Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10622
Título: Estudo de fibrocimento com resíduos de pneu
Autor : Dourado, David Cardoso
Primeiro orientador: Rabelo, Giovanni Francisco
Primeiro membro da banca: Mendes, Rafael Farinasse
Segundo membro da banca: Abreu, Luciana Barbosa de
Terceiro membro da banca: Fabbro, Inácio Maria Dal
Quarto membro da banca: Mendes, Lourival Marin
Palavras-chave: Fibrocimento
Pneus
Resíduos
Borracha
Cinzas
Desempenho físico-mecânico
Fiber cement
Tires
Waste
Rubber
Ash
Physical-mechanical performance
Data da publicação: 27-Nov-2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: DOURADO, D. C. Estudo de fibrocimento com resíduos de pneu. 2015. 115 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o desempenho físico-mecânico de compósitos de fibrocimento extrudados, produzidos com resíduos de pneus automobilísticos. Para isso, foram adotados os seguintes percentuais: para borracha de pneu - 0, 5, 10, 15 e 20% e para cinzas de pneu - 0, 2,5, 5, 7,5 e 10%, em relação à massa total da mistura. Para todos os tratamentos, foi empregado 60% de cimento CPV-ARI; 33% de calcário; 1% de HPMC, 1% de ADVA mais água. Entre os materiais avaliados, o melhor indicado foi o que levou em sua formulação as cinzas de pneu, com destaque para o compósito 5% de cinza, que superou os demais tratamentos avaliados quanto à absorção de água, porosidade, módulo de ruptura, módulo de elasticidade, limite de proporcionalidade e tenacidade, atribuindo ao material as melhores propriedades físicas e mecânicas. Nos tratamentos que levaram partículas de pneu, foi observado no compósito 10%, as melhores propriedades físicas e no compósito 5% partículas de pneu, as melhores propriedades mecânicas. Tanto nos comopósitos que levam em sua composição partículas de borracha como aqueles que levam cinzas, ambos atenderam à norma de comercialização NBR 12800 (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT, 1993) que requer absorção de água de 37%. Quanto aos resultados avaliados para Módulo de Ruptura (MOR), é seguida a NBR 15498 (ABNT, 2007) que classificou os compósitos que levam partículas de borracha na classe II e os compósitos que levam cinzas de pneu, na classe III, esta útima, com MOR de valores mais altos.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the physical-mechanical performance of composite fiber cement extruded, produced with waste automobile tires. For that they were adopted the following percentages: para borracha de pneu - 0, 5, 10, 15 and 20% - tire for ash - 0, 2.5, 5, 7.5 and 10% relative to the total weight of the mixture. For all treatments was employed 60% of CPV-ARI cement, 33% of limestone; 1% of HPMC, 1% of ADVA more water. Among the materials evaluated, the best indicated was leading in its formulation the tire ash, especially the composite 5% of ash, which surpassed the other treatments evaluated as to water absorption, porosity, modulus of rupture, elastic modulus, limit of proportionality and tenacity, assigning the material the best physical and mechanical properties. In treatments that led tire particles, composite was observed in 10%, the best physical properties and composite particles tire 5%, the best mechanical properties. Both comopósitos that lead in its composition rubber particles as those that lead ashes, both attended the marketing standard NBR 12800 (ABNT, 1993) requiring water absorption of 37%. requiring water absorption of 37%. As for the results evaluated to Break Module (MOR), It is then NBR 15498 (ABNT, 2007) which ranked the composite leading rubber particles in class II and composite qeu lead tire ash in class III, this very last, with higher values of MOR.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10622
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DEG - Engenharia Agrícola - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Estudo de fibrocimento com resíduos de pneu.pdf2,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.