Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2854

Título: Comunidades de fungos em solo do Cerrado sob vegetação nativa e sob cultivo de soja e algodão
Título Alternativo: Fungal community in soils of Cerrado under native vegetation and under soybean and cotton cropping
Autor(es): Carvalho, Vívian Gonçalves
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Membro da banca: Batista, Luis Roberto
Dias, Eustáquio Souza
Pereira, Olinto Liparini
Área de concentração: Microbiologia Agrícola
Assunto: Ascomicetos
Soja
Algodão
Ascomycetes
Glycine max
Gossypium hirsutum
Data de Defesa: 31-Jan-2008
Data de publicação: 15-Ago-2014
Referência: CARVALHO, V. G. Comunidades de fungos em solo do cerrado sob vegetação nativa e sob cultivo de soja e algodão. 2008. 62 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: O Cerrado é um dos biomas brasileiros mais ricos em espécies de plantas e animais, porém, grande parte de sua vegetação natural está sendo substituída por monoculturas no exercício de intensas atividades agrícolas, ameaçando a sua biodiversidade. O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência da prática de monocultura de algodão e soja sobre a comunidade de fungos em solo do Cerrado. Foram coletadas 8 amostras compostas de solo em cada área cultivada e sob vegetação nativa de Cerrado, no município de Montividiu, GO. Foi utilizada a metodologia de lavagem de solo e filtração de partículas. Para o isolamento de fungos zoospóricos e do gênero Cylindrocladium, foram utilizadas iscas vegetais. A partir das 24 amostras de solo coletadas foram detectadas 109 espécies de fungos pertencentes a 42 gêneros. Os fungos mais abundantes foram Trichoderma spp. e Fusarium solani, que representam, respectivamente, espécies antagonistas a outros fungos e uma espécie patogênica a plantas. A análise multivariada de correspondência evidenciou que o solo das três áreas de estudo apresentou diferentes espécies predominantes. O solo do Cerrado apresentou espécies de Penicillium e Absidia como as mais abundantes. Os solos cultivados apresentaram maior similaridade de espécies e mostraram número maior de fitopatógenos, como Fusarium solani e Fusarium oxysporum e antagonistas, como Trichoderma. A área mais rica em espécies foi o solo cultivado com algodão. Número semelhante de espécies foi encontrado entre o solo do Cerrado e o solo cultivado com soja. Em relação aos fatores físico-químicos, os solos cultivados apresentaram valores significativamente iguais em sua maioria, mas apresentaram valores diferentes para o solo do Cerrado. As monoculturas de soja e algodão no Cerrado causaram modificações qualitativas nas comunidades de fungos do solo. O elevado número de espécies de fungos encontrado nas áreas cultivadas, comparável à área de vegetação nativa, indica que o manejo adotado nos sistemas agrícolas da região contribui de forma positiva para a manutenção da biodiversidade de fungos do solo nas áreas agrícolas do Cerrado.
The Brazilian savannah "Cerrado" is one of richest biomes in plant and animal species in Brazil. However, large part of its natural vegetation is in a process of replacement by monoculture by intensive agricultural activities, threatening its biodiversity. The objective in the present study was to assess the influence of cotton and soybean monoculture on the community of soilfungi in the Cerrado. Eight compound soil samples were collected in each cultivated area and under native vegetation of Cerrado in the locality of Montividiu, Goiás, and processed by the soil washing technique, followed by particle filtration. Baiting with vegetal tissue was carried out for the isolation of zoosporic fungi and for the genus Cylindrocladium. From the 24 soil samples collected, 109 fungal species belonging to 42 genera were detected. The most abundant fungi were Trichoderma spp. and Fusarium solani, which represent, respectively, antagonistic species to other fungi and a plant pathogen. The correspondence multivariate analysis evidenced that the soils from the three studied areas showed specific predominant species. Penicillium and Absidia species were recovered as the most abundant from soil under Cerrado. The cultivated soils showed higher similarity of species and higher number of plant pathogenic fungi, such as Fusarium solani and Fusarium oxysporum and antagonists, such as Trichoderma. The species richest area was the soil under cotton cropping. In the Cerrado soil and the soil under soybean cultivation a similar number of species was found. As to the physical-chemical factors, the cultivated soils presented significantly equal values for the majority of the variables analyzed, which were different from the Cerrado soil. The soybean and cotton monoculture in the Cerrado led to qualitative modifications in the soil fungal communities. The high number of fungal species found in cultivated areas, comparable to the area of natural vegetation, indicates that the management adopted in the agricultural systems in the region contributes positively for the maintenance of the fungal biodiversity of the soil in the agricultural areas of the Cerrado.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2854
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comunidades de fungos em solo do Cerrado sob vegetação nativa e sob cultivo de soja e algodão.pdf247,46 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback