Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10777
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMiranda, Wezer Lismar-
dc.date.accessioned2015-12-22T12:53:30Z-
dc.date.available2015-12-22T12:53:30Z-
dc.date.issued2015-12-22-
dc.date.submitted2015-08-06-
dc.identifier.citationMIRANDA, W. L. Validação de modelo fenológico de produtividade de cafeeiro no sul do estado de Minas Gerais. 2015. 99 p. Tese (Doutorado em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10777-
dc.description.abstractCoffee production is influenced by the variations of the climatic elements, by the occurrence of adverse conditions (frost, dry spells, etc.) and by plant physiology (bieniannial). The prediction for coffee productivity is very complex due to the intricate physiological mechanisms, cultivar diversity and management conditions. Considering the importance of predicting the productivity for market regulation, with the present study we aimed at validating a model for estimating coffee productivity, based on the use of phenological indexes, submitted to the edaphoclimatic conditions of the southern region of Minas Gerais, Brazil. For this, we used 10 sample plots, distributed in the municipalities of Lavras, Varginha, Carmo de Minas, Ijaci and Santo Antonio do Amparo. The criteria for choosing the plots was based on the existence of a history of productivity superior to 40 sc ha-1 . The necessary meteorological information were collected from the Main Climatological Station belonging to INMET and installed at the campus of the Universidade Federal de Lavras (UFLA, considering as representative of the region. We conducted a hydric balance for the period in which the study was conducted, encompassing the harvests of 2012/2013 and 2013/2014. The collection of phenological data was conducted during the months of September/October, December/January and March/April. The phenological data observed were number of flowers and fruits in the fourth and fifth productive knot of plagiotropic branches of the middle third of the chosen plants. The choosing of the plants was done randomly from walking in zigzag, every ten meters of distance in four between coffee lines, alternately collecting information between branches on the right and on the left. We sampled 40 plants in each plot, of which heights were measured to comprise the Productivity Phenological Indexes 1 and 2 (IFP1 and IFP2). For comparison and validation of the models, we obtained information regarding the production observed. The prediction results were submitted to statistical tests of coefficient of determination, coefficient of correlation, concordance index, C index, mean error, mean absolute deviation, mean absolute error percentage and mean quadratic error. The results indicated that the analyzed models are applicable to coffee crops of the southern region of Minas Gerais. IFP1 and IFP2 presented good correlation with the productivity observed. The adverse meteorological occurrences of the period influenced the performance of the model.pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectFenologia do cafeeiropt_BR
dc.subjectCoffea arabica L.pt_BR
dc.subjectPrevisão de produtividadept_BR
dc.subjectModelagem agrometeorológicapt_BR
dc.subjectCoffee phenologypt_BR
dc.subjectProductivity predictionpt_BR
dc.subjectAgrometeorological modelingpt_BR
dc.titleValidação de modelo fenológico de produtividade de cafeeiro no sul do estado de Minas Geraispt_BR
dc.title.alternativePhenological model validation of coffee productivity in the southern state of Minas Geraispt_BR
dc.typetesept_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolaspt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Carvalho, Luiz Gonsaga de-
dc.contributor.referee1Fahl, Joel Irineu-
dc.contributor.referee2Guimarães, Rubens José-
dc.contributor.referee3Paglis, Carlos Maurício-
dc.contributor.referee4Oliveira, Marcelo Silva de-
dc.description.resumoA produção do cafeeiro é influenciada pelas variações dos elementos climáticos, pela ocorrência de condições adversas (geada, veranico etc.) e pela própria fisiologia da planta (bienalidade). A previsão de produtividade do cafeeiro é bastante complexa devido aos intrincados mecanismos fisiológicos, à diversidade de cultivares e às condições de manejo. Considerando a importância da previsão de produtividade para regulação do mercado, com o presente estudo objetivou-se validar um modelo de estimativa de produtividade do cafeeiro, com base no uso de índices fenológicos, submetidos às condições edafoclimáticas da região sul de Minas Gerais. Para tanto, utilizou-se 10 talhões amostrais, distribuídos nos municípios de Lavras, Varginha, Carmo de Minas, Ijaci e Santo Antônio do Amparo. O critério para escolha dos talhões baseou-se na existência de um histórico de produtividade superior a 40 sc ha-1 . As informações meteorológicas necessárias foram coletadas na Estação Climatológica Principal pertencente ao INMET e instalada no campus da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e considerando-se como representativa da região. Foi realizado o balanço hídrico para o período que envolveu o estudo, compreendendo as safras 2012/2013 e 2013/2014. As coletas de dados fenológicos se deram nos meses de setembro/outubro, dezembro/janeiro e março/abril. Os dados fenológicos observados foram número de flores, frutos (chumbinho) e frutos verdes no 4º e 5º nó produtivo de ramos plagiotrópicos do terço médio das plantas escolhidas. A escolha de plantas foi feita de forma aleatória a partir de caminhamento em “zig-zag”, a cada dez metros de distância em quatro entre linhas de café, coletando as informações alternadamente entre ramos a direita e a esquerda do caminhamento. Foram amostradas 40 plantas em cada talhão, cujas alturas também foram medidas para compor o Índice Fenológico de Produtividade 1 e 2 (IFP1 e IFP2). Para comparação e validação dos modelos foi obtida a informação referente a produção observada. Os resultados de previsão obtidos foram submetidos aos testes estatísticos do coeficiente de determinação, coeficiente de correlação, índice de concordância, índice “C”, erro médio, desvio médio absoluto, erro médio percentual absoluto e ao erro quadrático médio. Os resultados indicaram que os modelos analisados são aplicáveis às lavouras cafeeiras da região sul de Minas Gerais. Os índices IFP1 e IFP2 apresentaram boa correlação com a produtividade observada. As ocorrências meteorológicas adversas do período influenciaram o desempenho do modelo.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Engenhariapt_BR
dc.subject.cnpqEngenharia de Água e Solopt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8939063006759906pt_BR
Aparece nas coleções:DEG - Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE _Validação de modelo fenológico de produtividade de cafeeiro no sul do estado de Minas Gerais.pdf1,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.