Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8999
Título: Evolução recente do mercado de trabalho da cana-de-açúcar no Brasil (1995-2006)
Título(s) alternativo(s): Recent developments in the sugar-cane labor market in Brazil (1995-2006)
Autor: Toneto Junior, Rudinei
Liboni, Lara Bartocci
Palavras-chave: Emprego
Setor sucroalcooleiro
Perspectivas
Employment
Sugar and ethanol industry
Perspectives
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Data: 1-Set-2008
Referência: TONETO JUNIOR, R.; LIBONI, L. B. Evolução recente do mercado de trabalho da cana-de-açúcar no Brasil (1995-2006). Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v.10, n.3, p. 455-474, 2008.
Resumo: A recente expansão do setor sucroalcooleiro tem levantado algumas preocupações em relação à uma série de aspectos. Uma das maiores preocupações refere-se à qualidade do emprego, ao nível de remuneração, à presença do trabalho infantil, ao baixo grau de qualificação dos trabalhadores, à informalidade e à elevada presença de trabalhadores temporários, entre outras questões. Objetivou-se, neste trabalho analisar as principais características do emprego no setor sucroalcooleiro para verificar se a expansão do setor deverá provocar uma deterioração da qualidade do emprego, no país. O artigo baseia-se em informações obtidas junto a RAIS, do Ministério do Trabalho e a PNAD, do IBGE. No caso das atividades agrícolas, o emprego na cultura da cana-de-açúcar é comparado com outras culturas de destaque no país: a soja, o milho, o arroz, a carne, etc. No caso das atividades industriais (usinas), a comparação é feita com a indústria alimentícia e alguns segmentos específicos. Os principais resultados do trabalho são que, em geral, o emprego no setor sucroalcooleiro apresenta indicadores melhores do que os setores de comparação. Assim, de acordo com os resultados apresentados não se pode afirmar que a expansão do setor sucroalcooleiro irá deteriorar a qualidade do emprego no país.
Abstract: The recent expansion of the sugar and ethanol industries has raised some concerns regarding a number of issues. One major concern is with the quality of employment, the level of remuneration, the presence of child labor, the low qualification of the workers, informality and the high presence of temporary workers, among others. The objective of this study is to analyze the main employment characteristics in this sector to establish whether, in fact, its expansion will cause a deterioration of employment quality in the country. The work is based on information obtained from government databases (RAIS and PNAD). In the case of agricultural activities, the sugar cane labor market is compared to that of other cultures: soybean, maize, rice, meat, etc. And in the case of industrial activities (plants), the comparison is made with the food industry and some specific segments. The main results of this work show that, in general, employment in the sector presents better indicators than the comparison sectors. Therefore, according to the results, the expansion of the sugar and ethanol sector will not deteriorate the quality of employment in the country.
Outras Identificações : http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/77
Idioma: por
Aparece nas coleções:Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.