Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5940
Título: Influência climática sobre a plasticidade fenotípica floral de Catasetum fimbriatum lindley
Título(s) alternativo(s): Climatic influence on the Catasetum fimbriatum lindley floral phenotipic plasticity
Autor: Moraes, Cristiano Pedroso de
Almeida, Marcílio de
Palavras-chave: Orquídeas
Catasetum
Ecótipos
Plantas - Efeito da temperatura
Orchid
Ecotipes
Plants - Effect of temperature
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Ago-2004
Referência: MORAES, C. P. de; ALMEIDA, M. de. Influência climática sobre a plasticidade fenotípica floral de Catasetum fimbriatum lindley. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 28, n. 4, p. 942-948, jul./ago. 2004.
Resumo: Como tentativa de elucidar os fatores ambientais que controlam a plasticidade fenotípica floral de Catasetum fimbriatum Lindley, iniciaram-se estudos climáticos da espécie, com o acompanhamento de 45 indivíduos divididos em três tratamentos, com quinze indivíduos cada um. O primeiro tratamento foi instalado em casa-de-vegetação, onde predominou intensa luminosidade (1300 a 1900 µmol/m²s), altas temperaturas (38ºC) e baixa umidade relativa do ar (35%). O segundo tratamento foi instalado em ripado e submetido à baixa intensidade luminosa (400 a 650 µmol/m²s), menor temperatura (17ºC) e a uma umidade relativa do ar mais elevada em relação ao primeiro (85%). O terceiro tratamento foi mantido nas condições ambientais naturais (intensidade luminosa entre 500 a 800 µmol/m²s, temperaturas de 23ºC e umidade relativa do ar de 65%). Ao final do experimento, pôde-se constatar a grande adaptabilidade da espécie aos diferenciados ambientes, mediante formação de ecótipos.
Abstract: As attempt of elucidating the environmental factors that they control the plasticity floral fenotipic of Catasetum fimbriatum Lindley, climatics studies of the species began, through of the accompaniment of 45 individuals divided in three installed treatments. The first fifteen individuals, they were conditioned at green house where intense brightness prevailed (1300 at 1900 µmol/m2s), high temperatures (38ºC) and it lowers relative humidity of the air (35%). Such treatment was entitled treatment 1. The other collected individuals that were put in the pot, and that they constituted the treatment 2, they were submitted the low luminous intensity (400 at 650 µmol/m2s), to a smaller temperature (17ºC) and a relative humidity of the highest air (85%). The last fifteen individuals, presented the natural conditions of survival of the species, and they constituted in that way, the treatment 3 (luminous intensity between 500 at 800 µmol/m2s, temperature of 23ºC and a relative humidity of the highest air of 65%). At the end of the experiment, the great adaptability could be verified of the species to the differentiated environments, through the ecotipes formation.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000400030
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.