Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32979
Título : Fluxo gênico em milho sob diferentes tamanhos de amostras e distâncias de amostragem
Autor: Cantelmo, Narjara Fonseca
Von Pinho, Renzo Garcia
Von Pinho, Edila Vilela De Resende
Camargos, Renato Barbosa
Pires, Luiz Paulo Miranda
Von Pinho, Iolanda Vilela
Palavras-chave: Milho - Fluxo gênico
Milho transgênico
Corn - Gene flow
Transgenic maize
Publicador: Associação Brasileira de Milho e Sorgo
Data da publicação: 2016
Referência: CANTELMO, N. F. et al. Fluxo gênico em milho sob diferentes tamanhos de amostras e distâncias de amostragem. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 15, n. 2, p. 328-334, 2016.
Resumo : A preocupação a respeito do fluxo gênico entre lavouras de milho transgênicas e convencionais tem recebi-do cada vez mais atenção no âmbito técnico e político no Brasil. Diante disso, objetivou-se, com este trabalho, estimar o fluxo gênico em lavouras comerciais de milho, bem como estabelecer um tamanho de amostra adequado para estimar a taxa de contaminação por transgênicos nos campos convencionais de milho com o uso de amostragem sistemática. As coletas das amostras foram realizadas em campos de produção de grãos comerciais nos municípios de Itumirim e Madre de Deus, MG, na safra 2010/2011 e na cidade de Ingaí, MG, na safra 2011/2012. Foram coletadas amostras em cinco distâncias do campo convencional em relação ao campo de transgênicos: 5 m, 10 m, 20 m, 50 m e 100 m. Foram também coletados quatro diferentes tamanhos de amostra: 1 espiga, 5 espigas, 10 espigas e 15 espigas em quatro re-petições. Após as coletas, retirou-se de cada amostra uma alíquota de 300 sementes para realização do PCR em tempo real para a estimação do fluxo gênico. Não houve diferença significativa entre os diferentes tamanhos analisados nos três locais. Em Itumirim e em Madre de Deus, também não houve diferença entre as distâncias analisadas; já no campo do município de Ingaí, as amostras coletadas na distância de 10 m apresentaram maior taxa de contaminação. Em todos os campos, a contaminação média ficou abaixo de 1%.
Abstract: The concern about gene flow between transgenic and conventional maize farming has been received increasing attention in technical and political scope in Brazil. Thus, the objective of this work was to estimate the gene flow in commercial maize farms, as well as the establishment of an adequate sample size to estimate the contamination rate by transgenic in conventional maize fields, using systematic sampling. The samples collections were carried out in fields of grain commercial production in the Itumirim and Madre de Deus municipalities, both in Minas Gerais state, in 2010/2011 crop season and in Ingaí, also Minas Gerais state, in 2011/2012 crop season. Samples were collected at five distances between conventional and transgenic field: 5, 10, 20, 50 and 100 m. Four different sample sizes were also collected: 1, 5, 10 and 15 spikes, with four replications. After collection, a portion of 300 seeds of each sample was used in a real-time PCR for the gene flow estimation. There was no statistical difference among the different sample sizes analyzed at the three sites. In Itumirim and Madre de Deus also no statistical difference was observed among the distances analyzed; the samples collected in Ingaí field in a distance of 10 m had a higher rate of contamination by transgenics when compared to the other samples. The average contamination was below of 1% in all fields.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32979
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Fluxo gênico em milho sob diferentes tamanhos de amostras e distâncias de amostragem.pdf297,32 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons