Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10661

Título: Efeitos de novos inoculantes na fermentação de silagens de milho
Autor(es): Assis, Fábia Giovana do Val de
Orientador: Ávila, Carla Luiza da Silva
Membro da banca: Pinto, José Cardoso
Membro da banca: Schwan, Rosane Freitas
Membro da banca: Duarte, Whasley Ferreira
Assunto: bactérias ácido-lácticas
Inoculação
Ácidos graxos voláteis
Leveduras
Fungos filamentosos
Estabilidade aeróbia
Lactic acid bacteria
Inoculation
Volatile fatty acids
Yeasts
Filamentous fungi
Aerobic stability
Data de Defesa: 27-Fev-2013
Data de publicação: 8-Dez-2015
Referência: ASSIS, F. G. do V. de. Efeitos de novos inoculantes na fermentação de silagens de milho. 2013. 89 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da inoculação de oito cepas de bactérias do ácido lático (BAL), pré-selecionadas e isoladas de cana-de-açúcar, além de uma cepa de BAL comercial (Lalsil Cana), sobre diferentes parâmetros que influenciam a qualidade da silagem de milho. A inoculação da forrageira para ensilagem consistiu de duas dosagens (5 e 6 log UFC g-1) para cada cepa de BAL testada. O trabalho foi conduzido em silos experimentais de PVC, durante 3 meses, sendo que aos 30 e 90 dias de fermentação os silos foram abertos para a retirada de amostras de silagem destinadas a avaliações quanto às características químico-bromatológicas e microbiológicas, ao perfil de fermentações de metabólitos (ácidos graxos voláteis e álcoois) e à estabilidade aeróbia. Os resultados evidenciaram que as dosagens dos inoculantes não promoveram diferenças significativas sobre as características avaliadas para as amostras de silagem, exceto para FDN, pH e fungos filamentosos. Não foi observada influência significativa dos tratamentos nas seguintes variáveis: MS, CHO, concentrações de ácido lático, etanol, exceto para ácido acético, 1,2-propanodiol, e valor de pH. O tempo de fermentação exerceu influência significativa, favorecendo o aumento das perdas de MS, do teor de ácido acético, 1,2-propanodiol, etanol, pH aos 90 dias de fermentação. Para as análises microbiológicas foi verificada a influência significativa dos tratamentos sobre a população de BAL, fungos filamentosos. O tempo de fermentação exerceu ainda influência significativa sobre a população de microrganismos na silagem, ocorrendo, a diminuição do número de BAL, fungos filamentosos, e o aumento de leveduras com o decorrer do processo fermentativo. Quanto às variáveis Temperatura máxima, Tempo para atingir a temperatura máxima e Estabilidade aeróbia não foi verificada influência dos tratamentos, mas aos 90 dias de fermentação foi observado diminuição da Tm, TTMAX, e melhoria da EA, evidenciando a vantagem da inoculação com cepas de BAL ao longo do processo de fermentação. A inoculação com as diferentes cepas de BAL alterou de forma similar as características bromatológicas sem apresentar, no entanto, diferenças no valor nutritivo das silagens de milho avaliadas após o período de fermentação. Efeitos diferentes sobre as populações de BAL e fungos filamentosos foram proporcionados pelos tratamentos inoculados nas silagens de milho, fato este não observado para a população de leveduras. Determinou-se para os tratamentos testados que a dose de inoculação indicada é a de 6 log UFC g-1 de forragem por proprocionar a maior redução de fungos filamentosos na silagem de milho, reduzindo, dessa forma, a deterioração aeróbia por esses microrganismos.
Abstract: This present work had as objective to evaluate the inoculation effects of eight strains of lactic acid bacteria (LAB), pre-selected and isolated from sugar cane, and a commercial strain of LAB (Lalsil Cane) on different parameters that influence the quality of corn silage. Inoculation of forage for silage consisted of two doses (5 and 6 log UFC g-1) for each strain of LAB tested. The work was conducted in silos of PVC, for 3 months, and at 30 and 90 days of fermentation, the silos were opened for removal of silage samples intended for evaluations as chemical-bromatologic and microbiological characteristics to profile of fermentations metabolites (volatile fatty acids and alcohols) and aerobic stability. The results showed that the inoculants dosages did not promote significant differences on characteristics evaluated for silage samples, except for NDF, pH and filamentous fungi. No significant influence of the treatments reported in the following variables: MS, CHO, concentrations of lactic acid, ethanol, except for acetic acid, 1,2-propanediol, and pH value. The fermentation time affected significantly, favoring an increase of DM losses, the acetic acid content, 1,2-propanediol, ethanol, pH to 90 days of fermentation. About to microbiological analyzes was verified the significant influence of the treatments on the LAB population, filamentous fungi. The fermentation time also exercised significant influence over the population of microorganisms in silage, occurring, decreasing in the LAB number, filamentous fungi, and the increase of yeasts over the fermentation process. Regarding variables Tm, TTMAX and Aerobic stability (AS) has not been reported influence of the treatments, but in 90 days of fermentation was observed decrease in Tm, and TTMAX and AS increased, showing the inoculation advantage with LAB strains along the fermentation process. The inoculated with different LAB strains changed similarly the bromatologic characteristics without showing, however, differences in nutritional value of corn silage evaluated after the fermentation period. Different effects on LAB populations and filamentous fungi were provided by the treatments inoculated in corn silage, which is not observed for yeast population. It was determined that the tested treatments for the indicated dose inoculation is 6 log UFC g-1 of forage for providing the greatest reduction of the fungi filamentous in corn silage, thus, reducing the aerobic deterioration by these microorganisms.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10661
Idioma: por
Aparece nas coleções: DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Efeitos de novos inoculantes na fermentação de silagens de milho.pdf464,37 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback