Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13188

Title: Análise granulométrica influenciada pela qualidade da água e dispersantes químicos
Other Titles: Granulometric analysis inffluenced by water quality and chemical dispersants
???metadata.dc.creator???: Batista, Aline Martineli
Viana, Athos Rodrigues Soares
Silva, Bruno Montoani
Caixeta, Samuel Petraccone
Moreira, Silvino Guimarães
Keywords: Análise granulométrica
Qualidade da água
Dispersantes químicos
Particle size analysis
Water quality
Chemical Dispersants
Publisher: Centro Científico Conhecer
Issue Date: 2015
Citation: BATISTA, A. M. et al. Análise granulométrica influenciada pela qualidade da água e dispersantes químicos. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. v. 11, n. 21, p. 127-133, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Para que se obtenha resultados confiáveis na análise textural é necessário que a dispersão do solo seja completa e que haja manutenção da estabilidade da fase dispersa. Objetivou-se testar o uso de três tipos de água - mineral, da torneira (“água dura”) e ultra pura - e comparar o hidróxido de sódio (NaOH) e o hidróxido de potássio (KOH) como dispersantes químicos, a fim de averiguar seus efeitos na análise de textura. Foi realizada a análise textural pelo método da pipeta, utilizandose uma metodologia adaptada do Manual de Métodos de Análise de Solo. Para a fração areia houve interação significativa (p<0,05) entre a qualidade da água e o agente dispersante. Não houve interação entre os fatores estudados nas frações argila e silte, no entanto, houve diferenças para a qualidade e para o agente dispersante. Para todas as frações o melhor resultado ocorreu ao utilizar água ultra pura e o NaOH destacou-se como dispersante mais eficiente. A eficiência relativamente melhor do Na+ pode ser explicada devido ao seu raio iônico hidratado ser maior, melhor separando as argilas e houve relação entre a condutividade elétrica das águas e a dispersão da argila, sendo que quanto menor foi a condutividade, melhor foi a dispersão. A utilização de água mineral ou água da torneira do Campus Sete Lagoas (“água dura”) resultaram em menor dispersão do solo. O poder dispersante do NaOH foi significativamente superior ao do KOH.
Abstract: In order to obtain reliable results on the textural analysis is necessary that soil dispersion is complete and continued stability of the disperse phase. The objective was to test the use of three types of water: - mineral, tap ("hard water") and ultrapure water - and compare the sodium hydroxide (NaOH) and potassium hydroxide (KOH) as the chemical dispersants in order to determine its effect on texture analysis. A texture analysis by the pipette method was performed, applying an adapted methodology from the Manual of Soil Analysis Methods. To the sand fraction was no significant interaction (P<0.05) between water quality and the dispersing agent. There was no interaction between the factors studied in clay and sand fractions, however, there were differences in the quality and the dispersing agent. For all the best result fractions occurred when using ultra pure water and NaOH stood out as more efficient dispersant. The relatively better efficiency of NaOH can be explained due to its ionic radius hydrated be greater and best separates the clay. There was a relationship between the electrical conductivity of water and clay dispersion, and the lower the conductivity, the better was dispersion. The use of mineral water or tap water from Campus Sete Lagoas ("hard water") resulted in lower soil dispersion. The dispersant power of NaOH was significantly greater than that of KOH.
URI: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2015b/agrarias/analise%20granulometrica.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13188
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback