Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13317
Título: Interação nitrogênio e enxofre na produção e qualidade pós-colheita do tomateiro
Título(s) alternativo(s): Nitrogen and sulfur interaction in the production and postharvest quality of tomato
Autor : Siueia Júnior, Matias
Primeiro orientador: Silva, Maria Ligia de Souza
Primeiro coorientador: Faquin, Valdemar
Primeiro membro da banca: Muraoka, Takashi
Segundo membro da banca: Maluf, Wilson Roberto
Palavras-chave: Solanum lycopersicum
Plantas - Nutrição
Plants - Nutrition
Licopeno
Lycopene
Data da publicação: 10-Jul-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SIUEIA JÚNIOR, M. Interação nitrogênio e enxofre na produção e qualidade pós-colheita do tomateiro. 2017. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: O consumo de hortaliças está em constante crescimento, tendo as solanáceas, principalmente o tomate, lugar de destaque. O tomate é usado tanto in natura quanto na agroindústria, por isso é importante levar em consideração a qualidade do fruto e seu tempo de vida útil. Dentre os pontos que podem influenciar essas características está a nutrição da planta. O objetivo com este trabalho foi avaliar combinações de doses de nitrogênio e enxofre sobre a nutrição, a produção e as qualidades de pós-colheita do tomateiro. Como substrato foi usado o Latossolo Vermelho Distroférrico (LVdf), no qual foram aplicadas três doses de enxofre (0; 60 e 120 mg dm-3) na forma de sulfato de cálcio e cinco doses de nitrogênio (0, 100; 200; 300 e 400 mg dm- 3) na forma de ureia marcada com isótopo 15N, num esquema fatorial 3x5, em delineamento inteiramente casualizado, sob condições de casa de vegetação. Foram realizadas as seguintes avaliações: produção de frutos, teores foliares de N e S, acidez titulável, sólidos solúveis, teor de vitamina C, e pigmentos carotenoides. A produção total, massa seca da parte aérea, teor de N e acúmulo assim como o índice SPAD, aumentaram em função das doses de N. A interação entre as doses de N e S influenciaram positivamente as variáveis firmeza do fruto, sólidos solúveis, acidez titulável e a relação SS/AT, porém negativamente para o teor de vitamina C, licopeno e betacaroteno apesar não alterar as características de qualidade de fruto do tomateiro em relação aos valores recomendados; o pH apenas foi influenciado pelas doses crescentes de N, atingindo máximo de 4,2 que resultou em frutos com grau de acidez recomendável. A dose de S que proporcionou o maior aproveitamento do N do fertilizante pelo tomateiro foi de 120 mg dm-3 com 36,47%. A absorção pelo tomateiro de N respondeu positivamente para as doses de S, atingindo máxima absorção na dose máxima de 400 mg dm-3 de N. A relação N/S apresentou melhor resposta para a dose 60 mg dm-3 de S.
Abstract: The consumption of vegetable is in constant growth, having the solanáceas, mainly the tomato, place of prominence. The tomato can be used both in natura and agroindustry, so it is important to take into consideration the quality of the fruit and its shelf life. Among the points that can influence these characteristics is the nutrition of the plant. The objective of this work was to evaluate combinations of nitrogen and sulfur rates on the nutrition, production and postharvest qualities of tomato. As a substrate, the dystroferric Red Latosol (LVdf) was used, in which three rates of sulfur (0, 60 and 120 mg dm-3) applied in the form of calcium sulfate and five rates of nitrogen (0, 100, 200, 300 and 400 mg dm-3) as urea labeled with 15N, in a 3x5 factorial scheme, in a completely randomized design, under greenhouse conditions. The following evaluations were performed: fruit production, leaf contents N and S, titratable acidity, soluble solids, vitamin C content, and carotenoid pigments. The total production, dry shoot mass, N content and accumulation, as well as the SPAD index, increased as a function of N rates. The interaction between the N and S rates positively influenced the variables: firmness of the fruit, soluble solids, acidity and the SS / AT ratio, but negatively for the vitamin C, lycopene and β - carotene content, although it did not alter the fruit quality characteristics of the tomato in relation to the recommended values, in relation to the pH was only influenced by the increasing doses of N, reaching a maximum of 4.2 that resulted in fruits with a recommendable acidity degree. The rate of S that provided the greatest by fertilizer N utilization by the tomato was 120 mg dm-3 with 36.47%. Absorption of N tomato responded positively to S rate, reaching maximum absorption at the maximum dose of 400 mg dm-3 of N. The N/S ratio presented better response to the rate 60 mg dm-3 of S.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13317
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_ Interação nitrogênio e enxofre na produção e qualidade pós-colheita do tomateiro.pdf1,9 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.