Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9767

Título: Óleo das sementes de atemoia: caracterização química, físico-química e produção de biodiesel
Autor(es): Cruz, Luciana Soares da
Lattes: http://lattes.cnpq.br/2061930791049368
Orientador: Pinto, Luciana de Matos Alves
Coorientador: Corrêa, Angelita Duarte
Membro da banca: Abreu, Celeste Maria Patto de
Membro da banca: Freire, Juliana Mesquita
Membro da banca: Lima, Lidiany Mendonça Zacaroni
Membro da banca: Lima, Rafaela Araújo Zambaldi
Assunto: Annona
Transesterificação
Biocombustíveis
Transesterification
Biomass energy
Data de Defesa: 22-Abr-2015
Data de publicação: 10-Ago-2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CRUZ, L. S. da. Óleo das sementes de atemoia: caracterização química, físico-química e produção de biodiesel. 2015. 80 p. Tese (Doutorado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A atemoia é um fruto híbrido derivado do cruzamento entre a Annona squamosa L. com a Annona cherimola Mill. A atemoia ‘Gefner’ apresenta em suas sementes um teor de lipídios total relativamente alto, tornando importante a caracterização de seu óleo, visando sua aplicação na indústria química. Objetivou-se nesta pesquisa fazer uma comparação em relação ao rendimento, características químicas e físico-químicas, de duas metodologias de extração do óleo das sementes de atemoia 'Gefner', por prensagem (física) e por solvente (química) utilizando como solvente o hexano. Também foi estudada a produção do biodiesel a partir deste óleo, analisando-se os ésteres metílicos formados ao longo da reação de transesterificação com metanol. A caracterização química e a produção do biodiesel foram monitoradas por cromatografia gasosa acoplada a espectrômetro de massas (CG-EM). Foi utilizada a Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear de Hidrogênio (RMN-1H) para avaliar a reação de transesterificação do biodiesel. A extração física mostrou ser economicamente mais viável do que a química, apresentando uma menor quantidade de resíduos e não acarretando oxidação do óleo extraído. As diferentes técnicas de extração não interferiram significativamente nas características químicas e físico-químicas do óleo, exceto para o índice de peróxido. Os ácidos graxos majoritários presentes no óleo são os ácidos oleico, palmítico, esteárico e linoleico. Destaca-se seu potencial para biodiesel, devido ao estudo dos ésteres metílicos formados ao longo da reação de transesterificação com metanol. É possível ressaltar que os três ésteres metílicos majoritários formados até 25 minutos de reação de transesterificação, independentes dos métodos utilizados para a extração do óleo, são semelhantes aos de outros biodieseis existentes atualmente, mostrando que a utilização do óleo de sementes de atemoia ‘Gefner’ como matéria-prima representa uma fonte promissora e de boa qualidade, podendo ser aplicada com segurança na produção de biodiesel.
Abstract: Atemoya is a hybrid fruit derived from a cross between Annona squamosa L. and Annona cherimola Mill. The atemoya 'Gefner' present in its seeds a total lipid content relatively high, become important characterization of its oil, aiming a useful application for the chemical industry. The objective in this study was to compare, in relation to yield, chemical and physico-chemical characteristics of two extraction methods of the ‘Gefner’ atemoya seeds oil by pressing (physical) and solvent (chemical) using hexane as solvent. Also the biodiesel production from this oil was studied, analyzing methyl esters formed along the transesterification reaction with methanol. The chemical characterization and biodiesel production were monitored by gas chromatography coupled to a mass spectrometer (GC-MS). Hydrogen Nuclear Magnetic Resonance Spectroscopy (1H-NMR) was used to evaluate the transesterification reaction of biodiesel. The physical extraction proved to be more economically viable than the chemical, with a lower amount of waste, and did not cause the oxidation of the extracted oil. The different extraction techniques did not interfere significantly in the chemical and physico-chemical characteristics analyzed in the oil, except for the peroxide value. The major fatty acids present in the oil are the oleic, palmitic, stearic and linoleic. It is highlight biodiesel potential, due the methyl esters’ study formed along the transesterification reaction with methanol. It is possible to point out the three major methyl esters formed up to 25 minutes of transesterification reaction, independent of the methods used for oil extraction, currently are similar to others existing biodiesels, showing that the use of ‘Gefner’ atemoya seeds oil as a raw material is a promising source and has a good quality and can be used safely in the biodiesel production.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9767
Idioma: por
Aparece nas coleções: DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Óleo das sementes de atemoia caracterização química, físico-química e produção de biodiesel.pdf406,43 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback