Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12821
metadata.artigo.dc.title: Occurrence of anti-Neospora caninum antibodiesin dogs in rural areas in Minas Gerais, Brazil
metadata.artigo.dc.title.alternative: Ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum em cães de áreas rurais em Minas Gerais, Brasil
metadata.artigo.dc.creator: Bruhn, Fábio Raphael Pascoti
Figueiredo, Vânia Chaves
Andrade, Gislaine da Silva
Costa-Júnior, Lívio Martins
Rocha, Christiane Maria Barcellos Magalhães da
Guimarães, Antônio Marcos
metadata.artigo.dc.subject: Neospora caninum
Cães - Anticorpos
Cães - Soropositividade
Dogs - Antibodies
Dogs - Seropositivity
metadata.artigo.dc.publisher: Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária
metadata.artigo.dc.date.issued: Apr-2012
metadata.artigo.dc.identifier.citation: BRUHN, F. R. P. et al. Occurrence of anti-Neospora caninum antibodiesin dogs in rural areas in Minas Gerais, Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 21, n. 2, p. 161-164, abr./jun. 2012.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de anticorpos anti-Neospora caninum e fatores de risco associados à soropositividade, em 240 cães de áreas rurais, nas regiões de Lavras, Belo Horizonte e Nanuque, Minas Gerais, Brasil. Foi utilizada a reação de imunofluorescência indireta (RIFI), com um ponto de corte igual a 50, para avaliar a frequência de cães soropositivos. A análise dos fatores de risco foi realizada pelo teste de Qui-quadrado (χ2) e regressão logística múltipla. A frequência de cães soropositivos para N. caninum foi de 15% (36/240). A presença de cães sem raça definida (SRD) (p = 0,018; OR = 5,9) e bovinos na propriedade (p = 0,053; OR = 4,3) foi associada à soropositividade pelo N. caninum. A frequência de cães soropositivos foi mais elevada na região de Nanuque (29,9%), quando comparados aos das regiões de Lavras (6,2%) e Belo Horizonte (2,2%) (p < 0,05). A presença de cães soropositivos, em áreas rurais de Minas Gerais, demonstra o risco potencial da transmissão horizontal de N. caninum para os bovinos, especialmente os cães SRD, que apresentaram quatro vezes mais a chance de serem soropositivos em relação aos cães com raça definida.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The aim of this study was to determine the frequency of anti-Neospora caninum antibodies and risk factors associated with seropositivity in 240 dogs from rural areas of the Lavras, Belo Horizonte and Nanuque regions, state of Minas Gerais, Brazil. The indirect fluorescence antibody test (IFAT) with a cutoff of 50 was used to assess the frequency of seropositive dogs. The risk factor analysis was performed using the Chi-square test (χ2) and multiple logistic regression. The frequency of seropositivity for N. caninum was 15% of the dogs (36/240). Presence of dogs without defined breed (p = 0.018; OR = 5.9) and presence of cattle on the farm (p = 0.053, OR = 4.3) were associated with N. caninum seropositivity. Dogs in the Nanuque region had higher seropositivity for N. caninum (29.9%) than did those in the Lavras (6.2%) and Belo Horizonte (2.2%) regions (p < 0.05). The presence of seropositive dogs in rural areas of Minas Gerais demonstrates the potential risk of horizontal transmission of N. caninum to cattle, especially from dogs without defined breed, which were four times more likely to be seropositive than purebred dogs were.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12821
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DMV - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons