Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15141

Title: Desvelando o voluntariado: produção discursiva sobre o voluntariado no megaevento esportivo Rio 2016
Other Titles: Unveiling volunteering: discursive production on volunteering in the sport mega events Rio 2016
???metadata.dc.creator???: Pereira, Jussara Jéssica
???metadata.dc.creator.Lattes???: http://lattes.cnpq.br/5183872724325052
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Cappelle, Mônica Carvalho Alves
???metadata.dc.contributor.referee1???: Brito, Mozar José de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Boava, Fernanda Maria Felício Macedo
Keywords: Análise do discurso
Voluntariado
Jogos olímpicos – Rio de Janeiro, 2016
Discourse analysis
Volunteers
Olympic games – Rio de Janeiro, Brazil, 2016
???metadata.dc.date.submitted???: 28-Apr-2017
Issue Date: 11-Aug-2017
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: PEREIRA, J. J. Desvelando o voluntariado: produção discursiva sobre o voluntariado no megaevento esportivo Rio 2016. 2017. 131 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: O voluntariado, na maioria dos estudos sobre o tema, está associado à caridade, filantropia e assistencialismo. Não há problema algum em o voluntariado ser relacionado a tais termos, entretanto, cabe ressaltar que os conceitos que compartilham dessa semântica escondem muitas vezes, de uma forma ingênua, o interesse de outros e até mesmo o autobenefício que está ligado à atuação voluntária. O interesse de outros, no que se refere, por exemplo, à figuração de empresas capitalistas como agentes centrais da responsabilidade social entre os seus stakeholders. E o autobenefício, por poder ser utilizado pelo indivíduo que o pratica como um atestado de nobreza, isto é, ser uma pessoa melhor, status de cidadão benevolente e cumprimento do dever cívico, cristão praticante, retorno positivo no mercado de trabalho entre outras vantagens no currículo. Dessa forma, a compreensão do voluntariado somente como caridade, filantropia, assistencialismo e outras benevolências naturaliza os modos de fazer e inventar a vida social. Isso porque, essa compreensão desconsidera que o voluntariado está configurado em um processo histórico dialeticamente interconectado a outros elementos sociais que revelam os vários interesses entre as partes envolvidas. Essa naturalização reforça uma visão reducionista sobre o fenômeno, limitando-o a uma visão romantizada que lhe concede uma roupagem nobre. Este véu da nobreza mostra apenas uma face. Assim, o objetivo desta pesquisa foi desvelar o voluntariado compreendendo suas múltiplas faces e os significados representacionais da prática, a partir dos discursos sobre o voluntariado no megaevento esportivo Rio 2016. Para tal empreitada, adotou-se a seguinte pergunta de pesquisa: Qual a produção discursiva sobre o voluntariado no megaevento esportivo Rio 2016? A investigação metodológica incluiu: análise de 13 entrevistas com voluntários olímpicos; análise de 87 postagens do grupo oficial dos voluntários em uma rede social; análise de 03 notícias retiradas do portal oficial da internet da organização do evento; e análise da Lei no. 9.608 que dispõe sobre o serviço voluntário no Brasil. Todos esses dados formaram o corpus de análise para que fosse possível realizar a análise de discurso crítica pela perspectiva tridimensional de Fairclough (2001). Como principais resultados têm-se: caracterização do voluntariado em cinco abordagens sobre como o fenômeno está sendo estudado nas ciências sociais (Abordagem Funcional para a motivação ao Voluntariado; Abordagem Gestionária do Voluntariado; Abordagem Mercadológica do Voluntariado; Abordagem da Representação do Voluntariado; Abordagem Ideológica: A crítica ao “Novo Voluntariado), e a incidência de seis argumentos que compuseram a cadeia intertextual discursiva sobre a atuação voluntária no megaevento esportivo Rio 2016 (Problemas Sociais; Condição de desenvolvimento Econômico do País, Realização do Evento, Esforço individual em prol do coletivo, Acontecimento do evento, Capacidade da Sociedade Brasileira). Fez-se necessário conceber os processos sociais que envolveram a atuação voluntária nas olimpíadas, pela via das contradições e totalidade, ou seja observou-se suas particularidades sociais, ideológicas e interdiscursivas. Ressalta-se que o voluntariado é uma temática frequente e muito significativa na experiência cotidiana brasileira, o que justifica a relevância deste trabalho.
Abstract: Volunteering, in most studies on the subject, is associated with charity, philanthropy and assistance. There is no problem in volunteering being related to such terms, however, it should be emphasized that the concepts that share this semantics often hide, in a naive way, the interest of others and even the self-interest that is linked to voluntary action. The interest of others, as regards, for example, the figuration of capitalist companies as central agents of social responsibility among their stakeholders. And the self-benefit, because it can be used by the individual who practices it as a certificate of nobility, that is, being a better person, benevolent citizen status and civic duty, christian practitioner, positive return in the labor market among other advantages in the curriculum. In this way, the understanding of volunteering only as charity, philanthropy, welfare and other benevolences naturalizes the ways of making and inventing social life. This is because, this understanding ignores that volunteering is configured in a historical process dialectically interconnected with other social elements that reveal the various interests between the parties involved. This naturalization reinforces a reductionist view on the phenomenon, limiting it to a romanticized vision that grants him a noble dress. This veil of nobility shows only one face. Thus, the objective of this research was to unveil volunteering, comprising its multiple faces and the representational meanings of the practice, from the discourses about volunteering in the mega multi-sport event. For this work, the following research question was adopted: What is the discursive production about volunteering in the mega multi-sport event Rio 2016? Methodological research included: analysis of 13 interviews with Olympic volunteers; analysis of 87 posts of the official group of volunteers in a social network; analysis of 03 news from the official website of the organization of the event; and analysis of Law no 9.608 which provides for voluntary service in Brazil. All of these data formed the corpus of analysis to be possible Critical Discourse Analysis from the three-dimensional perspective of Fairclough (2001). The main results are: characterization of volunteering in five approaches on how the phenomenon is being studied in the social sciences (Functional Approach to Motivating Volunteers; Management Approach to Volunteering; Marketing Approach to Volunteering; Representation Approach to Volunteering; Ideological Approach: The Critique of "New Volunteering), and the incidence of six arguments that constituted the discursive intertextual chain on voluntary action in the Rio 2016 sports mega event (Social Problems, Economic Development Status of the Country, Event Realization, Individual Effort for the Collective, Event Event, Company Capacity Brazilian). It was necessary to conceive of the social processes that involved voluntary activity in the Olympics, through contradictions and totality, that is, their social, ideological and interdiscursive particularities were observed. It should be emphasized that volunteering is a frequent theme and very significant in Brazilian daily experience, which justifies the relevance of this work.
Description: Arquivo retido, a pedido da autora, até agosto de 2018.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15141
Publisher: Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback