Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28532
metadata.teses.dc.title: Cultivo e conservação in vitro de sempre vivas
metadata.teses.dc.creator: Moreira, Fernanda da Conceição
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/9414291048244354
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Paiva, Renato
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Nery, Fernanda Carlota
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Santos, Breno Régis
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Rodrigues, Leonardo Augusto Zebral
metadata.teses.dc.subject: Espécie endêmica
Sistema de imersão temporária (Plantform®)
Micropropagação
Criopreservação
Campo Rupestre
Biorreator
Endemic species
Native species
Temporary immersion system (Plantform®)
In vitro conservation
Cryopreservation
Biorreactor
metadata.teses.dc.date.issued: 5-Feb-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: MOREIRA, F. da C. Cultivo e conservação in vitro de sempre vivas. 2015. 102 p. Tese (Doutorado em Fisiologia Vegetal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
metadata.teses.dc.description.resumo: Comanthera bisulcata (Eriocaulaceae) e Xyris cipoensis (Xyridaceae) são espécies ornamentais que ocorrem em ambientes de Campo Rupestre e encontram-se na lista de espécies ameaçadas de extinção. Objetivou-se realizar o (i) estabelecimento in vitro, o controle da senescência e a multiplicação de plântulas de Comanthera bisulcata. (ii) micropropagação e a (iii) conservação in vitro de Xyris cipoensis. Para o estabelecimento in vitro de C. bisulcata foi realizada a desinfestação de sementes em diferentes tempos de imersão ao NaOCl. A germinação e o crescimento de plântulas foram avaliados em meio WPM com diferentes pHs. Para o controle de senescência em plântulas foram testadas 0, 0,2, 2 e 20 µM de AgNO3 e, para controle de oxidação em plântulas, foram estudadas 0 e 400 mg L-1 de polivinilpirrolidona (PVP). Para a multiplicação, testaram-se 2,68 µM de ANA, combinado com 2,27 µM de TDZ, 2,22 µM de BAP ou 2,32 µM de KIN. Posteriormente, foi realizado um experimento comparando o sistema semissólido e o sistema de imersão temporária líquida (Plantform®). Para Xyris cipoensis as sementes foram descontaminadas em diferentes tempos de exposição ao NaOCl. Para a germinação em meio WPM, testaram-se diferentes concentrações de sacarose. As sementes foram armazenadas em nitrogênio líquido. O descongelamento foi realizado em diferentes períodos. Sementes foram desidratadas em diferentes tempos, criopreservadas e descongeladas. Em C. bisulcata, verificou-se a maior porcentagem de desinfestação (96%) e de germinação (54%) de sementes em cinco minutos de imersão ao NaOCl. As plântulas cultivadas em pH 4,4 apresentaram maior comprimento médio de raízes (1 cm) e maior altura média (2,8 cm) de plântulas. Durante a fase de multiplicação, a senescência de plântulas pôde ser reduzida com 0,2 µM de AgNO3 e a oxidação com 400 mg L-1 de PVP. Para indução de brotações, melhores resultados foram obtidos com 2,68 µM de ANA + 2,27 µM de TDZ. A taxa de crescimento relativo e peso médio de plântulas demonstraram superioridade do sistema de imersão líquida temporária (Plantform®) em relação ao sistema semissólido durante a micropropagação de C. bisulcata. Em X. cipoensis, a maior porcentagem de descontaminação (90%) e de germinação (84%) foi observada após cinco minutos de exposição ao NaOCl com 15g L-1 de sacarose. Um protocolo para o estabelecimento in vitro foi obtido e uma maior viabilidade pós-descongelamento das sementes criopreservados foi alcançada após o descongelamento por 60 segundos. A sobrevivência aumentou quando as sementes foram desidratadas antes da criopreservação.
metadata.teses.dc.description.abstract: Comanthera bisulcata (Eriocaulaceae) and Xyris cipoensis (Xyridaceae) are ornamental species, occurring in campos rupestres environments and are on the endangered list species. The aim of this study were: (i) in vitro establishment, control of senescence and the multiplication of Comanthera bisulcata seedlings. (ii) micropropagation and (iii) conservation in vitro of Xyris cipoensis. To establish in vitro C. bisulcata was performed seeds sterilization at different times immersed in NaOCl. The germination and growth of seedlings were evaluated in WPM medium with different pH. For the control of senescence were tested 0, 0.2, 2 and 20 µM AgNO3 and the oxidation control was tested from 0 to 400 mg L-1 of polyvinylpyrrolidone (PVP). The multiplication was tested 2.68 µM NAA + 2.27 µM TDZ, 2.22 µM BA or 2.32 μM KIN. Subsequently, an experiment was conducted comparing the semi-solid system and the temporary immersion system (Plantform®). The Xyris cipoensis seeds were decontaminated in different exposure times NaOCl. The WPM medium with different sucrose concentrations was tested. The seeds were stored in liquid nitrogen. Thawing was performed at different times. Subsequently, the seeds were dried at different times, cryopreserved and thawed for 60 seconds. In C. bisulcata the highest percentage of disinfestation (96%) and germination (54%) of the seeds was observed in five minutes immersion in NaOCl. Seedlings grown at pH 4.4 showed higher average root length (1 cm) and greater average height (2.8 cm) of seedlings. During the proliferation phase, the seedlings senescence can be reduced with 0.2 M AgNO3 and the oxidation with 400 mg L-1 antioxidant polyvinylpyrrolidone and 2.68 µM NAA + 2.27 uM TDZ was suitable to induce shoots. The relative growth rate (RGR) and average values average weight of seedlings demonstrated the superiority of temporary immersion system liquid (Plantform®) comparing to the semi-solid system during micropropagation C. bisulcata. The highest percentage of decontamination and germination (90% and 84%) was observed after five minutes of exposure to NaOCl and using 15g L-1 sucrose, respectively. An efficient protocol for the in vitro propagation was obtained and increased post-thaw viability of cryopreserved seed was reached after thawing for 60 seconds. Survival seeds increased when seeds were dehydrated before cryopreservation process.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28532
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Cultivo e conservação in vitro de sempre vivas.pdf1,27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.