Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11076
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorReis, Mardiany Ribeiro dos-
dc.date.accessioned2016-04-20T17:54:48Z-
dc.date.available2016-04-20T17:54:48Z-
dc.date.issued2016-04-20-
dc.date.submitted2015-12-15-
dc.identifier.citationREIS, M. R. dos. Análise dos atropelamentos de vertebrados terrestres em unidades de conservação brasileiras à escala da paisagem. 2016. 68 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11076-
dc.description.abstractAmong its negative impacts on biodiversity, the roadkill of wild animals is being considered one of the most worrying recently. For this reason, it is necessary to understand what are the factors that lead to a greater incidence of roadkill on certain stretches. The characteristics of the landscape and of the road have been considered as factors that may promote the incidence of roadkill. The main objective of this work is to understand the relationship between surrounding landscape and road structures with the occurrence of roadkill of amphibians, reptiles and mammals. We used roadkill data from the years 2013 and 2014 of five brazilian protected areas. They were built generalized linear models mixed to assess the relationship between the occurrence of roadkill with the landscape variables (type of use and land cover) and the presence / absence of transport infrastructure (bridges and drainage pipes). The surrounding landscape was more important for the majority of taxonomic groups: The roadkill of amphibians is positively related to silviculture and negatively with the grassland and agriculture; mortality of reptiles is associated to increase of agriculture and native forest and “small escansoriais” has a negative association with the silviculture. In the group of “semi-fossorial” the presence of bridges was related to the possibility reduction of roadkill and presence of drainage pipes with the increasing. Depending on the target group suggests to adopt measures to reduce the probability of roadkill on the basis of soil use.pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)pt_BR
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectEcologia de estradaspt_BR
dc.subjectEstrutura da paisagempt_BR
dc.subjectAtropelamento de faunapt_BR
dc.subjectPassagem de faunapt_BR
dc.subjectVertebrados terrestrespt_BR
dc.subjectRoad ecologypt_BR
dc.subjectLandscape structurept_BR
dc.subjectRoadkillpt_BR
dc.subjectWildlife passagept_BR
dc.subjectTerrestrial vertebratespt_BR
dc.titleAnálise dos atropelamentos de vertebrados terrestres em unidades de conservação brasileiras à escala da paisagempt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ecologia Aplicadapt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Bager, Alex-
dc.contributor.referee1Passamani, Marcelo-
dc.contributor.referee2Freitas, Simone Rodrigues de-
dc.description.resumoDentre os impactos negativos sobre a biodiversidade o atropelamento de animais silvestres vem sendo considerado um dos mais preocupantes recentemente. Por isso é necessário compreender quais os fatores que levam a uma maior incidência de atropelamentos em determinados trechos. As características da paisagem e da estrada têm sido consideradas como fatores que podem promover a incidência de atropelamentos. O objetivo deste trabalho foi compreender a relação da paisagem circundante às rodovias e a presença/ausência de estruturas viárias com a ocorrência de atropelamento de anfíbios, répteis e mamíferos. Utilizamos dados de atropelamentos de animais silvestres dos anos de 2013 e 2014 de cinco Unidades de Conservação brasileiras. Foram construídos modelos lineares generalizados mistos para avaliar a relação entre a ocorrência de atropelamentos e as variáveis da paisagem (tipo de uso e cobertura do solo) e a presença de passagens (pontes e tubos de drenagem). A paisagem circundante mostrou-se mais importante para a maioria dos grupos taxonômicos: o atropelamento de anfíbios está positivamente relacionado com a silvicultura e negativamente com o campo e agricultura; a mortalidade de répteis está associada à agricultura e vegetação nativa e os escansoriais pequenos têm uma associação negativa com a silvicultura. No grupo de semifossoriais, a presença de pontes está relacionada com a redução de probabilidade de atropelamentos e a presença de tubos de drenagem com o aumento. Dependendo do grupo alvo sugere-se adotar medidas para reduzir a probabilidade de atropelamento baseadas no uso do solo.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Biologiapt_BR
dc.subject.cnpqEcologia Aplicadapt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.