Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3497

Title: Transporte de atrazina em parcelas de solo sob calagem e fosfatagem e em uma área de cultivo de milho
Other Titles: Transport of atrazina in soil plots under liming and phosphate amendments and in a corn-cultivated area
???metadata.dc.creator???: Aquino, Regimeire de Freitas
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Lima, José Maria de
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Carvalho, Renato Fráguas de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guerreiro, Mário César
Rigitano, Renê Luís de Oliveira
Guilherme, Luiz Roberto Guimarães
Regitano, Jussara Borges
Keywords: Calagem dos solos
Solos - Lixiviação
Milho - Cultivo
Pesticidas
Pesticides
???metadata.dc.date.submitted???: 29-Sep-2008
Issue Date: 3-Sep-2014
Citation: AQUINO, R. F. Transporte de atrazina em parcelas de solo sob calagem e fosfatagem em uma área de cultivo de milho. 2008. 100 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: Com a realização deste estudo objetivou-se: i) avaliar a dinâmica de atrazina em condições de campo, por meio de medições dos teores desse herbicida em amostras de solo e água, durante uma estação chuvosa, em parcelas de perda de solo sob efeito de calagem e fosfatagem, em área de proteção ambiental no município de Coqueiral, MG e ii) medir o conteúdo de atrazina em solo e água em uma área cultivada com milho, no município de Três Corações, MG. Ambas as áreas situam-se no sul de Minas Gerais. Nas parcelas de perdas de solo, amostras de solo e de água e sedimentos da enxurrada foram coletadas após a aplicação de atrazina e quatorze eventos de chuva. Na área de cultivo de milho, amostras de solo dos terços superior, médio e inferior da encosta, e amostras de solo e água da várzea foram coletadas a 28, 52 e 119 dias após a aplicação de atrazina. Os dados de sorção foram ajustados à isoterma de Freundlich para se determinar o coeficiente de sorção (Kf). A quantificação dos resíduos de atrazina nas amostras de água foi realizada por meio de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), após a extração com diclorometano, com 101% de recuperação e 2 µg L-1 de limite de detecção do cromatógrafo e 0,01 µg L-1 de limite de detecção do processo. A extração de atrazina das amostras de solo foi feita com metanol e purificada por meio de cromatografia líquida de camada delgada. A quantificação foi feita também por CLAE, com 91% de recuperação e 4 µg L-1 de limite de detecção do cromatógrafo e 0,16 µg kg-1 de limite de detecção do processo. A dinâmica de atrazina foi influenciada pela calagem e pela fosfatagem. No ensaio das parcelas de perda de solo, a atrazina mostrou grande potencial para contaminação de solo e água. A matéria orgânica do solo foi o principal parâmetro que influenciou a sorção de atrazina no solo. A contaminação por atrazina na área de cultivo de milho está relacionada com a posição na encosta. A erosão foi o principal processo de transporte de atrazina na encosta, enquanto a lixiviação foi o principal processo na várzea
This study aimed: i) to assess the dynamics of atrazine at field conditions, by measuring this herbicide in soil and water samples during a rainy season, in soil-erosion plots under the effect of liming and phosphate amendments, in an Environmental Protection Area in Coqueiral-MG; and ii) to measure the amount of atrazine in soil and water in a corn-cultivated area in Três Corações-MG; both areas are located at southern Minas Gerais State-Brazil. In the soil erosion plots, soil samples, and samples of water and sediments from runoff were collected after atrazine application and 14 rain events; in the corn-cultivated area, soil samples at high, medium, and low position of the landscape, and soil and water samples from the floodplain were collected at 28, 52 and 119 days after application of atrazine. Sorption data were fitted to Freundlich isotherm in order to determine the sorption coefficient (Kf). Quantification of the herbicide residues in water samples was done by HPLC-UV, after extractions with dichloromethane, with 101% recovery and detection limit of 0.01 µg L-1. Extraction of atrazine from soil sample was done with methanol and purified by thin layer chromatography. Quantification was also done by HPLC-UV, with 91% recovery and detection limit of 0.16 µg kg-1. Dynamics of atrazine was influenced by liming and phosphate; atrazine has a great potential for polluting soil and water, as shown by the erosion-plot results; soil organic matter was the main parameter that affected sorption of atrazine in soil. In the corn-cultivated area, contamination of soil and water by atrazine was closely related to the location in the landscape. More atrazine was found at the lower than the higher position of the landscape, which means that erosion was the main transportation process on the slope area; leaching was the main transportation process in the floodplain area.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3497
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Transporte de atrazina em parcelas de solo sob calagem e fosfatagem e em uma área de cultivo de milho.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback