Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32949
Título : Seminiferous propagation in the selection of chestnut tree rootstocks
Título(s) alternativo(s): Propagação seminífera visando a seleção de porta-enxertos para castanheira
Autor: Pio, Rafael
Melo, Evaldo Tadeu de
Bueno, João Pedro Sales
Silva, Luiz Fernando de Oliveira da
Peche, Pedro Maranha
Curi, Paula Nogueira
Palavras-chave: Castanheira - Porta-enxertos
Castanheira - Produção de mudas
Chestnut tree - Rootstock
Chestnut tree - Produce seedlings
Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Data da publicação: Nov-2017
Referência: PIO, R. et al. Seminiferous propagation in the selection of chestnut tree rootstocks. Ciência Rural, Santa Maria, v. 47, n. 11, p. 1-5, Nov. 2017. doi: 10.1590/0103-8478cr20161010 .
Resumo : Visando a seleção de porta-enxertos para a produção de mudas, o objetivo do trabalho foi quantificar a propagação seminífera em castanhas com ou sem a realização de incisões. Foram utilizadas nove cultivares (‘Ibuki’, ‘Isumo’, ‘Kinshu’, ‘Moriwase’, ‘Okuni’, ‘Senri’, ‘Taishowase’, ‘Tamatsukuri’ e ‘Tiodowase’) e duas seleções (‘KM-1’ e ‘KM-2’) de castanheira híbridas (Castanea crenata x Castanea sp.). Em metade das castanhas, realizou-se uma incisão e a outra metade das castanhas permaneceu intacta. Foram quantificadas a porcentagem de germinação, emergência e o comprimento das raízes. As castanhas germinadas foram transplantadas onde se quantificou o diâmetro e a altura das mudas e ao final, a massa seca da parte aérea. Em seguida foram enxertadas pelo método de garfagem as seleções de castanheira ‘KM-2’ e ‘Jacutinga’, se quantificando a porcentagem de brotação, além do diâmetro e altura dos enxertos. Concluiu-se que as incisões aumentam a germinação e a emergência das plântulas, na maioria das cultivares e seleções. ‘Taishowase’ e ‘Tamatsukuri’ se destacam em relação as demais quanto a germinação e crescimento dos porta-enxertos.
Abstract: Aiming the selection of rootstocks to produce seedlings, the objective of this study was to quantify the seminiferous propagation in chestnut seeds, with or without incisions. Nine cultivars were used (‘Ibuki’, ‘Isumo’, ‘Kinshu’, ‘Moriwase’, ‘Okuni’, ‘Senri’, ‘Taishowase’, ‘Tamatsukuri’ and ‘Tiodowase’) and two selections (‘KM-1’ and ‘KM-2’) of hybrid chestnut trees (Castanea crenata x Castanea sp.). An incision was held in half of chestnuts and the other half remained intact. Percentage of germination, emergence and root length were quantified. The germinated nuts were transplanted and were quantified the diameter and height of seedlings. Then, the chestnut selections ‘KM-2’ and ‘Jacutinga’ were grafted by the cleft grafting method, and were quantified the percentage of sprouting, besides the diameter and height of grafts. Incisions increase the germination and seedling emergence in most cultivars and selections. ‘Taishowase’ and ‘Tamatsukuri’ stood out over the others to germination, growth of the rootstocks.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32949
Idioma: en_US
Aparece nas coleções:DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Seminiferous propagation in the selection of chestnut tree rootstocks.pdf410,02 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons