Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9589
Título: Cério, lantânio, neodímio e ítrio no crescimento de milho na presença e ausência de micorriza em casa de vegetação e da aplicação de mix desses elementos na produção de grãos em campo
Título(s) alternativo(s): Cerium, lanthanum, neodymium and yttrium on corn growth in the presence and absence of mycorrhiza in greenhouse and application of mix these elements on grain yield in field
Autor : Vilela, Laize Aparecida Ferreira
Primeiro orientador: Siqueira, José Oswaldo
Primeiro membro da banca: Faquin, Valdemar
Guilherme, Luiz Roberto Guimarães
Carneiro, Marco Aurélio Carbone
Castro, Evaristo Mauro de
Monte, Marisa Bezerra de Mello
Área de concentração: Biologia, Microbiologia e Processos Biológicos do Solo
Palavras-chave: Elementos terras raras
Colonização micorrízica
Clorofila
Atividade fotossintética
Atividade transpiratória
Condutância estomática
Rare earth elements
Mycorrhizal colonization
Chlorophyll
Photosynthetic activity
Transpiratory activity
Data da publicação: 15-Mai-2015
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Instituto Tecnológico Vale
Referência: VILELA, L. A. F. Cério, lantânio, neodímio e ítrio no crescimento de milho na presença e ausência de micorriza em casa de vegetação e da aplicação de mix desses elementos na produção de grãos em campo. 2015. 134 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: The expression "Rare Earth Elements" (REE) refers to lanthanides, as well as the scandium (Sc) and yttrium (Y), elements found in the group IIIB of the Periodic Table. They may be found in more than 200 minerals and, due to similarity in their ionic radius, can replace Ca2+ in the crystal structure of minerals which compose the apatite and fluorite, the main raw material for the phosphate fertilizers manufacturing. This process contributes to the presence of relevant quantity of REE in P-fertilizers and, can influence the plants growth and the mycorrhizal colonization. The existing data about this influence are restricted to specific places, which make impossible generalizations for Brazil. In this study, we aimed to assess the effect of Ce, La, Nd and Y in the maize growth in greenhouse, with and without propagula of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF), as well as the application of a mixing of these elements in the cropping maize grain on field. The first trial was performed at the Federal University of Lavras, in which increasing doses of Ce, La, Nd and Y were tested in two treatment forms; namely, soil and seed treatment. The second trial was performed on field, and three treatment forms with mixings of REE were applied, namely, on the soil, seed and leaves; as well as its interaction with Zn. According to results, 57.39; 34.53; 29.58 and 15.52 mg.dm-3 of Ce, La, Nd and Y on the soil; and 11.35; 9.02; 11.03 and 6.28 mg.L-1 of Ce, La, Nd and Y on the seed increased, respectively, the plants growth and the mycorrhizal colonization in the greenhouse. Mycorrhizal plants showed higher content of Ce, La, Nd and Y than those not mycorrhizal. On field, the leaf application of REE promoted the greater maize grain production, while the mixing of Ce, La, Nd and Y promoted their accumulation in plant tissues and, their content decreased in the following order: roots > shoots > grain. The greatest content of REE was found in the grain yield by the seeds treatment, in leaves by the leaf application, and roots by the soil treatment. Association of REE and Zn reduced the grain yield, as well as the net photosynthetic rate and chlorophyll in leaf application.
O termo elementos terras raras (ETRs) refere-se aos lantanídeos e aos elementos escândio (Sc) e ítrio (Y), pertencentes à família IIIB da Tabela periódica. Os ETRs estão presentes em mais de 200 minerais e, em virtude das similaridades de raio iônico, esses elementos apresentam capacidade de substituir o Ca2+ na estrutura cristalina dos minerais que compõem as apatitas e fluoritas, principais matérias primas para a fabricação de fertilizantes fosfatados. Esse processo contribui para a presença de quantidades relevantes de ETRs nesses fertilizantes e pode influenciar o crescimento de plantas e a colonização micorrízica. Os resultados disponíveis, tanto dos efeitos em plantas quanto na micorriza, são restritos às regiões específicas, o que impossibilita generalizações para a realidade brasileira. Assim, no presente trabalho avaliou-se o efeito de Ce, La, Nd e Y no crescimento de milho, em casa de vegetação, na presença e ausência de propágulos de FMAs e da aplicação de mix desses elementos na produção de grãos de milho no campo. A primeira parte do estudo foi conduzida em casa de vegetação da Universidade Federal de Lavras, onde foram testadas individualmente doses crescentes de Ce, La, Nd e Y, em duas formas de aplicação (solo e tratamento de sementes), com ausência e presença de propágulos de FMAs no crescimento e colonização micorrízica de milho. A segunda parte do estudo foi conduzida em campo com a aplicação de mix desses ETRs, em três formas de aplicação (solo, sementes, foliar) e sua interação com Zn (ETRs; ETRs + Zn; Zn) na produção de grãos de milho. Em casa de vegetação, a aplicação individual de 57,39; 34,53; 29,58 e 15,52 mg dm-3 de Ce, La, Nd e Y no solo, e de 11,35; 9,02; 11,03 e 6,28 mg L-1 no tratamento de sementes, de Ce, La, Nd e Y, respectivamente, aumentaram o crescimento das plantas de milho e a colonização micorrízica. As plantas micorrizadas apresentaram teores mais elevados de Ce, La, Nd e Y que aquelas não micorrizadas. Em campo, a aplicação foliar de ETRs promoveu a maior produção de grãos. A aplicação do mix Ce, La, Nd e Y promoveu acúmulo destes na planta e os teores decresceram na ordem de raízes > parte aérea > grãos. Os maiores teores de ETRs ocorreram, nos grãos, pelo tratamento de sementes; nas folhas, pela aplicação foliar e; nas raízes, pela aplicação no solo. A aplicação de ETRs + Zn reduziu a produção de grãos assim como taxa fotossintética líquida e a clorofila em aplicação foliar.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9589
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.