Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3249

Título: Estádio de maturação e secagem na qualidade fisiológica de sementes de pimentas habanero yellow (Capsicum chinense Jacquin) e malagueta (Capsicum frutescens L.)
Título Alternativo: Maturation and drying stage in the physiological quality of ´Habanero Yellow´ (Capsicum chinense Jacquin) and ´Malagueta´ (Capsicum frutescens L.) peppers
Autor(es): Queiroz, Leidiane Aparecida Ferreira
Orientador: Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Coorientador(es): Oliveira, João Almir
Membro da banca: Carvalho, Maria Laene Moreira de
Vieira, Antônio Rodrigues
Resende, Luciane Vilela
Área de concentração: Sementes
Assunto: Estádio de maturação
Pimenta
Sementes
Secagem
Pepper
Seeds
Drying
Data de Defesa: 3-Jul-2009
Data de publicação: 26-Ago-2014
Referência: QUIEROZ, L. A. F. Estádio de maturação e secagem na qualidade fisiológica de sementes de pimentas habanero yellow (Capsicum chinense Jacquin) e malagueta (Capsicum frutescens L.). 2009. 86 p. Tese (Doutorado em Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A demanda por sementes de pimenta com alta qualidade, principalmente de espécies picantes como a habanero e a malagueta, aumentou consideravelmente, devido à expansão do agronegócio das pimentas. No entanto, há uma oferta limitada de sementes de qualidade. O conhecimento do momento ideal de colheita e do método de secagem adequado para sementes de pimenta é de suma importância para garantir o máximo vigor e produtividade no campo. Nesse contexto, o objetivo do trabalho foi verificar o estádio de maturação dos frutos de pimentas habanero yellow e malagueta associado ao método de secagem mais adequado, visando à produção e comercialização de sementes com alta qualidade. O delineamento experimental foi o DBC, com quatro estádios de maturação dos frutos para a pimenta habanero (E1 - 50 dias após a antese, ou DAA, frutos completamente verdes; E2 - 60 DAA, frutos com os primeiros sinais de amarelecimento; E3 - 67 DAA, frutos maduros, caracterizados pela cor laranja e E4 - 67 DAA, frutos maduros, caracterizados pela cor laranja, mantidos em repouso por sete dias após a colheita) e dois estádios de maturação dos frutos para a pimenta malagueta (E1 - 67 DAA, frutos maduros, caracterizados pela cor vermelha e E2 - 67 DAA, frutos maduros, caracterizados pela cor vermelha, mantidos em repouso por sete dias após a colheita) X quatro métodos de secagem para a pimenta habanero (M1 - secagem artificial, a 45°C, até 8% de teor de água; M2 - secagem artificial, a 35°C, até 20% de teor de água e, em sequência, a 45°C, até 8% de teor de água; M3 - secagem artificial, a 35°C, até 8% de teor de água e M4 - secagem natural à sombra até 8% de teor de água) e três métodos de secagem para a pimenta Malagueta (M1 - secagem artificial, a 45°C, até 8% de teor de água; M2 - secagem artificial, a 35°C, até 8% de teor de água e M3 - secagem natural à sombra até 8% de teor de água), com quatro repetições. A qualidade fisiológica das sementes antes da secagem foi avaliada por meio dos testes de germinação, emergência e envelhecimento acelerado, além da análise das isoenzimas esterase, superóxido dismutase, peroxidase, malato desidrogenase, álcohol desidrogenase e da endo-β-mananase. Após a secagem, a qualidade fisiológica das sementes foi avaliada pelos testes de germinação, emergência e deterioração controlada, para a pimenta habanero e de envelhecimento acelerado e condutividade elétrica, para a pimenta malagueta. A qualidade fisiológica das sementes da pimenta habanero é máxima aos 67 DAA, quando os frutos estão completamente maduros e a secagem artificial das sementes deve ser conduzida à temperatura de 35ºC. Para a pimenta Malagueta, o período de repouso das sementes nos frutos por sete dias reduz a qualidade fisiológica das sementes; já a secagem não afeta a germinação e o vigor das sementes.
Due to pepper agrobusiness expansion demand for high quality pepper seeds, especially spicy species like ´Habanero´ and ´Malagueta´, has increased considerably. However, there is a limited offer of quality seeds. In order to guarantee both maximum vigor and yield, the knowledge of the ideal harvest characteristics and adequate drying methodology for pepper seeds is very important. In this context, the objetive of this research was to identify and describe the ideal harvest characteristics for ´Habanero Yellow´ and ´Malagueta´ peppers seeds, associated with the most adequate drying method, aiming at both production and marketing of high quality seeds. A randomized-block design was used as follows: with four developmental stages for the ´Habanero Yellow´ fruits (E1 - 50 DAA (days after antesis); completely green fruits; E2 - 60 DAA; first yellow signs; E3 - 67 DAA; ripe fruits, characterized by the orange color; and E4 - 67 DAA; ripe fruits, characterized by the orange color, kept still for 7 days after harvest, and with two developmental stages for the ´Malagueta´ fruits (E1 - 67 DAA; ripe fruits, characterized by the red color; and E2 - 67 DAA; ripe fruits, characterized by the red color, kept still for 7 days after harvest) versus four drying methodologies for the two species ( M1 - artificial drying, at 45ºC up to 8% water content; M2 - artificial drying, at 35ºC up to 20% water content and at 45ºC up to 8% water content; M3 - artificial drying, at 35ºC up to 8% water content; and M4 - natural drying under shade up to 8% water content), with four replicates. The physiological quality of seeds before drying was assessed by germination, emergence and accelerated aging tests, besides the isozymes analyses (esterase, superoxide dismutase, peroxidase, malate dehydrogenase, alcohol dehydrogenase and endo-β-mannanase). After drying, physiological quality of ´Habanero´ pepper seeds was assessed by germination, emergence and controlled deterioration tests; accelerated aging and electrical conductivity for ´Malagueta´ pepper seeds. ´Habanero´ pepper seeds highest physiological quality is at 67 DAA, when the fruits are completely ripe, and the artificial drying of the seeds must be performed at 35ºC. For ´Malagueta´ pepper seeds the seven-day period inside the fruits reduced the seeds physiological quality, and drying did not affect germination or vigor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3249
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Estádio de maturação e secagem na qualidade fisiológica de sementes de pimentas habanero yellow (Capsicum chinense Jacquin) e malagueta (Capsicum frutescens L.).pdf484,84 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback