Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEG - Departamento de Engenharia >
DEG - Programa de Pós-graduação >
DEG - Engenharia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3210

Título: Velocidade e energia cinética da chuva de um emissor usado em pivô central
Autor(es): Ferreira, Denise de Jesus Lemos
Orientador: Lima, Luiz Antônio
Membro da banca: Colombo, Alberto
Rezende, Fátima Conceição
Área de concentração: Engenharia de Água e Solo
Assunto: Energia cinética
Velocidade de impacto
Uniformidade de distribuição
Kinetic energy
Impact velocity
Distribution uniformity
Data de Defesa: 30-Jul-2010
Data de publicação: 25-Ago-2014
Referência: FERREIRA, D. de J. L. Velocidade e energia cinética da chuva de um emissor usado em pivô central. 2010. 65 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: A erosão decorrente do escoamento superficial causa grande impacto no potencial produtivo das áreas cultivadas. Portanto, o estudo da velocidade e da energia cinética com que as gotas de água atingem a superfície do solo irrigado é de fundamental importância para o desenvolvimento de diagnósticos e medidas que visem minimizar os efeitos negativos no manejo das áreas irrigadas. Nesse sentido, o objetivo do trabalho foi avaliar a velocidade de impacto e a energia cinética de chuvas artificiais de bocais do emissor Super Spray (Senninger Irrigation). A avaliação da energia cinética e da velocidade de impacto das gotas foi realizada, com o uso do sistema dinâmico de pluviometria (SDP), no Laboratório de Hidráulica e Irrigação da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Nos ensaios, foram realizados testes de uniformidade de distribuição de água em todos os bocais no local onde o sistema dinâmico de pluviometria (SDP) esteve posicionado. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado (DIC), referente aos seis bocais (tratamentos), com três repetições. Por meio dos resultados obtidos, verificou-se que os valores de velocidade de impacto e a energia cinética das gotas não diferiram significativamente entre os bocais analisados. Por meio dos gráficos de superfície foi possível observar que os três menores diâmetros de bocal (5,75; 6,94 e 7,54 mm) propiciaram intensidades mais elevadas na extremidade externa próxima ao emissor, enquanto os três maiores bocais (8,33; 9,33 e 10,12 mm) apresentaram tendência de crescimento de intensidade na parte externa da malha. Os coeficientes de uniformidade, CUC e CUD, apresentaram resultados satisfatórios para emprego da metodologia SDP, para os cinco maiores diâmetros de bocal (6,94; 7,54; 8,33; 9,33 e 10,12 mm), enquanto, para o bocal de 5,75 mm, o valor do CUD (83,74%) foi baixo, não garantindo a uniformidade necessária para uso do método. A partir dos resultados obtidos e de estimativas de modelos empíricos citados na literatura, foi possível concluir que a energia cinética provocada pelo emissor Super Spray utilizado em pivô central é inferior à energia cinética de chuvas naturais com a mesma intensidade. A energia cinética não está relacionada com o tamanho dos bocais testados. O sistema dinâmico de pluviometria mede a velocidade e a energia cinética da chuva, quando esta apresenta uniformidade (sem variabilidade espacial), mas apresentou valores discrepantes de energia cinética quando o coeficiente de uniformidade de distribuição (CUD) foi inferior a 84%. As vazões determinadas por meio do método volumétrico para os bocais avaliados apresentaram valores muito próximos das vazões listadas no catálogo do fabricante.
Soil erosion causes great impact on potential yield of cultivated areas. Therefore, the study of velocity and kinetic energy of water droplets hitting the surface of irrigated soil is very important for diagnostics and procedures to minimize negative effects on irrigated areas. Accordingly, the objective is to measure the impact velocity and kinetic energy of artificial rainfall of the Super Spray (Senninger Irrigation). The evaluation of the kinetic energy and the impact velocity of the drops were performed using the dynamic rain gage system (SDP) at the Laboratory of Hydraulics and Irrigation at the Federal University of Lavras (UFLA). Water distribution uniformity where the SDP system was positioned was measured. The experimental design was completely randomized (CRD), referring to the six nozzles (treatments) with three replications. It was found that values of impact velocity and kinetic energy did not differ significantly for the nozzles tested. It could be observed that the three smaller nozzle diameters (5.75, 6.94 and 7.54 mm) favored higher intensities at the outer end near the sprayer, while the three larger nozzles (8.33 , 9.33 and 10.12 mm) tended to increase rain intensity on the outside of the catch can mesh. The uniformity coefficient values, CUC and CUD, were satisfactory for use of the SDP methodology for the top five nozzle diameters (6.94, 7.54, 8.33, 9.33 and 10.12 mm), while for 5.75 mm nozzle, the value of the CUD (83.74%) was comparatively low, not ensuring uniformity requested by the SDP method. It was also found that Super Spray used on center pivot presented lower kinetic energy when compared to natural rainfall with the same intensity, according to estimates of empirical models available in the literature. The kinetic energy is not related to nozzle size tested. The dynamic rain gage system measures the speed and kinetic energy of uniform rain (no spatial variability), although it might present discrepant values of rainfall kinetic energy when the coefficient of uniformity of distribution (CUD) is lower than 84%. The flow rates measured by volumetric method were closer to values listed by manufacturer.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3210
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEG - Engenharia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Velocidade e energia cinética da chuva de um emissor usado em pivô central.pdf2,5 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback