Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6117
Título: Efeitos da compactação do solo e do manejo da água sobre os componentes de produção e a produtividade de grãos de arroz
Título(s) alternativo(s): Effects of soil compaction and water management upon yield components and rice grain yields
Autor: Medeiros, Roberto Dantas de
Soares, Antônio Alves
Guimarães, Renato Mendes
Palavras-chave: Oryza sativa
Densidade do solo
Umidade
Adensamento
Soil density
Moisture
Compaction
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Out-2005
Referência: MEDEIROS, R. D. de; SOARES, A. A.; GUIMARAES, R. M.. Efeitos da compactação do solo e do manejo da água sobre os componentes de produção e a produtividade de grãos de arroz. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 5, p. 960-967, set./out. 2005.
Resumo: Conduziu-se este trabalho com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes níveis de compactação e manejos de água sobre os componentes de produção e a produtividade de grãos de arroz. O experimento foi conduzido no período de setembro de 2002 a janeiro de 2003 em casa- de-vegetação na UFLA, em Lavras-MG, onde se testou seis níveis de compactação do solo: 0%, 16%, 32%, 48%, 64% e 80% da amplitude de variação da densidade do solo (0,25 kg dm-3), combinado com três teores de água no solo: solo saturado (M1), irrigado quando eram consumidos de 25 a 30% (M2) e de 50 a 60% (M3) da água disponível, respectivamente. Os resultados evidenciam que a compactação do solo tende a reduzir o número de panícula por vaso, a esterilidade de espiguetas e a produtividade de grãos. Em níveis moderados de compactação, houve aumento do número de grãos cheios por panícula, considerando os três manejo de água. A umidade favoreceu os componentes de produção: o número de panículas por vaso, o número de grãos cheio por panícula e a esterilidade de grãos, contribuindo para o aumento da produtividade. Assim, conclui-se que a umidade do solo foi mais determinante que a compactação como fator limitante para a produção de grãos e, que, para o Neossolo Flúvico, a compactação per si não é fator limitante a uma possível adoção do sistema de plantio direto com arroz em várzeas.
Abstract: The work aimed at evaluating the effect of different compaction levels and water management upon yield components and rice grain yield. The experiment was conducted over the period of September 2002 to January 2003 in a greenhouse at the UFLA university, in Lavras- MG, where as tested six compaction levels: 0%, 16%, 32%, 48%, 64% and 80% of the range of variation of soil density (0.25kg.dm-3), combined with three soil water contents: saturated soil (M1), irrigated when were consumed from 25 to 30% (M2) and from 50 to 60% (M3) of available water, respectively. The results stressed that soil compaction tends to reduce the number os panicles per pot, sterility of spikelets and grain yield. At moderate compaction levels, there was an increase of the number of filled grain per panicle, taking into account the three water management. Moisture favored production components: the number of panicles per pot, the number of filled grain per panicle and spikelet sterility, contributing toward increased yield. Thus, it follows that soil moisture was more determinant than compaction as a limiting factor to grain yield and, that, for Fluvic Neosol, compaction per si is not a factor limiting to a possible adoption of the no-tillage system with lowland rice.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542005000500007
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.