente utilizados, propiciam copas muito vigorosas dificultando os principais tratos culturais no cultivo. A utilização de porta-enxertos da espécie Cydonia oblonga, como nos plantios europeus, seria uma ótima alternativa, porém algumas cultivares apresentam baixa capacidade de enraizamento, não toleram temperaturas elevadas na camada superficial do solo e nem solos ácidos. Sendo assim, o porta-enxerto da espécie Chaenomeles sinensis veio a ser uma alternativa, porém, este não apresenta afinidade com as cultivares copa. O presente trabalho objetivou avaliar diferentes combinações de porta-enxertos e inter-enxertos para produção de mudas de pereira de baixa exigência em frio. Foram realizadas enxertias por garfagem pelo método de fenda cheia utilizando os marmeleiros Adams, BA-29, MA, MC e Sydon da espécie C. oblonga sobre porta-enxertos C. sinensis e P. calleryana. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em fatorial 2 x 5, sendo o primeiro fator os dois porta-enxertos e o segundo fator os cinco marmeleiros. Posteriormente, foram realizadas avaliações de crescimento aos 60, 120 e 180 dias. No final, avaliou-se também a massa seca das brotações e foram realizados cortes anatômicos em fragmentos caulinares visando descrever a união dos tecidos na região de junção entre porta-enxerto e interenxerto, a fim de analisar a compatibilidade entre eles. Os marmeleiros C. oblonga apresentaram boa afinidade com os porta-enxertos utilizados, evidenciando o sucesso no método de enxertia. O porta-enxerto P. calleryana demonstrou maior desempenho para algumas das características avaliadas nas análises de crescimento. Em geral, os marmeleiros ‘MA’ e ‘Sydon’ tiveram maior crescimento quando comparados aos demais marmeleiros utilizados.
Brasil shows a production of pear around eight times lower that your own consumption, which is very far from the ideal of yeld. This fact results in a high rate of pear importation inside the country. The rootstocks Pyrus calleryana and Pyrus betulaefolia, commonly utilized, provides high vigor to the pear cultivars, which difficults some treats on the field, like proom and harvest. The rootstock of Cydonia oblonga specie are used in european growth could be a better way, therefore, some cultivars showed low capacity of rooting, beyond the low tolerance of high temperatures in soil surface and low tolerance of acid soils. Thus the specie Chaenomele sinensis became an option for rootstocks, but, this specie doesn`t have compatibility with pear cultivars. The aim of this research was to evaluate diffferent combinations between rootstocks and scions to produce pear seedlings with low requirement of cold. Were realized grafts by the full slit method usnig the followed quince cultivars: Adams, BA-29, MA, MC e Sydon, which are from the C. oblonga specie, in the C. sinensis and P. calleryana rootstocks. The experiment was arranged in a complete randomized design with a 2 x 5 factorial and the first factor were the two varieties of rootstocks, and the second were the five varieties of C. oblonga quinces. Then, were realized growth evaluations with 60, 120 and 180 days after graft. Finnaly, were evaluated the dry mass and were also realized an anatomical analysis at the graft region in the stam, intending to describe the compatibility between rootstock and scion. The quinces C. oblonga showed doog compatibility with both rootstocks, proving the success on the graft process. The rootstock P. calleryana showed a higher performance for mostly characteres which were evaluated. In general, the quince cultivars ‘MA’ and ‘Sydon’ showed a high growth rate when were compared with the others.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9498
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Análise anatômica e de crescimento em interenxertos de marmeleiros e porta-enxertos Pyrus calleryana e Chaenomeles sinensis para pereiras de baixa exigência em frio.pdf698,56 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback