Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/965
metadata.teses.dc.title: Energia específica em cortes transversais em madeira roliça de Eucalyptus sp.
metadata.teses.dc.creator: Gontijo, Thiago Gomes
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Silva, José Reinaldo Moreira da
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Napoli, Alfredo
Lima, José Tarcísio
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Hein, Paulo Ricardo Gherardi
Néri, Antônio Carlos
metadata.teses.dc.description.concentration: Processamento e Utilização da Madeira
metadata.teses.dc.subject: Serra circular
Trabalhos em madeira
metadata.teses.dc.date.issued: 2013
metadata.teses.dc.identifier.citation: GONTIJO, T. G. Energia específica em cortes transversais em madeira roliça de Eucalyptus sp.. 2012. 61 p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
metadata.teses.dc.description.resumo: New technologies used in cutting round wood of Eucalyptus sp. require knowledge to optimize the continuous carbonization process. The tool choice cutting speed and of advance influence on reducing the time and energy consumption during processing. There is a tendency of reduction in the specific cutting energy consumption in which increasing the advance speed and decreasing cutting speed. However, when advance speed is increased excessively and the cutting speed is over decreased, the required cutting energy becomes greater than the energy which the motor is able to provide. The choice of these parameters should make the most efficient mechanical processing of wood. The objective of this work was to study the influence of cutting and advance speed, and the teeth number of the circular saws in the specific cutting energy consumption in the mechanical processing of round wood. The clones used were a natural hybrid of Eucalyptus urophylla and an hybrid of Eucalyptus camaldulensis x Eucalyptus urophylla. One hundred and sixty shortwood from 250 cm long and with 8 to 11cm of diameter each clone from V&M Forestry Ltda. Four circular saw of 400 mm of diameter and 20, 24, 36 and 48 teeth, four advance speed (11, 14, 17 and 20 m*min-1) and five cutting speeds (36, 41, 46 51 and 56 m*s-1). The treatments were submitted to variance analysis and means compared by Scott-Knott test at 5% significance level. Greater cutting speeds and lower advance speed showed higher specific cutting energy consumption, but it is not recommended to use cutting speed less than or equal to 36 m*s-1, since in these conditions the motor worked overloaded. The clone of E. urophylla required lower specific cutting energy consumption. For the E. Camaldulensis x E. urophylla clone it is recommended to use the 48 teeth saw blade, with cutting speed of 46 m*s-1 and for the clone E. urophylla the 36-tooth saw blade and cutting speed of 51 m*s-1, both in advance speed of 20 m*min-1
Novas tecnologias empregadas no corte da madeira roliça de Eucalyptus sp. requerem conhecimento para a otimização do processo de carbonização contínua. A escolha da ferramenta e das velocidades de corte e de avanço influenciam na redução do tempo e no consumo de energia durante o processamento. Existe tendência em diminuir o consumo de energia específica de corte na medida em que aumenta a velocidade de avanço e diminui a velocidade de corte. Porém, quando a velocidade de avanço é demasiadamente alta e a velocidade de corte é excessivamente baixa a energia requerida é maior que a energia fornecida pelo motor. A escolha destes parâmetros devem tornar mais eficiente o processamento mecânico da madeira. O objetivo do trabalho foi estudar a influência das velocidades de corte e de avanço e do número de dentes das serras circulares no consumo de energia específica de corte da madeira. Utilizou-se um clone natural de Eucalyptus urophylla e um clone híbrido de Eucalyptus camaldulensis x Eucalyptus urophylla. Cortou-se 160 toretes de 250 cm de comprimento e diâmetro de 8 a 11 cm de cada clone da empresa V & M Florestal Ltda. Foram utilizadas quatro serras circulares de 400 mm de diâmetro e 20, 24, 36, e 48 dentes, quatro velocidades de avanço de 11, 14, 17, e 20 m*min-1 e cinco velocidades de corte de 36, 41, 46, 51 e 56 m*s-1. Os tratamentos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-knott a 5% de significância. Maiores velocidades de corte e menores velocidades de avanço apresentaram maiores consumos de energia específica de corte. Não é recomendado utilizar velocidade de corte menor ou igual a 36 m*s-1, pois o motor trabalha sobrecarregado. O clone de E. urophylla exigiu menor consumo de energia específica de corte. Para o clone E. Camaldulensis x E. urophylla recomenda-se serra de 48 dentes com velocidade de corte de 46 m*s-1 e para o clone de E. urophylla a serra de 36 dentes e velocidade de corte de 51m*s-1, ambos em velocidade de avanço de 20 m*min-1
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, área de concentração em Processamento e Utilização da Madeira, para a obtenção do título de Mestre
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/965
metadata.teses.dc.publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
metadata.teses.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.