Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12170
Título: Efeito de enzimas na digestibilidade ruminal e perda de matéria seca da silagem do grão de milho reidratado
Título(s) alternativo(s): Efeect of enzyme on rumen digestibility and dry matter loss from rehydrated grain corn silage
Autor : Lopes, Naina Magalhães
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7564104597093741
Primeiro orientador: Pereira, Marcos Neves
Primeiro membro da banca: Ávila, Carla Luiza da Silva
Segundo membro da banca: Cardoso, Felipe Cardoso de
Terceiro membro da banca: Danés, Marina de Arruda Camargo
Quarto membro da banca: Pereira, Renata Apocalypse Nogueira
Palavras-chave: Milho – Silagem
Milho – Digestibilidade
Enzimas na nutrição animal
Corn – Silage
Corn – Digestibility
Enzymes in animal nutrition
Data da publicação: 20-Jan-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: LOPES, N. M. Efeito de enzimas na digestibilidade ruminal e perda de matéria seca da silagem do grão de milho reidratado. 2016. 114 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: Três experimentos avaliaram enzimas para aumentar a digestibilidade ruminal in vitro da silagem de grão de milho maduro moído, reidratado e ensilado (REC). Também foram avaliados os efeitos do tamanho das partículas (PS, fino ou grosso), da duração do armazenamento (D) e dotipo do endosperma (H, duro ou farináceo). No Exp. 1, os tratamentos Control, α Amylase 1 e α Amylase 2 foram combinados comControl, Amyloglucosidase 1, Protease 1 e Fibrolytic, armazenados por 81 d. No Exp. 2 avaliou-se os efeitos de H, do PS, do uso de enzimas (α Amylase 3, Protease 2 e α Amylase 3 + Protease 2) e de D (30, 90, 120 d). No Exp. 3 avaliou-se os efeitos do uso de enzimas (Control, Amyloglucosidase 2), do PS e de D (30, 250 d). As enzimas mais promissoras para aumentar a digestibilidade ruminal da REC foram amiloglicosidase,que aumentou o tamanho da fração rapidamente digestível e a degradação efetiva no rúmen. Entretanto, esta enzima aumentou a perda de matéria seca na ensilagem e reduziu o teor de amido. E a protease, que reduziu o teor de prolamina na RECe aumentou a degradação efetiva no rúmen.
Abstract: Three experiments evaluated the addition of enzymes to increase the ruminal in vitro digestibility of mature ground corn, rehydrated, and ensiled (REC). The effects of particle size (PS; fine or coarse), duration of storage (D), and type of endosperm (H; flint or floury) were also evaluated. In Exp. 1, treatments Control, α Amylase 1, and α Amylase 2 with Control, Amyloglucosidase 1, Protease 1, and Fibrolytic, stored for 81 d. In Exp. 2 was evaluated the effects of H, PS, enzyme (α Amylase 3, Protease 2,α Amylase 3 + Protease 2) and D (30 d, 90 d, 120 d). Exp. 3 evaluated the effects of enzyme (Control, Amyloglucosidase 2), PS and D (30 d, 250 d). The most promising enzymes for improving REC digestibility were amyloglucosidase and protease. Amyloglucosidase increased the size of the fast digestible fraction and the effective ruminal degradation. However, this enzyme increase the loss of DM during ensiling and reduced starch concentration in feed. Protease reduced the content of prolamin in REC and increased the fractional degradation rate and the effective ruminal degradation.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12170
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.