Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1216
Título: Desenvolvimento e avaliação de ponteiras utilizadas em hastes sulcadoras de semeadoras para plantio direto
Autor : Palma, Marcos Antonio Zambillo
Primeiro orientador: Volpato, Carlos Eduardo Silva
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Barbosa, Jackson Antônio
Primeiro membro da banca: Silva, Flávio Castro da
Salvador, Nilson
Oliveira, Antônio Donizette de
Área de concentração: Engenharia Agrícola
Palavras-chave: Projeto de máquina
Ponteira de haste sulcadora
Semeadura direta
Machine design
Furrow-opener rod tip
No-tillage
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: PALMA, M. A. Z. Desenvolvimento e avaliação de ponteiras utilizadas em hastes sulcadoras de semeadoras para plantio direto. 2013. 112 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Em um cenário mundial, caracterizado pela crescente demanda por alimentos, bem como a preocupação com os impactos ambientais associados aos diversos processos produtivos, a viabilidade econômica e a própria sustentabilidade dos sistemas de cultivo ficam na dependência de diversos fatores, entre eles a utilização mais eficiente das máquinas agrícolas. Portanto, são fundamentais os estudos na otimização da tecnologia utilizada atualmente, principalmente, em elementos fundamentais, como as ponteiras das hastes sulcadoras, que interferem diretamente na demanda de força de tração da semeadora adubadora e na produtividade das culturas, em virtude da qualidade física do solo no sulco de semeadura. O trabalho foi realizado com o objetivo do desenvolvimento de três protótipos de ponteiras e avaliação, comparando um modelo comercial, em duas profundidades. Na avaliação, considerou-se a demanda de tração da haste sulcadora, a demanda de potência, a profundidade de atuação, a área mobilizada de solo, a força específica, a potência específica e a porosidade das laterais do sulco de semeadura. Utilizou-se delineamento experimental de blocos ao acaso com 8 tratamentos (4x2) e três repetições. Com a realização do trabalho concluiu-se que a geometria de ataque da ponteira tem influência na demanda de tração, na demanda de potência, na profundidade de atuação e na área de solo mobilizada. A porosidade do solo, nas laterais do sulco de semeadura, não foi alterada pela utilização de diferentes geometrias de ponteiras. Dentre os modelos desenvolvidos o B apresentou resultados favoráveis em relação à demanda de tração, de potência e a área de solo mobilizada.
Em um cenário mundial, caracterizado pela crescente demanda por alimentos, bem como a preocupação com os impactos ambientais associados aos diversos processos produtivos, a viabilidade econômica e a própria sustentabilidade dos sistemas de cultivo ficam na dependência de diversos fatores, entre eles a utilização mais eficiente das máquinas agrícolas. Portanto, são fundamentais os estudos na otimização da tecnologia utilizada atualmente, principalmente, em elementos fundamentais, como as ponteiras das hastes sulcadoras, que interferem diretamente na demanda de força de tração da semeadora adubadora e na produtividade das culturas, em virtude da qualidade física do solo no sulco de semeadura. O trabalho foi realizado com o objetivo do desenvolvimento de três protótipos de ponteiras e avaliação, comparando um modelo comercial, em duas profundidades. Na avaliação, considerou-se a demanda de tração da haste sulcadora, a demanda de potência, a profundidade de atuação, a área mobilizada de solo, a força específica, a potência específica e a porosidade das laterais do sulco de semeadura. Utilizou-se delineamento experimental de blocos ao acaso com 8 tratamentos (4x2) e três repetições. Com a realização do trabalho concluiu-se que a geometria de ataque da ponteira tem influência na demanda de tração, na demanda de potência, na profundidade de atuação e na área de solo mobilizada. A porosidade do solo, nas laterais do sulco de semeadura, não foi alterada pela utilização de diferentes geometrias de ponteiras. Dentre os modelos desenvolvidos o B apresentou resultados favoráveis em relação à demanda de tração, de potência e a área de solo mobilizada.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, área de concentração em Engenharia Agrícola, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1216
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEG - Engenharia Agrícola - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.