Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9683

Title: Recursos florais como estratégia para o aumento da artropodofauna em cultivo de hortaliças
Other Titles: Increasing arthropod fauna in vegetable crops using floral resources
???metadata.dc.creator???: Paiva, Iris Guedes
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Silveira, Luís Cláudio Paterno da
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Silva, Alessandra de Carvalho
???metadata.dc.contributor.referee1???: Resende, André Luis Santos
Auad, Alexander Machado
???metadata.dc.description.concentration???: Controle biológico
Keywords: Controle biológico conservativo
Conservative biological control
Inimigo natural
Planta atrativa
Attractive plant
???metadata.dc.date.submitted???: 24-Feb-2015
Issue Date: 22-May-2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: PAIVA, I. G. Recursos florais como estratégia para o aumento da artropodofauna em cultivo de hortaliças. 2015. 54 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: A diversificação vegetal é uma das estratégias mais eficientes para a conservação da fauna de inimigos naturais em agroecossistemas e plantas que oferecem recursos florais vêm sendo testadas para a diversificação de cultivos com o intuito de regular a incidência de pragas. Este trabalho teve como objetivos estudar os efeitos dos recursos florais oferecidos pela Tephrosia sinapou e uma validação da estratégia do uso de Tagetes erecta dentro de uma área de produção intensiva de hortaliças. Dois experimentos foram realizados no Módulo de Produção Intensiva de Hortaliças, na Fazendinha Agroecológica Km 47, situada no município de Seropédica, RJ. No primeiro experimento, foram utilizadas plantas de T. sinapou plantadas em linha como vegetação de borda da área de produção de hortaliças, onde 25 metros estavam em estágio de frutificação e outros 25 metros estavam em estágio de floração, formando assim dois tratamentos. Armadilhas do tipo Moericke para a coleta passiva de insetos voadores foram instaladas nos quatro primeiros canteiros de alface, ao lado de cada tratamento, e também logo abaixo da Tefrósia, instaladas a 15 cm do solo na alface e a 40 cm do solona Tefrósia. No segundo experimento, “spots” de 1 m² contendo 15 plantas de T. erecta foram distribuídos no interior do sistema de produção de hortaliças, e foram instaladas armadilhas Moericke a 15 cm do solo no centro dos “spots” de Tagetes e a uma distância média de cinco metros. Os dados referentes à entomofauna foram submetidos a análises faunísticas e comparados estatisticamente por modelos lineares generalizados, GLM. No experimento com T. sinapou, a diversidade H´ não foi diferente entre os tratamentos. Em relação à abundância, fitófagos, onívoros, polinizadores, e predadores foram mais abundantes e ricos no tratamento com floração, quando separados por estratégia funcional. Comparando as diferentes distâncias a partir da borda de cada tratamento, observou-se diferença significativa na diversidade H´ em todas as distâncias. No experimento com T. erecta, os tratamentos não mostraram diferença significativa na diversidade. Em relação à abundância e de acordo com cada estratégia funcional, observou-se que predadores, parasitoides, onívoros e detritívoros, foram mais abundantes no tratamento com floração. Comparando-se a abundância relativa observou-se que parasitoides e onívoros foram mais abundantes no tratamento com cravo, enquanto que fitófagos tiveram maior abundância relativa no tratamento sem floração. A utilização de T. sinapou e T. erecta como recursos florais tem potencial para o controle biológico conservativo, pois são capazes de atrair e conservar inimigos naturais.
Plant diversification is one of the most efficient strategies for the conservation of natural enemies in agricultural ecosystems, and plants that offer floral resources have been tested for crop diversification aiming to regulate pest incidence. This work had the objective of studying the effects of floral resources offered by Tephrosia sinapou and validating the strategic use of Tagetes erecta within an area of intense production of vegetables. Two experiments were conducted in the intensive vegetable production module at the Fazendinha Agroecologica Km 47, located in the municipality of Seropédica, RJ, Brazil. In the first experiment, we used T. sinapou plants, planted in line as border vegetation of a vegetable production area, in which 25 meters were in the pod stage and the other 25 meters were in the flowering stage, thus forming two treatments. Moericke traps for the passive collection of flying insects were installed at the first four lettuce beds, alongside each treatment, and just below the T. sinapou, installed 15 cm above the soil in the lettuce and 40 cm above the soil in the T. sinapou. In the second experiment, 1 m2 "spots" containing 15 T. erecta plants were distributed within the vegetable production system, with Moericke traps placed 15 cm above the soil at the center of the "spots" and at an average distance of five meters. The data regarding insect fauna were submitted to faunal analysis and statistically compared by GLM models. In the experiment with T. sinapou, the H' diversity did not differ between treatments. Considering abundance, phytophagous, omnivores, pollinators and predators were more abundant and rich at the flowering treatment, when separated by functional strategy. Comparing the different distances from the edge of each treatment, we observed significant difference for H´ diversity at all distances. In the experiment with T. erecta, the treatments showed no significant difference in diversity. Regarding the abundance and according to each functional strategy, we observed that predators, parasitoids, omnivores and detritivores, were more abundant in the treatment with flowering. When comparing the relative abundance, we observed that parasitoids and omnivores were more abundant in the treatment with T. erecta, while phytophagous insects presented higher relative abundance in the treatment with no flowering. The use of Tefrosia sinapou and Tagetes erecta as floral resources has potential for the conservative biological control, given that they are capable of attracting and retaining natural enemies.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9683
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTACAO_Recursos florais como estratégia para o aumento da artropodofauna em cultivo de hortaliças.pdf825.34 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback