Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11208

Título: Estudos químicos e anatômicos de cascas de clones de Eucalyptus
Título Alternativo: Chemical and anatomical studies of barks of Eucalyptus clones
Autor(es): Mori, Fábio Akira
Bianchi, Maria Lúcia
Pereira, Helena Margarida Nunes
Ribeiro, Alessandra Oliveira
Zangiácomo, André Luiz
Assunto: Compostos bioativos
Taninos
Cascas
Açúcares
Biorrefinaria
Bioactive compounds
Tannins
Barks
Sugars
Biorefinery
Data de publicação: 31-Mai-2016
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Referência: SARTORI, C. J. Estudos químicos e anatômicos de cascas de clones de Eucalyptus. 2016. 137 p. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia da Madeira)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: As cascas são resíduos gerados em quantidades expressivas pelas indústrias de transformação da madeira, com isso tornam-se relevantes os estudos básicos de suas propriedades anatômicas e químicas, com o intuito de um melhor aproveitamento desse material. Neste trabalho os objetivos foram realizar estudos anatômicos, químicos e de taninos das cascas de clones comerciais de Eucalyptus. Para isso, foram preparadas lâminas histológicas permanentes para caracterização anatômica e porcentagem de elementos celulares; os elementos celulares foram dissociados para biometria dos elementos. As análises químicas realizadas foram de extrativos, cinzas, lignina, suberina, açúcares, fenóis, taninos, flavonoides e atividade antioxidante dos extratos. Os taninos foram extraídos em água e com emprego de sulfito de sódio, e posteriormente foram avaliadas as propriedades por FT-IR. Verificou-se pela caracterização anatômica e quantificação química, a semelhança entre os clones. Com relação à biometria dos elementos celulares, não foram verificadas diferenças estatísticas significativas para os parâmetros comprimento e diâmetro do elemento de tubo crivoso, diâmetro do parênquima axial e altura dos raios. O rendimento em taninos condensados e Índice de Stiasny para os clones estudados são baixos, mostrando a inviabilidade de utilização das cascas para a extração de taninos e produção de adesivos, porém os taninos e demais compostos fenólicos bioativos podem ser utilizados nos setores de farmácia e cosméticos devido ao seu potencial antioxidante. Devido ao alto rendimento de açúcares verificado, em média de 46,68%, mostram-se promissores, com elevado rendimento em glucose 84,02%, sendo interessante para a aplicação em biorrefinaria.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11208
Aparece nas coleções: DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Estudos químicos e anatômicos de cascas de clones de Eucalyptus.pdf3,08 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback