Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2340
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorJesus, Elen Alvarenga de-
dc.date.accessioned2014-08-06T19:09:22Z-
dc.date.available2014-08-06T19:09:22Z-
dc.date.issued2014-08-06-
dc.date.submitted2009-02-20-
dc.identifier.citationSILVA, E. A. Caracterização da matéria orgânica como subsídio ao estudo da formação de horizonte superficial em solos sob cultivo mínimo de eucalipto. 2009. 54 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2340-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRASpt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectMatéria orgânica do solopt_BR
dc.subjectEucaliptopt_BR
dc.subjectHorizonte superficialpt_BR
dc.subjectRecuperação de áreas degradadaspt_BR
dc.titleCaracterização da matéria orgânica como subsídio ao estudo da formação de horizonte superficial em solos sob cultivo mínimo de eucaliptopt_BR
dc.title.alternativeCharacterization of organic matter as support to the study of the formation of surface horizon in soils under minimum cultivation of eucalyptuspt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coMarques, João José Granate de Sá e Melo-
dc.contributor.advisor-coSilva, Carlos Alberto-
dc.publisher.programDCS - Programa de Pós-graduaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countryBRASILpt_BR
dc.contributor.advisor1Curi, Nilton-
dc.contributor.referee1Guerreiro, Mário César-
dc.description.resumoNo Brasil, boa parte dos plantios florestais tem sido realizada em áreas nas quais o solo se encontra em algum grau de degradação física, química ou biológica. A proteção fornecida pelas copas das árvores dessas plantações florestais e pela cobertura do solo, em função da deposição de serrapilheira, constitui um dos processos mais importantes na recuperação de áreas degradadas e, como a matéria orgânica controla muitas das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, ela se caracteriza como um fator-chave na manutenção de sistemas florestais. Neste contexto, este trabalho foi realizado com o objetivo caracterizar a matéria orgânica como apoio à hipótese da formação de horizonte superficial em solos sob cultivo mínimo de eucalipto. O estudo foi realizado em hortos florestais (HFs) plantados com eucalipto no estado do Rio Grande do Sul. As amostras foram coletadas em três hortos com diferentes históricos de uso, nas profundidades de 0-5, 5-20 e 20-40 cm. Na profundidade de 0-5 cm, a maioria dos Argissolos dos HFs apresentou teores de CO superiores aos de referência (mata nativa adjacente), indicando a formação de um novo horizonte A devido ao aporte de serrapilheira. Os Cambissolos do HF Canafístula não seguiram esta tendência devido apresentarem um horizonte A húmico sob mata nativa adjacente. Ocorreu um incremento nos teores de C-FAH na maior parte dos solos dos HFs em profundidade, corroborando as obseravções e medições de campo que apontaram para a ocorrência de um horizonte A enterrado. As observações e medições de campo, os dados de CO e de fracionamento químico da matéria orgânica do solo (C-FAH) evidenciaram a importância do cultivo mínimo na busca da sustentabilidade da exploração florestal.pt_BR
dc.description.resumoIn Brazil, a substantial part of the forest plantations has been undertaken in areas in which the soil presents some degree of physical, chemical or biological degradation. The protection provided by tree canopy of forest plantations and soil cover, as a function of the deposition of litter, is one of the most important processes in the recovery of degraded areas, and as the organic matter controls much of the physical, chemical and biological soil properties, it is characterized as a key factor in the maintenance of forest ecosystems. In this context, this study aimed to characterize the organic matter as support to the hypothesis of the formation of surface horizon in soils under minimum cultivation of eucalyptus. The study was conducted in forest gardens planted with eucalyptus in Rio Grande do Sul. The samples were collected in three gardens with different historicals of use, at 0-5, 5-20 and 20-40 cm depths. At the 0-5 cm depth, the majority of Argisols (Ultisols) from the forest gardens presented OC contents higher than those from the native vegetation (referential), indicating the formation of a new A horizon due to the litter contribution. The Cambisols (Inceptisols) of Canafístula garden did not follow this trend because they present an humic horizon under native vegetation. These was an increment in C-HAF in depth in the major part of the garden soils, corroborating the field observations and measurements which pointed out for the occurrence of a buried A horizon. The field observations and measurements, the OC and chemical fractionation of organic matter (C-HAF) data evidenced the importance of the minimum cultivation in searching the forestry exploration sustainability.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ_NÃO_INFORMADOpt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.