Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1580
Título: Seleção e avaliação de cepas bacterianas para ensilagem de milho
Autor : Santos, Andréia de Oliveira dos
Primeiro orientador: Ávila, Carla Luiza da Silva
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Schwan, Rosane Freitas
Primeiro membro da banca: Pinto, José Cardoso
Duarte, Whasley Ferreira
Área de concentração: Processos Fermentativos Aplicados e Agroindústria
Palavras-chave: Silagem
Seleção
Ácido lático
Denaturing Gradient Gel Electrophoresis - DGGE
Estabilidade aeróbia
Corn
Lactic acid
Milho
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SANTOS, A. de O. Seleção e avaliação de cepas bacterianas para ensilagem de milho. 2012. 167 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com o objetivo de selecionar cepas de bactérias do ácido lático (BAL) para serem utilizadas como inoculantes e avaliar seus efeitos sobre a composição químico-bromatológica, a população de microrganismos, as perdas fermentativas e a estabilidade aeróbia de silagens de milho. No primeiro experimento, foi realizada seleção de BAL baseada no perfil de produção de metabólitos em extrato aquoso, taxas de crescimento e eficiência na redução do pH. As cepas que apresentaram os melhores resultados foram avaliadas conforme sua capacidade de inibir o crescimento de microrganismos patogênicos e deterioradores pelo método de difusão em ágar. Diferenças com relação à produção dos metabólitos entre as cepas foram observadas, no entanto, 9 cepas foram escolhidas para serem avaliadas em silos experimentais de PVC. A inoculação das BAL nas silagens de milho não resultou em diferenças nas características químicas e na população dos microrganismos patogênicos e deterioradores, após 60 dias de fermentação. Os tratamentos 11, 68 e 70 apresentaram elevada produção dos ácidos lático e acético, além de altos índices de etanol. Além disso, os tratamentos 11 e 68 apresentaram os melhores resultados após a exposição aeróbia. No segundo experimento, avaliaram-se os efeitos da inoculação de 9 cepas de BAL selecionadas no experimento anterior, nos perfis bromatológicos e microbiológicos de silagens de milho. Os silos experimentais de PVC foram abertos com 10, 30, 60 e 90 dias de fermentação e retiraram-se amostras para a determinação das características bromatológicas, fermentativas e microbiológicas. A diversidade bacteriana foi determinada pela técnica de PCR-DGGE e, após 90 dias de fermentação, foi feita avaliação da estabilidade aeróbia e perdas de MS. A inoculação das cepas de BAL não influenciou a composição química das silagens. Entretanto, os tratamentos 11, 68 e 73 apresentaram a maior relação entre a proporção dos ácidos lático e acético. Nos tratamentos 11 e 73 foram verificadas as menores contagens de leveduras e fungos filamentosos, tendo, no tratamento 11, sido observada uma menor diversidade bacteriana durante o processo fermentativo, além da maior estabilidade aeróbia e também as menores perdas de MS. Assim, a BAL inoculada no tratamento 11 é considerada fonte promissora para ser utilizada como inoculante em silagens de milho.
The present work aimed to select strains of lactic acid bacterias (LAB) in order to use them as inoculants and evaluate their effects on the chemical-bromatological composition, the population of microorganisms, fermentation losses and aerobic stability of corn silage. The first experiment was performed based on the selection of LAB production profile of metabolites in aqueous extract, growth rates and efficiency in reducing the pH. The strains with the best results were evaluated according to their ability to inhibit the growth of pathogenic and spoilage microorganisms by agar diffusion method. Differences in relation to the production of metabolites were observed between the strains; however, nine strains were chosen for evaluation in experimental PVC silos. The inoculation of LAB in corn silage did not result in differences in chemical characteristics and in the population of pathogenic and spoilage microorganisms after 60 days of fermentation. Treatments 11, 68 and 70 showed high production of lactic and acetic acids, and high levels of ethanol. In addition, treatments 11 and 68 showed the best results after the aerobic exposition. In the second experiment, the effects of inoculation of nine strains of LAB selected in the previous experiment were evaluated in bromatological and microbiological profiles of corn silage. The experimental PVC silos were opened after 10, 30, 60 and 90 days of fermentation and samples were taken for determination of bromatological, microbiological and fermentative characteristics. Bacterial diversity was determined by PCR-DGGE and after 90 days of fermentation an evaluation of aerobic stability and DM losses was done. The inoculation of LAB strains did not affect the chemical composition of silages. However, treatments 11, 68 and 73 had the highest ratio between the proportion of lactic and acetic acids. In the treatments 11 and 73 the lowest counts of yeasts and molds were found, and on treatment 11 it was observed a lower bacterial diversity during fermentation, besides the higher aerobic stability and also the lower DM losses. Thus, LAB inoculated into the treatment 11 was considered a promising source to be used as inoculant in corn silage.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola, área de concentração Processos Fermentativos Aplicados e Agroindústria, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1580
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Seleção e avaliação de cepas bacterianas para ensilagem de milho.pdf1,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.