Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3162

Título: Produtividade e qualidade do café de lavouras em conversão para o sistema de produção orgânico
Título Alternativo: Productivity and coffee quality from crops in conversion to organic production system
Autor(es): Malta, Marcelo Ribeiro
Orientador: Pereira, Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga
Coorientador(es): Chagas, Sílvio Júlio de Rezende
Membro da banca: Chalfoun, Sara Maria
Guimarães, Rubens José
Pimenta, Carlos José
Assunto: Café - Qualidade
Café - Conversão
Café - Adubação
Café - Nutrição
Data de Defesa: 23-Mar-2007
Data de publicação: 22-Ago-2014
Referência: MALTA, M. R. Produtividade e qualidade do café de lavouras em conversão para o sistema de produção orgânico. 2007. 133 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Com o objetivo de se verificar a produtividade e a qualidade do café de lavouras em conversão para o sistema de produção orgânico, bem como compará-las com lavouras submetidas ao manejo convencional, foi montado este experimento, no município de Lavras, MG. O experimento foi instalado em lavoura cafeeira anteriormente cultivada no sistema convencional, cultivar Catuaí Amarelo IAC 86, espaçamento de 4,0 x 0,6 m, com 6 anos de idade. Para os tratamentos orgânicos, empregou-se o delineamento látice balanceado 4 x 4, com 5 repetições em esquema fatorial 3 x 2 x 2, além de 4 tratamentos adicionais. O fatorial constou da utilização de 3 fontes de matéria orgânica (farelo de mamona, cama de frango e esterco bovino), com ou sem aplicação de casca de café e de adubação verde. Os quatro tratamentos adicionais consistiram de: Tratamento 1 - esterco bovino + casca de café + moinha de carvão + sulfato duplo de potássio e magnésio; Tratamento 2 - farelo de mamona + casca de café + farinha de rocha; Tratamento 3 - aplicação de casca de café e Tratamento 4 - adubação verde - feijão-guandu (Cajanus cajan L.). Para efeito de comparação, também havia, no mesmo talhão, uma lavoura submetida ao manejo convencional. Durante os dois primeiros anos de conversão, determinaram-se a produtividade, a classificação física, a composição físico-química e química e a avaliação sensorial do café. Não foram observadas diferenças significativas em relação à produtividade do primeiro ano de conversão das lavouras cafeeiras submetidas ao sistema de produção orgânico quando comparadas com a lavoura convencional. Entretanto, em relação à produtividade do segundo ano de conversão, verificaram-se diferenças significativas entre essas duas formas de produção. Em sua maioria a produtividade das lavouras orgânicas foi inferior à da lavoura convencional. Os cafés foram classificados em tipos acima do tipo 6, devido ao grande número de defeitos verificados, tanto nos tratamentos orgânicos quanto na testemunha (convencional), nos dois anos de produção; foi observada alta incidência de grãos brocados no segundo ano de avaliação, devido ao intenso ataque da broca do cafeeiro, o que contribuiu para a classificação por tipo acima de 6; tanto os tratamentos orgânicos como a testemunha proporcionaram alta percentagem de grãos chatos graúdos e médios. Não foi possível estabelecer uma relação entre os diferentes tratamentos orgânicos testados com a composição química e a caracterização físico-química dos grãos de café. De maneira geral, os grãos de café submetidos ao manejo orgânico apresentaram características físico-químicas e químicas semelhantes às dos grãos de café de lavouras do sistema convencional. Em relação à análise sensorial no primeiro ano de conversão, de modo geral, não foram observadas diferenças entre os tratamentos orgânicos e nem entre os tratamentos orgânicos, quando comparados com a testemunha; no segundo ano, observou-se superioridade, em termos qualitativos, de alguns tratamentos orgânicos em relação à lavoura no sistema convencional. Verificou-se efeito positivo da utilização do esterco bovino e da adubação verde sobre a qualidade do café.
This research aimed to verify the productivity and coffee quality from Lavras crops in conversion to organic production system, as well as to compare this one with crops subjected to regular practices was established an experiment in Lavras city, MG. The experiment was set in a coffee crop previously cultivated under standard system, using "Catuaí Amarelo" IAC-86 cultivar with the spacing 4,0 x 0,6 m, with 6 years of age. For the organic treatments it was used the balanced lattice design 4 x 4 with 5 replicates in factorial scheme 3 x 2 x 2 besides 4 additional treatments. The factorial had 3 sources of organic matter (flour of castor bean, boiler litter and cattle excrement), with or without application of coffee straw and green fertilization. The four additional treatments were composed by: Treatment 1: cattle excrement + coffee straw + coal bran + double potassium and magnesium sulphate; Treatment 2: flour castor bean + coffee straw + rock bran; Treatment 3: application of coffee straw; Treatment 4: green fertilization with guandu bean (Cajanus cajan L.). In order to compare the treatments, there were placed the plots close each other with standard and organic treatments. During the first two years of conversion it was determined productivity, physico-chemical and chemical composition, physical and beverage coffee evaluation. There were not verified significative differences in relation to productivity in the first year of conversion from coffee crops submitted to organic production when compared with standard crop. Although in relation to productivity in the second year of conversion, it was verified significative differences between the two ways of production, being most of the productivity from organic crops lower than standard crops. The coffee samples were classified above the average, due the large number of defects verified in organic treatments as well as in standard treatments during two years of production; it was observed a high incidence of coffee leaf miner defect in the second evaluation due an intense attack of coffee berry borer, with contributed to classify product above the ideal. In both treatments, organic and control, showed a high percentage of great and medium grain. It was not possible to establish a relation among the different organic treatments tested with a physico-chemical and chemical composition of grain coffee. The coffee grain submitted to organic management showed physico-chemical and chemical characteristics similar to crops submitted to standard management. In relation to panelist analysis it was observed in the first year of conversion, there was no difference among organic treatments and organic and control treatments. In the second, it was observed a better performance in qualitative aspects from organic treatments in relation to crop submitted standard management, it was verified the positive effect of cattle manure and green fertilization on coffee beverage quality.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3162
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Produtividade e qualidade do café de lavouras em conversão para o sistema de produção orgânico.pdf467,64 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback