Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3731

Title: Qualidade da carne de cordeiros Santa Inês puros e mestiços com texel abatidos com diferentes pesos
Other Titles: Quality of meat production using Santa Inês pure and Texel x Santa Inês lambs in different slaughtering weights
???metadata.dc.creator???: Bonagurio, Sarita
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bressan, Maria Cristina
Pereira, Idalmo Garcia
Lemos, Ana Lúcia da Silva Corrêa
???metadata.dc.description.concentration???: Nutrição de ruminantes
Keywords: Ovino
Cordeiro
Carne
Qualidade
Composição centesimal
Ovine
Lambs
Meat
Quality
Centesimal composition
???metadata.dc.date.submitted???: 3-Jul-2001
Issue Date: 17-Sep-2014
Citation: BONAGURIO, S. Qualidade da carne de cordeiros santa inés puros e mestiços com texel abatidos com diferentes pesos. 2001. 150 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2001.
???metadata.dc.description.resumo???: A tendência da produção mundial de carne mudou de quantidade para qualidade; sendo a carne de cordeiro superioridade em relação as demais categorias de carne ovina. Mas para se estabeleceu o peso ideal para abate, são necessários estudos, dentro das diferentes raças e sexo, para se chegar a uma conclusão. A raça Santa Inês é bastante divulgada no Brasil e a Texel tem excelente carcaça, sendo o cruzamento entre as raças um fator de interesse. O objetivo do trabalho é estudar a qualidade da carne de cordeiros machos e fêmeas Santa Inês puro (SIxSI) e Texel x Santa Inês (TxSI), em diferentes pesos de abate. Foram confinados 13 machos inteiros e 14 fêmeas das duas raças no Setor de Ovinocultura do DZO da UFLA, Lavras, MG - Brasil, até atingirem o peso de abate. Foram submetidos a jejum de 16 horas e à sangria, feita com secção da artéria carótida e veia jugular, seguida da evisceração. A carcaça foi resfriada por 24 hs a 2ºC. Neste período, foi realizada a leitura de pH aos 30min após o abate, 2, 4, 6, 8, 10, 12 e 24 hs. Após, a carcaça foi secionada longitudinalmente em meias carcaças, foram feitos os cortes comerciais e estas foram congeladas. Foram retirados os músculos Longissimus dorsi (LD) e semimembranosus (SM) para as análises de cor, perda de peso por cozimento (PPC) e força de cisalhamento (FC). O músculo biceps femoris foi retirado para as análises de umidade, proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE) e cinzas. As análises foram realizadas no centro de Tecnologia de Alimentos do ITAL. O delineamento foi em DIC, fatorial 2x2x4. As médias foram analisadas pelo Proc GLM do programa estatístico SAS. Para as medidas de pH, foi utilizada parcela subdividida nas horas. Com o aumento do peso de abate, houve menos umidade e cinzas, aumentando o teor de EE. A PB tem comportamento quadrático, com tendência de diminuir a sua quantidade com o aumento do peso. As fêmeas tiveram carne com mais EE e menos umidade do que os machos. E os cordeiros SIxSI apresentaram maior teor de EE do que os cordeiros TxSI. A queda do pH no LD e SM foi mais acentuada para os animais mais leves. As fêmeas tiveram média de pH final maior do que os machos e os animais SIxSI, pH menor do que os TxSI. Os machos apresentaram uma coloração mais vermelha e menos luminosa no LD. Os cordeiros SIxSI tiveram coloração mais vermelha e menos luminosa do que os animais TxSI, nos músculos LD e SM. Com o aumento do peso, há uma diminuição na PPC nos músculos LD e SM. E o músculo LD dos machos perdeu menos água do que o das fêmeas. Os machos tiveram uma carne mais dura, e com o aumento do peso de abate, diminuiu a FC, sendo esta maior para o TxSI para o músculo LD e Santa Inês puro para o músculo SM.
Nowadays, the quality of meat production is more important than quantify. In this aspect, lamb meat can have a better marketing, comparing to other ages. Unfortunately, the ideal slaughtering weight among different sheep crossbreed is still unknowing and more research is necessary leading to a better conclusion. In Brazil Santa Inês breeding, sheep without wool, which is a good option for hot areas of the country, and Texel breed, can be used together to improve the carcass qualities. For these reason, the present paper intends to study the quality of lamb meat production from Santa Inês (SI x SI) and Texel x Santa Inês (T x SI) animals using different slaughtering weights. Thirteen males and fourteen females from both breeds were locates at Setor de Ovinocultura - DZO/UFLA, MG - Brazil until the slaughtering weight. Before bleeding the animal by carotid artery and jugular vein techniques, the animal was kept during sixteen hours of fastening. The carcass was kept twenty four hours at 2ªC. During that time, the pH was measured at 30 min, 2, 4, 6, 8, 10, 12 and 24 hours after slaughtering. Sampling of Longissimus dorsi (LD) and semimembranosus (SM) muscles were done to analisy color, cooking loss (PPC) and shear force (FC). Moisture, crude protein (PB), ether extract (EE) and ash analyses of biceps femoris muscle were done at Centro de Tecnologia de carne do ITAL. The data were analyses as a 2 x 2 x 4 factorial design, using the General Linear Model (GLM) Procedure. Split plot was used to pH values. The chemical analyses were correlated to live weight. Increasing the live weight has shown lower moisture and ash content, and higher EE content. The PB has shown a quadrate response, and tendency was observed for decreasing this content when increased the live weight. Sex and breed affected the chemical analyses of lamb meat. Higher EE and lower moisture contents were show in females comparing to males. Moreover, males lost mores water than females and were shown tough meat. The T x SI lambs was shown higher EE content than using T x SI animals. Females and T x SI were shown higher final pH than the males and SI x SI lambs. The LD muscles from males were shown a higher red color content and lower lightness. In both muscles (LD and SM), the meat from the SI x SI animals were more red and less lightness than T x SI. Moreover, the live weight affected the PPC at the both muscles. The pH drop in LD and SM was greater in the lighter animals.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3731
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Qualidade da carne de cordeiros Santa Inês puros e mestiços com texel abatidos com diferentes pesos.pdf556.39 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback