Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10523

Título: Troponina I como biomarcador de lesão cardíaca em cães com sepse
Título Alternativo: Troponin I as a biomarker of cardiac injury in dogs with sepsis
Autor(es): Pereira, Camila Santos
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5584881541627107
Orientador: Muzzi, Ruthnea Aparecida Lázaro
Coorientador: Lacreta Junior, Antonio Carlos Cunha
Coorientador: Oberlender, Guilherme
Membro da banca: Leomil Neto, Moacir
Membro da banca: Muzzi, Leonardo Augusto Lopes
Membro da banca: Lacreta Junior, Antonio Carlos Cunha
Assunto: Sepse
Cães
Biomarcadores
Sepsis
Dogs
Biomarkers
Data de Defesa: 30-Jun-2015
Data de publicação: 22-Out-2015
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: PEREIRA, C. S. Troponina I como biomarcador de lesão cardíaca em cães com sepse. 2015. 55 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Sepse é definida como a resposta inflamatória sistêmica desencadeada por uma infecção bacteriana, viral, fúngica ou presença de protozoários associada a sinais de repercussão sistêmica, já a disfunção orgânica é conhecido como sepse grave. Os efeitos da sepse sobre o sistema cardiovascular podem ser predominantes, ocorrendo, dessa forma, quadro clínico característico de depressão miocárdica, uma das principais causas de morte em cadelas com piometra. Diante disso, objetivou -se, nest e estudo, avaliar a troponina I como biomarcador de lesão cardíaca na sepse, além de outros parâmetros hematológicos em cadelas com piometra. Foi realizado um estudo prospectivo entre dezembro de 2013 e abril de 2015, realizado na Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais. Dezenove cadelas com diagnóstico de piometra e 10 cadelas saudáveis. Os grupos avaliados não diferiram estatisticamente na avaliação da concentração sérica da troponina I cardíaca. A quantidade total de leucócitos (mm 3 ) e porcentagem de bastonetes foi significativamente maior no grupo sepse (23.221,74 ± 16.848,80 mm 3 e 5,91 ± 10,18 %) quando comparado ao grupo não sepse (14.492,86 ± 6.828,26 mm 3 e 1,93 ± 1,64 %) e grupo controle (10.320,00 ± 3.999,02 mm 3 e 1,65 ± 2,05 % respectivamente). Da mesma forma, elevações mais significativas nas concentrações séricas da enzima fosfatase alcalina foram verificadas no grupo sepse (347,72 ± 300,18 U/L) comparado ao grupo não sepse e grupo controle respectivamente (174,71 ± 150,93 e 110,32 ± 41,25). Houve diferença significativa nas concentrações séricas da Proteína C reativa (mg/dL) no grupo sepse (19,57 ± 41,69 md/dL), se comparado ao grupo não sepse (10,29 ± 12,02 mg/dL) e grupo controle (3,60 ± 3,53 mg/dL). Na avaliação da concentração sérica do lactato, houve diferença significativa entre cães com piometra e cães saudáveis, porém não houve diferença significativa entre os grupos sepse e não sepse. Os resultados do presente estudo indicam que a troponina I cardíaca não pôde ser considerada um biomarcador precoce para injúria miocárdica nos casos de cadela com piometra, pois os resultados das mensurações foram semelhantes entre os grupos, inferindo que pode não ter ocorrido lesão dos cardiomiócitos nesta fase. Já, a proteína C reativa e o lactato são possíveis marcadores para inflamação sistêmica, uma vez que demonstraram concentrações séricas significativamente maiores em cadelas com piometra.
Abstract: Sepsis is defined as the systemic inflammatory response triggered by a bacterial, viral, fungal or protozoal presence of associated with systemic repercussions signals, and organ dysfunction is known as severe sepsis. The sepsis effects on the cardiovascular system are predominant. It is being a clinical picture of myocardial depression, one of the main causes of death in dogs with pyometra. the aim of this study was to evaluate troponin I as a biomarker of cardiac injury in sepsis, and other hematological parameters in female dogs with pyometra. A prospective study was conducted on December 2013 to April 2015, at University Federal of Lavras, Minas Gerais. Nineteen dogs diagnosed with pyometra and 10 healthy dogs. The groups did not differ in the assessment of serum cardiac troponin I. The total number of leukocytes (mm3) and the percentage of rods was significantly higher in the sepsis group (23.221,74 ± 16.848,80 mm 3 e 5,91 ± 10,18 %) compared to no sepsis group (14.492,86 ± 6.828,26 mm 3 e 1,93 ± 1,64 %) and control group (10.320,00 ± 3.999,02 mm 3 e 1,65 ± 2,05 %). The most significant elevations in serum concentrations of alkaline phosphatase enzyme were observed in sepsis group (347,72 ± 300,18 U/L) compared to no sepsis group and control group respectively (174,71 ± 150,93 e 110,32 ± 41,25). There were significant differences in serum concentrations of C-reactive protein (mg / dL) in sepsis group (19,57 ± 41,69 md/dL compared compared to no sepsis group (10,29 ± 12,02 mg/dL) and control group (3,60 ± 3,53 mg/dL). In the evaluation of serum lactate concentration, there were significant difference between dogs with pyometra and healthy dogs, but there were no significant difference between the groups and no sepsis sepsis. The results of this study indicate that troponin I could not be considered an early biomarker for myocardial injury in cases of dog with pyometra, because the results of the measurements were similar between groups, inferring that may not have occurred injury of cardiomyocytes this stage. Furthermore C-reactive protein and lactate are markers for potential systemic inflammation, as demonstrated significantly higher serum concentrations in dogs with pyometra.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10523
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Troponina I como biomarcador de lesão cardíaca em cães com sepse.pdf408,51 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback