Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30400
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMartins, Ramilo Nogueira-
dc.date.accessioned2018-09-10T18:30:08Z-
dc.date.available2018-09-10T18:30:08Z-
dc.date.issued2018-08-17-
dc.date.submitted2004-10-22-
dc.identifier.citationMARTINS, R. N. Tecnologias pós-colheita na conservação da banana 'Prata-anã' produzida no Norte de Minas Gerais. 2005. 73 p. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30400-
dc.descriptionEsta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.-
dc.description.abstractTwo experiments were conducted with 'Prata Anã' banana coming from the municipal district of Nova Porteirinha, MG, Brazil. From the picked clusters, he second bunches were used, separated in clusters with 5 fruits. These were washed, weighed(18kg), wrapped in 50um polyethylene, partial removal of the air being done, conditioned in cardboard boxes and later distributed on paletes. After being wrapped and put on paletes, the fruits were transported to EPAMIG/CTNM, where they were stored in refrigeration chambers at 10 and 12°Cwith a relative humidity of 95% for a period of 35 days, being analyzed before and after the refrigeration. In the first experiment the influence of refrigerated storage (10and12°C) and different ages of the bunches(16, 18and 20 weeks) was evaluated on the banana 'spost-harvest conservation, the fruits being analyzed before and after refrigeration. In the second experiment, the quality of the fruits from 16 and18week-oldbunches,refrigeratedfor 35 days at 10 and 12°Cwas evaluated at 2, 3, 4, and 5 days of storage at room temperature after refrigeration, looking towards exportation. The 10 and 12°C temperatures did not promote"chilling" in the fruits independem of bunch age in both experiments. Fruits coming from 20 week-old bunches ripened, nonuniformly,duringrefrigeratedstorage.The10°Ctemperature was more effective in preventing the evolution of banana peel coloration of fruits coming from18 week-old bunches than the 12°C temperature, while the 10 and 12°C temperatures were equally efficient in the contention of color change of fruits coming 16 week-old bunches. Fruits from 16 and 18 week-old bunches refrigeratedat12°Cfor 35 days presented a more advanced degree of ripening in relation to the fruits refrigerated at 10°Cfor 35 days after five days of storage at room temperature (20°C), at the 5,h degree of coloration. From the results obtained it is concluded that the fruits coming from 16 and18week-old bunches are appropriate for refrigerated storage for 35 days at 10 and 12°C, the 12°C temperature being economically more viable.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectBanana - Conservação - Minas Geraispt_BR
dc.subjectBanana - Pós-colheita - Tecnologia - Minas Geraispt_BR
dc.subjectBanana - Armazenamento - Minas Geraispt_BR
dc.titleTecnologias pós-colheita na conservação da banana 'Prata-anã' produzida no Norte de Minas Geraispt_BR
dc.title.alternativePost-harvest technologies in the conservation of the 'Prata Anã' banana produced in the North of Minas Geraispt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentospt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Vilas Boas, Eduardo Valério de Barros-
dc.contributor.referee1Chitarra, Adimilson Bosco-
dc.contributor.referee2Dias, Mário Sérgio Carvalho-
dc.description.resumoForam conduzidos dois experimentos com bananas 'Prata Anã' provenientes do município de Nova Porteirinha, MG, Brasil. Dos cachos colhidos, utilizaram-se as segundas pencas, separadas em buquês,com 5 frutos, lavados, pesados(18 kg), envolvidos em embalagens de polietileno de 50jum, fazendo-se a remoção parcial do ar, acondicionados em caixas de papelão posteriormente distribuídas em paletes. Depois de embalados e paletizados, os frutos foram transportados para a EPAMIG/CTNM, onde foram armazenados em câmaras de refrigeração (10 e 12°C) em umidade relativa de 95% por um período de 35 dias,sendo analisados antes e após a refrigeração. No primeiro experimento avaliou-se a influência do armazenamento refrigerado (10 e12°C) e diferentes idades do cacho(16,18 e 20 semanas) na conservação pós-colheita da banana, analisando-se os frutos antes e após a refrigeração. Avaliou-se,no segundo experimento, a qualidade dos frutos provenientes de cachos com 16 e 18 semanas, refrigerados por 35 dias a 10 e 12°C, aos 2, 3, 4 e 5 dias de armazenamento à temperatura ambiente após refrigeração, visando à exportação. As temperaturas de 10 e 12°C não promoveram "chilling" nos frutos independente da idade do cacho em ambos os trabalhos. Frutos provenientes de cachos com 20 semanas amadureceram, desuniformemente, ao longo do armazenamento refrigerado. A temperatura de 10°C foi mais eficaz em prevenir a evolução da coloração da casca de bananas de frutos provenientes de cachos com 18 semanas do que a temperatura de12°C, enquanto as temperaturas 10 e 12°C foram igualmente eficientes na contenção de mudança de cor para frutos provenientes de cachos com 16 semanas.Frutos provenientes de cachos com 16 e 18 semanas refrigerados a 12°C por 35 dias apresentaram grau de amadurecimento mais avançado em relação aos frutos refrigerados a 10°C por 35 dias após cinco dias de armazenamento à temperatura ambiente(20°C), no grau 5 de coloração. Pelos resultados obtidos conclui-se que os frutos provenientes de cachos com 16 e 18 semanas são adequados ao armazenamento refrigerado por 35 dias a 10 e 12°C, sendo a temperatura de 12°C economicamente mais viável.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Ciência dos Alimentospt_BR
dc.subject.cnpqBotânicapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7010593538677265pt_BR
Appears in Collections:DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.