Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1150

Title: Bioacumulação de elementos-traço em Agaricus bisporus e Pleurotus spp.
???metadata.dc.creator???: Dias, Luciana Pereira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Alves, Eduardo
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Dias, Eustáquio Souza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Pfenning, Ludwig Heinrich
Ramos, Sílvio Júnio
???metadata.dc.description.concentration???: Microbiologia Agrícola
Keywords: Pleurotus ostreatrus - Contaminação
Pleurotus pulmonaris - Contaminação
Cogumelos comestíveis - Contaminação
Cogumelos comestíveis - Elementos-traço - Acumulação
Edible mushrooms - Trace elements
Edible mushrooms - Contamination
Accumulation
???metadata.dc.date.submitted???: 17-May-2013
Issue Date: 25-Sep-2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Citation: DIAS, L. P. Bioacumulação de elementos-traço em Agaricus bisporus e Pleurotus spp. 2013. 53 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
???metadata.dc.description.resumo???: Neste estudo os objetivos principais foram: verificar a tolerância aos elementos-traço in vitro em Agaricus bisporus e Pleurotus spp; verificar a capacidade de acumulação de diversos elementos-traço em Agaricus bisporus e Pleurotus spp; avaliar a produtividade e eficiência biológica em Agaricus biporus e Pleurotus spp. em função dos elementos-traço; utilizar como ferramenta para análise de todos os microelementos, o microscópio eletrônico de varredura acoplado a um sistema de microanálise de raios (EDS). Foi realizado o experimento com elementos-traço na camada de cobertura em Agaricus bisporus. No primeiro experimento, o solo foi contaminado com os elementos-traço separadamente, com arsênio, cobre e zinco, (nas concentrações de 150, 300 e 600 mg.kg-1), chumbo (200, 400 e 800 mg.kg-1) e cádmio (25, 50 e 100 mg.kg-1). No segundo experimento, foi utilizado o solo contaminado com os elementos-traço em diferentes proporções (7, 10, 30 e 50 vezes). Posteriormente, foi realizado o experimento com elementos-traço no substrato de Pleurotus ostreatus e Pleurotus pulmonarius. Foi utilizado como substrato palha-de-feijão contendo diferentes proporções do solo contaminado (0, 10, 20, 30, 40%), o qual foi diluído anteriormente 10 vezes com solo não contaminado. De acordo com os resultados, pode-se concluir: 1) No crescimento micelial in vitro, as concentrações de inibição foram para As, Cu e Zn (500 mg.kg-1), Cd (100 mg.kg-1) e Pb 800 (mg.kg-1); 2) Na análise de elementos-traço em basidiocarpos de A. bisporus, verificou-se que todos os elementos estavam acima do limite de tolerância recomendado; 3) O acúmulo dos elementos individuais nos basidiocarpos de A. bisporus, ocorreu em ordem decrescente Zn>Cu>Pb>Cd>As. Já para a amostra de basidiocarpo com todos os elementos a ordem decrescente foi Pb>Zn> Cu>Cd >As; 4) A produtividade de A. bisporus foi maior na presença de cobre, chumbo e zinco, e a menor produtividade foi na presença de arsênio, cádmio e do solo diluído; 5) Pode-se observar no crescimento micelial, produtividade e eficiência de P. ostreatus e P. pulmonarius, um aumento no crescimento à medida que se adicionava os elementos-traço. 6) Não foi possível detectar os elementos As, Cd, Cu, Pb e Zn, devido possivelmente pelo fato desses elementos encontrarem-se em locais específicos no cogumelo, dificultando a detecção pela microanálise de raios-X. 7) Foi possível detectar os elementos alumínio (Al) e ferro (Fe) em grandes proporções devido a sua distribuição uniforme no cogumelo. 8) As linhagens dos cogumelos A. bisporus, P. ostreatus e P. pulmonarius, revelaram uma grande capacidade de acumular os elementos-traço testados.
The main objectives, in this study, were to verify the tolerance to trace elements in vitro in Agaricus bisporus and Pleurotus spp; verify the ability of accumulation of several trace elements in Agaricus bisporus and Pleurotus spp; evaluate the productivity and biological efficiency in Agaricus biporus and Pleurotus spp. as a function of trace elements. The analysis of all microelements were done using the scanning electron microscope coupled to an X-ray microanalysis system (EDS). The experiment was conducted with trace elements in the cover layer in Agaricus bisporus. In the first experiment, the soil was contaminated with trace elements separately at concentrations of arsenic, copper, and zinc (150, 300 and 600 mg.kg-1), lead (200, 400 and 800 mg.kg-1) and cadmium (25, 50 and 100 mg.kg-1). In the second experiment, we used the soil contaminated with trace elements in different proportions (7, 10, 30 and 50 times). Subsequently, the experiment was conducted with trace elements in the substrate of Pleurotus ostreatus and Pleurotus pulmonarius. It was used bean straw as a substrate with different proportions of the contaminated soil (0, 10, 20, 30, 40%), which was previously diluted 10-fold with uncontaminated soil. According to the results, it was concluded that: 1) the micelial growth in vitro inhibitory concentrations were for As, Cu and Zn (500 mg.kg-1), Cd (100 mg.kg-1) and 800 Pb (mg.kg-1); 2) the analysis of trace elements in fruiting bodies of A. bisporus, it was found that all the elements were above the tolerance limit recommended; 3) accumulation of individual elements in the fruiting bodies of A. bisporus, occurred in descending order Zn> Cu> Pb> Cd> As. For the basidiocarp sample with all elements the descending order was Pb> Zn> Cu> Cd> As; 4) the productivity of A. bisporus was greater in the presence of copper, lead and zinc, and the yield was lower in the presence of arsenic, cadmium and diluted soil; 5) can be observed on micelial growth, productivity and biological efficiency of P. ostreatus and P. pulmonarius there was an increase in growth when was added trace elements; 6) X-ray microanalysis was unable to detect the elements As, Cd, Cu, Pb and Zn because these elements are found in specific locations in the mushroom, making it difficult to detect; 7) It was possible to detect the elements Al and Fe in larger proportions due to its uniform distribution in the mushroom; 8) The strains of the mushroom Agaricus bisporus, P. ostreatus and P. pulmonarius showed a great ability to accumulate trace elements tested.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola, área de concentração em Microbiologia Agrícola, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1150
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Bioacumulação de elementos-traço em Agaricus bisporus e Pleurotus spp..pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback