Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13295
Título: Biological control of Botrytis cinerea in the post-harvest of strawberry fruits by Muscodor sp
Autor : Oliveira, Larissa Maia de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0999365975185226
Primeiro orientador: Souza, Jorge Teodoro de
Primeiro coorientador: Monteiro, Fernando Pereira
Palavras-chave: Mofo cinzento
Morango
Compostos orgânicos voláteis
Strawberries
Data da publicação: 6-Jul-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: OLIVEIRA, L. M. de. Biological control of Botrytis cinerea in the post-harvest of strawberry fruits by Muscodor sp. 2017. 38 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: O mofo cinzento, causado por Botrytis cinerea, é uma das doenças mais importantes na pós colheita do morango. Este patógeno é responsável por grandes perdas em morangos embalados. Esporos latentes podem estar presentes na superfície dos frutos ainda no campo, mas os sintomas podem aparecer apenas depois da colheita. Para o controle do mofo cinzento no campo, são realizadas aplicações de fungicidas desde o início da floração. O morango é um dos frutos que mais possuem resíduos de agrotóxicos. Atualmente não existem fungicidas registrados para aplicação após a colheita dos morangos. Assim, a busca por agentes de controle biológico tem sido foco de grupos de pesquisas. Fungos que produzem compostos orgânicos voláteis (COVs) tem se mostrado eficiente no controle de fitopatógenos em diferentes sistemas. O objetivo deste trabalho foi isolar, selecionar e desenvolver um produto biológico a base de fungo produtor de COVs com capacidade de controlar B. cinerea em morangos embalados. Entre os fungos endofíticos isolados de diferentes plantas hospedeiras e testados contra B. cinerea, o isolado FTB01 obtido de folhas da planta parasita Struthanthus sp. mostrou ser capaz de inibir completamente o crescimento micelial de B. cinerea pela produção de COVs. Vários substratos foram testados para otimizar o crescimento e a produção de COVs e grãos de milheto foram escolhidos devido a facilidade de encontrar estes grãos e pelo seu baixo custo. Experimento usando grãos de milheto triturados e misturados com ágar-água mostraram a capacidade do isolado FTB01 para controlar B. cinerea, variando de acordo com a temperatura e o tempo de incubação do fungo antagonista em relação ao patógeno. No entanto, quando grãos de milheto colonizados pelo isolado FTB01 foram utilizados para confeccionar sachets e esses utilizados contra B. cinerea, constatou-se inibição completa de B. cinerea, independente da temperatura utilizada. Dez COVs produzidos pelo isolado FTB01 colonizando milheto foram identificados por meio de cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas. O isolado FTB01 foi identificado como uma espécie do gênero Muscodor baseado na ausência de estruturas reprodutivas e análise da sequência da região ITS do DNA ribissômico. Com base nos resultados, Muscodor sp. FTB01 é um potencial agente biológico para controlar B. cinerea em morangos embalados.
Abstract: Gray mold, caused by Botrytis cinerea, is one of the most important post-harvest diseases in strawberry fruits. This pathogen is responsible for great losses in packaged strawberries. Latent spores may be present on the surface of fruits harvested in the field, but symptoms appear only in post-harvest. To control the disease in the field, fungicide applications begin at flowering. Strawberry is one of the fruits with the highest amounts of pesticide residues. Currently, there are no fungicides registered for applications in post-harvest. Thus, the search for biological control agents has been the focus of several research groups. Fungi that produce volatile organic compounds (VOCs) were shown to control phytopathogens in different systems. The objective of this study were to isolate, select and develop a biological product based on VOCs production fungus with the capacity to control B. cinerea in packaged strawberries. Among the endophytic fungi isolated from different host plants and tested against B. cinerea, isolate FTB01 obtained from leaves of the parasitic plant Struthanthus sp. has been shown to completely inhibit mycelial growth of B. cinerea by the production of VOCs. Several substrates were tested to optimize the growth and production of VOCs and millet grains were ideal because of its ease to find and its relative low cost. Experiments employing grinded millet grains mixed with water-agar showed that the capacity of isolate FTB01 to control B. cinerea varied according to the temperature and the time of incubation of the antagonistic fungus in relation to the pathogen. However, when whole millet grains colonized by isolate FTB01 were used to fill sachets and those employed against B. cinerea, complete inhibition of the pathogen was observed regardless of the temperature of incubation. Ten VOCs were identified in the headspace of isolate FTB01 grown on millet grains by gas chromatography coupled to mass spectrometry. Isolate FTB01 was identified as a species in the genus Muscodor on the basis of the lack of reproductive structures and sequence analysis of ITS region of the ribosomal DNA. Based on the results, Muscodor sp. FTB01 is a potential biological agent to control B. cinerea in packaged strawberries.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até junho de 2019.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13295
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.