Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3520
Título: Qualidade de mudas e aspectos fisiológicos, bioquímicos e biofísicos de sementes de café armazenadas
Título(s) alternativo(s): Seedlings quality and physiological, biochemical and biophysical aspects of stored coffee seeds
Autor : Veiga, Patrícia de Oliveira Alvim
Primeiro orientador: Oliveira, João Almir
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Rosa, Sttela Dellyzete Veiga Franco da
Primeiro membro da banca: Guimarães, Rubens José
Vieira, Antônio Rodrigues
Padilha, Lilian
Área de concentração: Sementes
Palavras-chave: Análise bioquímica
Armazenamento
Coffea arabica L.
Storage
Biochemical analysis
Data da publicação: 4-Set-2014
Referência: VEIGA, P. de O. A. Qualidade de mudas e aspectos fisiológicos, bioquímicos e biofísicos de sementes de café armazenadas. 2010. 112 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: A baixa longevidade das sementes de café é um fator limitante no sistema produtivo e que tem reflexos diretos na competitividade dos produtores, que ficam sujeitos à produção de mudas em épocas desfavoráveis à implantação da lavoura no campo. Portanto, este trabalho foi realizado com o objetivo de se ampliar os conhecimentos sobre as alterações fisiológicas, bioquímicas e moleculares nas sementes de Coffea arábica L. de diferentes variedades utilizando diferentes métodos de secagem e tratamento químico ao longo do armazenamento. Os frutos das cultivares Rubi, Acaiá e Catuaí no estádio cereja foram colhidos, despolpados, desmucilados por fermentação a 30oC, por 24 horas. As sementes foram submetidas à secagem convencional (à sombra) e secagem em secador estacionário à temperatura de 35ºC. Foram analisadas ainda sementes sem secagem. As avaliações foram feitas imediatamente após os tratamentos de secagem e após três, seis, nove e doze meses de armazenamento. As sementes foram armazenadas a 10ºC em embalagens plásticas e herméticas. Foram realizados os testes de germinação, emergência, análises eletroforéticas, análise sanitária e análises térmicas. Concluiu-se que há redução da qualidade das sementes úmidas ao longo ao armazenamento. Menor atividade de enzimas removedoras de radicais livres é encontrada nas sementes úmidas, independente da época de armazenamento. O tratamento químico, das sementes de café antes do armazenamento, prejudica o desenvolvimento das mudas. Mudas feitas de sementes úmidas tem melhor desenvolvimento quando são utilizadas sementes recém colhidas. Os resultados das análises térmicas indicam que a sensibilidade de sementes de café à dessecação e baixa longevidade não estão relacionadas às propriedades térmicas da água à formação dos vidros intracelulares.
The poor longevity of coffee seeds is a limiting factor in the production system and which has direct reflexes on the farmers´ competitiveness, which become subject to production of seedlings in times unfavorable to the establishment of the crop in the field. Therefore, this work was conducted with the purpose of broadening the knowledge about the physiological, biochemical and molecular in the seeds of Coffea arábica L. of varying ages by utilizing different drying methods and chemical treatment over the storage. The fruits of cultivars Rubi, Acaiá and Catuaí at the berry stage were collected, pulped, without mucilage by fermentation at 30oC for 24 hours. The seeds were submitted to conventional drying (in the shade) and drying in stationary dryer at the temperature of 35ºC. Further, seeds with no drying were analyzed. The evaluations were done immediately after the drying treatments and after three, six and twelve months of storage. The seeds wee stored at 10ºC in plastic and air-tight packages. The tests of germination, emergency, electrophoresis analyses, health analysis and thermal analyses were done. It follows that there is a reduction of the quality of the moist seeds during the storage. Less activity of the free-radical removing enzymes is found in moist seeds, independent of the storage season. The chemical treatment of coffee seeds before storage impairs the seedlings´ development. Seedlings done from moist seedlings have better development when they are utilized fresh-collected. The results of the thermal analyses point that the sensitivity of coffee seeds to dissection and short longevity are not related to the thermal properties of water to the formation of intracellular glasses.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3520
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Qualidade de mudas e aspectos fisiológicos, bioquímicos e biofísicos de sementes de café armazenadas.pdf1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.