Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1664
Título: Óleos essenciais no controle de biofilmes bacterianos: Listeria monocytogenes e Escherichia coli enteropatogênica
Título(s) alternativo(s): Essential oils in the control of bacterial biofilms: Listeria monocytogenes and enteropathogenic Escherichia coli
Autor : Oliveira, Maíra Maciel Mattos de
Primeiro orientador: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Primeiro membro da banca: Schwan, Rosane Freitas
Oliveira, Roberto Maciel de
Dias, Disney Ribeiro
Mendonça, Alexandre Tourino
Palavras-chave: Aço inoxidável
Bactérias patogênicas
Cinnamomum cassia
Cinamaldeído
Steel, Stainless
Bacterial adhesion
Pathogenic bacteria
Cinnamaldehyde
Data da publicação: 2014
Referência: OLIVEIRA, M. M. M. de. Óleos essenciais no controle de biofilmes bacterianos : Listeria monocytogenes e Escherichia coli enteropatogênica. 2011. 138 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Biofilms are microbial communities that represent risks to the microbiological quality of foods, as sessile cells can detach and contaminate products during processing. Among the bacterial species involved, enteropathogenic Escherichia coli (EPEC) and Listeria monocytogenes should be highlighted. EPEC is a major causative agent of infantile diarrhea, while L. monocytogenes is responsible for listeriosis, an infection that in the invasive form presents a high mortality rate. With the intention of eliminate risks to consumer health, new alternatives to conventional hygienization procedure have been developed. Among them is the use of essential oils (EO), plant secondary metabolites with broad-spectrum antimicrobial activity. In the first stage of this study was evaluated the antibacterial activity of EOs from the leaves of Melaleuca alternifolia (tea tree) and Cymbopogon flexuosus (lemongrass), and form the bark of Cinnamomum cassia (Chinese cinnamon), used alone and in combination, against planktonic and sessile cells of EPEC and L. monocytogenes. After conducting a screening, were determined the Minimal Inhibitory Concentrations against planktonic cells and evaluated the action of different concentrations against cells adhered to polystyrene microplates. C. cassia EO stood out and was selected for the preparation of solutions to be used in the control of biofilms formed on stainless steel coupons. C. cassia EO (2.0% v/v for 20 minutes) was able to totally eliminate the biofilm viable cells of both bacterial species formed under static conditions on stainless steel coupons. In the second stage of this study the EO of C. cassia and its major constituent cinnamaldehyde were tested at different concentrations (0-1.0% v/v of EO and 0-0.8% v/v of cinnamaldehyde) and contact times (1-21 minutes) on single- and mixed-species biofilms of EPEC and L. monocytogenes. These tests were conducted using stainless steel coupons surface and in the presence of whole milk, simulating a high content of organic matter. It was possible to get combinations of contact time and concentration that can eliminated the viable cells of the single-species biofilm of EPEC and of the mixed-species biofilm of both bacteria. The action of the compounds tested was, in most cases, greater than or equal to thar of commercial chemical sanitizers (alkyl dimethyl benzyl ammonium chloride, sodium hypochlorite and hydrogen peroxide). C. cassia EO and cinnamaldehyde are promising options for the development of natural sanitizers to be used in food industries, especially in dairy factories.
Biofilmes são comunidades microbianas que representam riscos à qualidade microbiológica dos alimentos, uma vez que células sésseis podem se desprender e contaminar produtos durante o processamento. Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) e Listeria monocytogenes merecem destaque dentre as bactérias envolvidas. EPEC é um dos principais agentes causadores da diarre ia infantil, enquanto L. monocytogenes é responsável pela listeriose, infecção que, na forma invasiva, apresenta alta taxa de mortalidade. Visando eliminar riscos à saúde dos consumidores, novas alternativas ao procedimento de higienização convencional vêm sendo desenvolvidas. Dentre elas encontram-se a utilização de óeos essenciais (OE), metabólitos secundários vegetais com amplo espectro de ação antimicrobiana. Na primeira etapa deste estudo foi avaliada a atividade antibacteriana dos OEs das folhas de Melaleuca alternifolia (melaleuca) e Cymbopogon flexuosus (capim-limão da Índia Oriental), e da casca de Cinnamomum cassia (canela da China), utilizados sozinhos e em combinação, sobre células planctônicas e sésseis de EPEC e L. monocytogenes. Após a realização de um screening, foram determinadas as Concentrações Mínimas Inibitórias sobre células planctônicas e avaliada a ação de diferentes concentrações sobre células aderidas em microplacas de poliestireno. O OE de C. cassia destacou-se e foi selecionado para a elaboração de soluções a serem utilizadas no controle de biofilmes formados em cupons de aço inoxidável. O OE de C. cassia (2,0% v/v por 20 minutos) foi capaz de eliminar totalmente as células viáveis do biofilme de ambas as espécies bacterianas formado em condições estáticas sobre cupons de aço inoxidável. Procedeu-se à segunda etapa, onde o OE de C. cassia e seu constituinte majoritário cinamaldeído foram testados, em diferentes concentrações (0-1,0% v/v de OE e 0-0,8% v/v de cinamaldeído) e tempos de contato (1-21 minutos), sobre biofilmes monoespécie e multiespécie de EPEC e L. monocytogenes. Estes ensaios foram realizados em aço inoxidável e na presença de leite integral, simulando elevado conteúdo de matéria orgânica. Foi possível obter combinações de tempo de contato e concentração capazes de eliminar as células viáveis do biofilme monoespécie de EPEC e do biofilme multiespécie de ambas as bactérias. A ação dos compostos testados foi, na maioria dos casos, superior ou equivalente a de sanitizantes químicos comerciais (cloreto de alquil dimetil benzil amônio, hipoclorito de sódio e peróxido de hidrogênio). O OE de C. cassia e o cinamaldeído são opções promissoras para elaboração de sanitizantes naturais a serem utilizados em indústrias de alimentos, principalmente, em laticínios.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, para obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1664
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.